Até que ponto estão dispostos a pôr os estatutos à frente da política?

Parece que os apoiantes de Seguro, para além de estarem impedidos, por lei, de contestar o líder, também estão impedidos de o elogiar, de se baterem pelo seu projecto político para o País (o homem tem um, não tem?), de elogiar a sua inteligência política e a sua capacidade de liderança. Sobre isso, nada. Daquele lado da barricada, só se fala de estatutos, de pareceres jurídicos e da legalidade ou ilegalidade dos temas que podem ser levados a discussão nos órgãos do partido. Quem os ouve pensa que estão num julgamento e não em campanha, tal é o zelo na defesa das leis do partido.

Mas é sobre isso que tenho algumas dúvidas. Até que ponto estão dispostos os apoiantes de Seguro a pôr os estatutos do partido à frente das questões políticas? Por exemplo, se Seguro for o candidato do PS às próximas legislativas, perder as eleições e não se demitir, continuarão os seus apoiantes a agarrar-se aos estatutos? E se ganhar por pouco? E se, em qualquer dos casos, Seguro alegar que o melhor para o PS e para o País é formar Governo com o PSD de Passos, obrigando o PS a alinhar naquilo que tem sido a pior governação de sempre, será que estes zelosos militantes socialistas vão continuar a chapar-nos com os estatutos do partido na cara? Há algum limite ou, aconteça o que acontecer, em primeiro lugar estará sempre a defesa dos estatutos?

Já que estamos perante políticos tão responsáveis, tão transparentes, tão verdadeiros e essas coisas todas que só estão acessíveis aos puros, com certeza, não se importarão de nos esclarecer.

19 thoughts on “Até que ponto estão dispostos a pôr os estatutos à frente da política?”

  1. O PS está sequestrado. E a mim, que não sou militante, faz-me cada vez mais confusão , a necessidade de blindar os estatutos desta forma… Se houvesse proteção para evitar a ascensão de um arrivista qualquer, vá que não vá. Mas assim ? A quem interessa ? Como não pode mandar fuzilar os adversários, blinda-se….. Estalinista é o que é :

  2. hoje,em conversa,um amigo de direita dizia-me que seguro lhe parece um homem serio. conversa pensei eu.depois de lhe contar o seu precurso antes e depois da sua eleição ficou na duvida.expus-lhe o curriculim de seguro em sacanices e disse-lhe imagina-te o costa ou o socrate.a resposta veio rapida: agarra-me senão eu fodo-o!

  3. A prova de que o PS está cheio de gente de bem é que ninguém topou o que esse Seguro estava a preparar, com o blindar dos estatutos.
    No PSD, golpes desses não passavam. O Marcelo topou-o logo.

  4. Bem, se o tózero se mantiver agarrado ao lugar e não sair entretanto, nas legislativas lá vou votar marinho pinto ou outra treta qualquer.

    Nele é que nem pó. Farto de abstenções violentas estou eu.

    Assim fica prejudicada a hipótese de se poder coligar com o seu amigo passos.

  5. Eu diria que o PS merece tudo o que Seguro lhe fez engolir: três anos de condenação de toda a história de governação-PS, e tácito reconhecimento da excelência da governação de Cavaco & Ca. Os aplausos solitários e de pé, entre a bancada do PS, na hora do discurso demolidor do recém reeleito presidente Cavaco, contra a governação PS foram insuficientes para despertar nos militantes do PS um sobressalto. Dir-se-ia que os militantes do PS acompanharam, tacitamente, o seu futuro lider. Ele percebeu este apoio, e depois foram três anos a condenar, tacitamente, os governos PS e a enaltecer Cavaco & Ca. Entretanto, pelos vistos, mandou elaborar uns Estatutos que o colocassem ao abrigo de qualquer percalço. E mais uma vez, tacitamente, os militantes do PS disseram “amen”. Quem sabe não será demasiado tarde para o PS retomar a sua história, escavacada alegre e irresponsavelmente pelos seus militantes. Até Soares foi na onda, na hora do cerco final, em 2011. Foi vê-lo a pregar, babado de aplausos, na “universidade de verão” da fábrica dos “passos” e “relvas”. O seu “faro político” estava embotado tanto quanto o de todos os militantes ao aprovar uns estatutos estalinistas no que concerne às prerrogativas do Secretário Geral. Até os “históricos” como Jorge Larcão olham com espanto o “lindo serviço” que todos fizeram ao PS. Um partido assim já não justifica a sua existência. Se o Seguro não se demitir nos próximos dias, o PS bem pode encomendar o caixão para enterrar o próprio cadáver. Um PS defunto por suicídio.

