Marcelo, o cata-vento

Não sei o que é mais extraordinário, se é ver Passos Coelho, alguém que se está a lixar para eleições, a esta distância das presidenciais, a traçar o perfil do candidato ideal, se é ver a reacção de Marcelo Rebelo de Sousa. Passos enumerou uma série de características, ou melhor, de defeitos, que não quer ver num candidato apoiado pelo PSD e Marcelo, ao ter anunciado que se retira da corrida, enfiou a carapuça todinha. Podia ter assobiado para o lado, dizer que não se revê em nada daquilo, podia ter criticado Passos, já que a decisão de se candidatar é pessoal ou lembrar que ainda falta muito tempo, mas não, nada disso. O brilhante Professor optou por dar razão aos que o apontaram como o alvo de Passos, ou seja, assumiu que tem todos aqueles defeitos. Marcelo confirma que, ao contrário de outros possíveis candidatos, é um cata-vento de opiniões erráticas, alguém que busca a popularidade fácil e o protagonismo político, entre outros mimos.

Nada que não se soubesse já, mas confirmado pelo próprio é outra coisa.

11 thoughts on “Marcelo, o cata-vento”

  1. sócrates disse no seu comentario que o perfil de candidato que não queriam tinha a “cara chapada” de marcelo.ele engoliu o recado de uma maneira tão infantil que até dá para desconfiar.uma coisa é certa,como marcelo enfiou a carapuça,a partir de agora as criticas ao governo vão ser desvalorizadas pelos direitolas com o argumento de que marcelo é um homem que critica por despeito.

  2. jean claude trichet,comentou um dia destes que o chumbo do pec 4 foi um erro enorme,que muito mal fez a portugal e à europa.se tivesse sido aceite o pec4 ,não teria havido,os resgates que se seguiram.esta opinião,vem confirmar a justa defesa por parte de muita gente no aspirina

  3. val, marcelo ao assumir que é um cata-vento,de opiniões erratas e alguem que procura a popularidade facil,pos-se a jeito para um possivel despedimento da tvi,se estes fossem uma tv com alguma deçencia cristã!

  4. recoradar é viver: passos coelho em 2008. “o governo tem estado bastante bem nas respostasque tem encontrado para a crise financeira,que de resto,não são respostas muito originais, pois saõ concertadas ao nivel europeu, mas que têm funcionado bm em portugal. passos coelho igualmente em 10/12/2008. ” subscrevo “a festa socialista”de combate à maior crise dos ultimos 80 anos” sem comentarios!

  5. Como as sondagens são o que são (há que desconfiar dos bons resultados dum trauliteiro mediático) e como a encomenda já está feita (e o sinal pago) pelo gajo da tanga, houve que atalhar caminho e encostar à berma o iludido Marcelo.
    Figura de triste tigre.

  6. “… já que a decisão de se candidatar é pessoal…”

    e assumir os custos da campanha tamém, se o partido não apoiar. o marcelo é um fanfarrão, só iria à luta bem almofadado e caso desse merda a culpa era dos apoiantes. o gajo caga postas sem contraditório, no primeiro debate eleitoral era trucidado pelo comediante araújo pereira.

  7. um caga-vento é um caga-vento. o passos precisa de um compressor para encher pneus à direita, por coincidência, a especialidade do barroso.

  8. Belmiro de Azevedo,em um dia no qual as caixas registadoras dos “Continente” não obtiveram o resultado pretendido,encomendou uma entrevista a um canal televisivo e,destilando a bílis,disse:”Marcelo Rebelo de Sousa,já faz muito tempo que devia ter sido expulso do País.Marques Mendes,não o queria nem para porteiro de uma qualquer porta da estrutura da minha organização empresarial”.
    Bom,o primeiro,confessa, que não passa de um cata-vento de opiniões erratas e alguém que procura popularidade fácil.O Segundo,declara,para os devidos e legais efeitos,que padece de uma doença cronica(ou memória selectiva?),chamada de AMNÉSIA.

    Conclusão:Belmiro,tinha razão na avaliação feita!Refutação minha:Belmiro,não tem razão alguma.São apenas todos eles(diagnosticador e diagnosticados),farinha do mesmo saco.Ou seja;membros efectivos,da Confraria Nacional Do Embuste,Da Rapinagem e Do Não Olha A Meios Para Atingir Os Fins.

    De facto,está muito difícil viver em Portugal,para qualquer Pessoa com um pingo de Decência e de Dignidade.Estamos a assistir Ao Triunfo Dos Porcos?

  9. O Marcelo é um traste como ele muito bem reconhece! Mas, sinceramente, o tipo que mais me assusta para ser candidato da direita é ainda pior em todos os aspetos. Claro que estou a falar do mordomo das Lajes. Do MRPP que roubava a mobília do Conselho Diretivo da FDL. Do tipo que denunciou o seu então ministro Deus Pinheiro de ter furtado uma manta do avião e de estar a jogar golfe. O mesmo que fugiu para Bruxelas. Sim, estou a falar do caniche da Merkel, como lhe chamou o Manchau. Pelos factos aqui relatados que retrato fazem do carácter deste band…….?

  10. Mas, qual é o problema? Será que os eleitores
    e contribuintes desta País ainda, acredita nes-
    tartufos? O único mérito do passos láparo é
    ter conseguido “vacinar” os portugueses no
    voto na direita PSD mais o ajudante PP, por-
    que o CDS está a demarcar-se a toda a Força!!!

  11. No entender da merkel, do schauble e, por ordem dos superiores, atrás citados, também do barítono que, após falhar a entrada no musical “My Fair Lady” ganha, no partido laranja, o casting para actor principal do embuste eleitoral de 2011, Durão Barroso mostra ter o perfil necessário para substituir Cavaco Silva. Tal perfil pode-se, desde já, aferir através da atenta observação do seguinte video:

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=QvsYS4xX8oU

    Entretanto, Marcelo Rebelo de Sousa suspira de alívio! Já não se irá tramar, pelo menos da maneira como se tramou o seu mentor, Marcello Caetano, ao não conseguir pôr-se a milhas de um regime caduco. Marcelo Rebelo de Sousa já não verá a sua memória histórica conspurcada pelo primeiro-ministro barítono.

    De Cavaco… já não se poderá dizer o mesmo.

    Quanto a Durão… tentou a fuga mas, ah, triste sina, foi direitinho para a boca do tubarão e deixou-se comer. O seu nome ficará, para sempre, registado naquela mesma página, da nossa história, onde estão a penar D. Teresa de Leão, Leonor Teles e Miguel de Vasconcelos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.