Aposto que os pensionistas do Banco de Portugal não assinaram a petição

Já lá vai o tempo em que nunca se enganava. Afinal, tem de vir emendar o que diz, e já tem dúvidas quanto ao que recebe e muitas mais quanto ao que gasta. Mas, bem vistas as coisas, o culpado é o mesmo de sempre. Estavam as continhas tão bem feitinhas e tinha de vir aquele grandecíssimo filho da mãe obrigá-lo a escolher entre o vencimento de PR e as míseras pensões. Imagine-se o ódio que deve ter sentido quando soube que o Governo de Sócrates se preparava para levar para a frente esta medida. Deve ter entendido a coisa como uma afronta pessoal. Austeridade sim, mas a sua excelentíssima pessoa deveria ter ficado a salvo de tal barbaridade. Mesquinho e vingativo como é, deve ter jurado fazer a folha ao responsável, e fez. Mas a vingança não lhe valeu de nada, o vencimento foi-se mesmo e as continhas que fez com a Maria saíram furadas. Como se não bastasse agora queriam ficar-lhe com os subsídios do Banco de Portugal. Era só o que faltava! E a verdade é que com esta bronca toda nunca mais se ouviu falar de tal coisa, e nem o facto de ter estado reunido ontem com o Governador do Banco de Portugal levou a que alguém escrevesse uma linha que fosse acerca do assunto. Podem fazer as petições que quiserem, o que interessa é que os cortes na pensão já eram.

8 thoughts on “Aposto que os pensionistas do Banco de Portugal não assinaram a petição”

  1. até podem ser 20 milhões que não ganham nada com isso. o único processo de correr com ele é por via judicial, mas por esse lado andam entretidos com fiscalizações foclóricas.

  2. 26.043

    anonimo, isso é verdade, mas é sempre pedagógico levarem umas porradas destas, para manterem, pelo menos, algum respeito e não se sentirem livres para insultar sempre que lhes apetecer. E a seguir devia vir uma para o Álvaro, Passos, Gaspar e Macedo.

    O que é aqui muito especial é a velocidade a que a coisa corre. Ontem à tarde eram 4.000.

  3. 32.582

    Interessante de se ver é a postura do PS sobre o assunto. Parece que nada se passou, que é uma assunto a que não dedicam grande atenção, nem tampouco se sentem muito chocados com as afirmações.
    Por muito menos já ouvi alguns a ficarem melindrados, agora parece andarem distraídos.
    E já ninguém fala de nós nos jornais estrangeiros… Curioso!

  4. quem acertar número de adesões à petição ganha um exemplar daquele livro que broncópoeta da benedita costuma publicitar. lembro que no recente cambalacho eleitoral o tijolo obteve 288.973 devotos.

  5. 35.000, fora os que não têm acesso à internet, os reformados lá do interior ostracizado, muitos deles nem sequer com televisão, agora.

    Conselho para o Cavaco, especialmente depois de ter lido a reflexão do Paulo Querido sobre o rescaldo da flash mob, em que os manifestantes foram identificados pela polícia (ai, aquela fichazinha de inscrição na PIDE, Cavaco): não sair de casa nem abrir a boca nos próximos 4 anos.

    Interroga-se o Paulo sobre a necessidade de a polícia identificar os cidadãos, quando , pelo menos no seu caso, googlando, se obtém info muito mais completa. E o efeito intimidatório, como ficava?

    P.S. Val, isto está chato, os acérrimos defensores do Passos e do Cavaco despareceram daqui. O aspirina parece, agora, a Quadratura do Círculo: estão todos sempre de acordo.

  6. fora o merchandising, aqui no bairro é só underware cavacu´s no arame. quanto ao querido só tem que se preocupar com as finanças, caxias está em obras, peniche virou museu e o tarrafal resort privado do lóreiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.