  6. maria abril,subscrevendo a tua análise,o teu fim do ps é mais tremendo que o terramoto de agadir em marrocos nos anos 6o se a memoria não me atraiçoa.em politica nada é definitivo,e como tal há acreditar no futuro,porque os herdeiros da morte prematura do ps,são uns autenticos coveiros da liberdade!

  7. Afinal a blindagem dos estatutos aprovada pela grande maioria dos socialistas não era a sério, era a brincar. Vamos entregar o País ao Costa o jota mais antigo de Portugal? Se os socialistas nem cumprem a constituição socialista como vão cumprir a Constituição do País ??

  8. oh mal habituado! o que tu querias era passos a governar com o seguro para poderem martelar a constituição e eternizarem-se no poder, governo vitalício & palhaço forever.

  9. Ascender quando os ventos estão de feição é fácil, criticar sem apresentar ideias. é fácil, difícil é permanecer e chegar à vitória, ora o actual líder no seu mandato legitimado por um congresso nacional, ganhou as duas eleições que disputou à sua direita, as primeiras as autárquicas e as segundas as europeias e por certo poderia ganhar as próximas legislativas. Aquilo que estamos a assistir é a tentativa de implosão de uma equipa ganhadora dentro de um partido para a substituir claramente por outra afecta a antigos interesses e alguns nada tem a ver com “socialismos”. A candidatura de Costa é perigosa para o país, nota-se que está a ser manietado directamente por alguns interesses estabelecidos dentro do partido, mas acima de tudo indirectamente do exterior, alimentando o circo estando a incendiar fogos onde eles não devem existir. Temos aqui sem qualquer dúvida o perfil de um pirómano político.

  10. Costa vê-se a si mesmo como equilibrado, idealista e justo. Parece sentir a necessidade de proteger os outros e lutar contra as injustiças. Na verdade, A. Costa só pensa em si mesmo. A. Costa é um engomadinho metido. Gosta de coisas sofisticadas e de alto nível, mas não passa de um ignorante desinformado. Nas conversas, quer falar sobre coisas intelectuais, como literatura e arte, e dificilmente entra em assuntos polémicos. Quer ser politicamente correcto. Na realidade A. Costa é um grande “fazedor de média”. Isso esconde sua verdadeira cara. Afinal, quem é na verdade A. Costa ?????????

    Vamos ver nos próximos episódios desta novela, ao melhor estilo e galopante decadência crónica, a eloquente ESSÊNCIA Xuxialista.

    E depois querem ser ALTERNATIVA !?

    PAROLADA PATÉTICA e INCOMPETENTE

  11. Os infortúnios da virtude!

    Elegeram um S.Geral a pensar que era só para atravessar o deserto. Pensaram mas não disseram nada. Agora, que estão próximos do oásis mandam que se retire…

    Não queriam + nada?

    Sempre gostava de saber o que é que ACosta fará se for para PM. Ele ainda não disse como irá relançar o socialismo (devolver as pensões, repor salários usurpados, etc.) e como irá ao mesmo tempo equilibrar as contas públicas e honrar os acordos que o PS tem com os grupos económicos que o suportam.

  12. oh heredia! não digas asneiras, o seguro não foi eleito, aproveitou um embuste eleitoral e fez outro de seguida. agora diz que o partido é dele e reclama vitórias, quando na realidade perde votos para as derrotas do sócras. era altura deste nabo ter contacto directo com o povo, ir vender pílulas para as caldas e deixar as chaves do rato na caixa do correio. quanto às preocupações que manifestas com o costa, fica descansadinho, o resultado por muito mau que seja, será sempre melhor que as anulações e abstenções violentas do seguro.

  13. “Afinal, quem é na verdade A. Costa ?????????”

    oh bebiano! francamente, o costa é o gajo que te faz escrever essa conversa de desesperado. se é assim tão mau e se nem és xuxialista, não percebo porque é que não aplaudes a candidatura do costa. ou se calhar percebo, o seguro dava jeito para anular a constituição, que os direitolos passariam a defender à náusea.

  14. Esta história dos estatutos já enjoa.
    1. Os estatutos preveem a possibilidade de convocação de um congresso extraordinário. O facto de o secretário geral, que o pode fazer, não o querer fazer, não é um impedimento estatutário – é teimosia e prepotência!
    2. Pelo contrário, a realização de eleições “primárias” ou de “diretas” NÃO está nos estatutos. Mas aí, não faz mal – alteram-se os estatutos!

    Isto é a sério?

  15. Maria Abril, não sou nem nunca fui militante de qualquer partido, mas arrisco dizer que muito provavelmente não passou pela cabeça dos militantes que aprovaram os estatutos que os mesmos poderiam levar àquilo a que chamas “lindo serviço”. E porquê? Porque nunca tinha acontecido um líder, quando contestado, não querer esclarecer a contenda o mais rapidamente possível e sem manobras de secretaria. E não são os estatutos aprovados pela maioria dos militantes que impedem Seguro de fazer o que deveria ter feito, é a sua vontade.

    Quanto à tua conclusão, não concordo. Se Seguro não se demitir ou não ceder em relação à solução que inventou para resolver a contenda, não está a acabar com o PS, está a acabar com ele próprio e a fortalecer, e muito, a candidatura de António Costa.
    __
    Manolo Heredia, o PS de Seguro está, ou estava, próximo do oásis? A que é que chamas oásis?

  16. manuel bebiano.as autarquias saõ ganhas e perdidas pelo merito ou demerito dos autarcas, e tem tambem uma percentagem de votos para a má governaçao e outra para o lider da oposiçao.pergunto: viste alguns meritos na oposiçao de jose´seguro ao governo?consegue ir buscar votos à esquerda? o antonio costa,vai fazer oposiçao , pelos seus meritos e tambem porque tem os melhores quadros do partido com ele. quem pensa como tu nesta materia não pode ser socialista!

  17. “habituem-se” quantos anos teve de militancia o alvaro? e o edmundo pedro, preso aos 16 anos e levado para o tarrafal.?sé crime ou é de louvar aderir a um partido com 14 anos, e nele se manter na casa dos 40? no pcp é bom no ps é mau.sabes que mais vai tomar banho.ouve lá meu pulha,o ps já governou varia vezes e nunca a constituiçao esteve em causa.sabes porquê? porque é um partido democratico e porque foi o partido que mais pontos aprovou na constituinte.

  18. Manuel Bebiano : o insulto e o ataque pessoal é a arma dos ignorantes, dos sem argumentos , dos que estão nisto de má fé.
    Topa-se à légua de que tipo é você. Com defensores assim bem pode Seguro encostar-se á boxe.

  19. Nuno, não costumo responder a tipos mal-educados, no entanto acho piada a apoucarem o Seguro de jota, quando o jota dinossauro é o costa. Além disso costa é um desistente, desistiu do parlamento europeu para ir para a Câmara, desistiu vária vezes de disputar a liderança em congressos, quer desistir da câmara para concorrer a 1º ministro, e qualquer dia se for 1º ministro irá desistir para se candidatar a presidente. Enfim o percurso do jota de 14 anos até á sonhada candidatura presidencial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.