A PIDE não faria melhor

Até ontem julgo que nunca tinha visto um interrogatório tão pidesco como o que José Gomes Ferreira fez a Paulo Campos. Para aquele interrogadorzeco não há cá presunções de inocência, Paulo Campos e, já agora, todos os que se relacionaram com Sócrates, são culpados de todos os males que nos afectam agora e afectarão nos próximos milhares de anos. O interrogadorzeco tem provas de tudo, está munido de relatórios e pareceres que anulam todos os outros que os acusados possam usar para se defenderem. E se se mostrarem, enfim, ineficazes para os seus propósitos acusatórios, o interrogadorzeco, tem um plano B, que passa por perder todo o respeito por si próprio, e por quem o ouve, e desatar a bombardear o interrogado com perguntas/acusações acerca dos seus rendimentos, das suas amizades e dos seus medos. Medo, por exemplo, de que com a nova Procuradora-Geral, em quem ele, pelos vistos, deposita muita esperança, as investigações possam ter outro desfecho. Este espectáculo deplorável revela muito mais acerca do interrogadorzeco do que do interrogado que, obviamente, mesmo que fosse culpado jamais o assumiria em directo num programa de televisão. Mas tem uma justificação, o exagero do interrogatório, que o próprio reconheceu, deve-se a uma enorme preocupação. O interrogadorzeco está preocupadíssimo com o que estamos a deixar para os nossos filhos e netos. E eu também. Preocupa-me que, em vez de jornalistas, os nossos filhos e netos tenham de levar com estes ranhosos.

34 thoughts on “A PIDE não faria melhor”

  1. Em vez de se concentrar na forma, explique o conteúdo. A entrevista teve o mérito de mostrar que o Paulo Campos tem muito que explicar ao país.

  2. Esta semana tínhamos já ganho uma nova PGR… e agora já temos um Inquisidor Geral da República

    … sorte a nossa que os Tribunais Plenários passaram a funcionar em directo numa TV perto de sí!!!

  3. O Gomes Ferreira pensou que seria como limpar o cu a meninos e saiu-lhe o tiro pela culatra! Foi passado a ferro pelo Paulo Campos. Depois claro, lixado pelo resultado, as últimas perguntas foram simplesmente vergonhosas. Até por um filho a estudar no estrangeiro perguntou! É assim que os pseudo jornalistas especialistas caiem.

  4. Qual o mal de um avô, que se preocupou em dar o melhor nível de vida possível aos seus filhos, continuem depois a apoiá-los e a apoiar a educação dos seus netos se isso lhe for possível???

    Um dia destes ainda vou preso por pagar o colégio aos meus netos…

    Haja decência, no meu dinheiro (aquele que o estado ainda não me conseguiu roubar) mando eu!!!!!!!!!!!!!

  5. “A entrevista teve o mérito de mostrar que o Paulo Campos tem muito que explicar ao país.”

    se o deixarem explicar, o que dúvido. pelas amostragens anteriores quando o homem está quase a explicar, muda-se para a próxima e acusa-se de novo com base no diz-que-disse e nos relatórios encomendados e pagos à deloitte pelo actual governo que pelos vistos têm mais força que as conclusões do tribunal. gostaria de ver o babalú a interrogar o cavaco sobre o bpn e a coelha com a mesma agressividade e desassombro daquele canal. desta vez levou com um entubanço à maneira, ficou fodido por lhe terem espetado nas trombas com o diz-que-não-disse e ainda deve andar a ganir a deslealdade do campos que lhe quilhou o resto do pugrama. não tinha grande admiração pelo paulo campos, mas fiquei surpreendido pela coragem que demonstrou na entrevista e na calma que teve em não ir aos cornos ao 1/2 leca quando este começou com insinuações sobre poupanças e contas bancárias.

  6. Se se confirmarem os arranjinhos tecnoformáticos que o Público tem denunciado, o melhor que a PGR tem de fazer é investigar aquilo que esta gente fez na sua última passagem pelo governo, PPP´s incluídas.
    A impunidade quando acaba, acaba para todos, não é?

  7. O Gomes Ferreira dá-me vontade de vomitar.
    A SIC Noticias é um antro desta escumalha que se diz jornalista mas que dos factos não quer nada! Convidou o Paulo Campos para falar ele, não para ouvir o convidado. Aquilo que se passou é uma vergonha.

  8. Ora, meus caros, o Paulo Campos nem se saiu assim tão mal, dado o contexto em que está enredado, e que não se coaduna com explicações expiatórias e demagógicas do tipo, “o fulano faliu isto tudo”. Enquanto isso, há bancos estrangeiros que continuam incólumes, a receber rendas que estão a “falir isto tudo”, e não há quem tenha coragem de acabar com isso tudo. Por que será?

    Há muito a explicar, há, mas com esta entrevista não ficámos um único centímetro mais próximos do esclarecimento. Há negócios que envolvem o Banco Europeu de Investimentos e os grandes tubarões da clique de bancos privados que vive da mama dos investimentos (ditos) públicos, patrocinados pelos fundos europeus. Os nomes e empresas nacionais são meras rémoras; os tubarões têm poiso noutras capitais. Mas há perguntas que não se podem enunciar na SIC, nem nas outras televisões.

  9. O Paulo Campos e o José Gomes Ferreira já são as gerações sem culpa nenhuma. como o Sócrates e o Passos.

    Não se sabe é quem será capaz de descalçar esta a bota velha!

    É esse o dilema nacional…parece que estamos à espera de um D. Sebastião.

    Mas que galo do caraças!

  10. Nunca vi uma entrevista deste tipo numa TV. Convidou Paulo Campos,não para lhe dar uma oportunidade de se defender mas para o julgar em direto sem direito a defender-se.Barbieri Cardoso e Rosa Casaco como pides não faziam melhor!Desde a insinuação de que aquele lugar dá muitas” oportunidades” até querer saber se tinha dinheiro fora do pais houve de tudo! Quando estava a ser dada a resposta,avançava com outra caso não lhe conviesse.Balsemão se fosse um verdadeiro empresario com H grande,despedia hoje aquele fdp.Foi bom sabermos que o governo de socrates fez, foi para o interior desertificado.Mais uma vez teve sentido de justiça.A outra foi que a percentagem das PPP de socrates correspondem a 16.3% das PPP rodoviarias construidas.Cada dia que passa os portugueses de boa fé,vão descobrindo o embuste de que foram cumplices, por culpa de um bando de vigaristas .Nota: lamento que a solidariedade no ps actual não faça parte do seu cardapio, para defender um seu militante que foi governante e hoje é deputado .ficamos tambem a saber qual a motivação que levou o lider do ACP a meter as PPP de socrates em tribunal.Registei o rombo de 500 milhoes ao estado levado a cabo por Marques Mendes,para cumprir uma promessa em estarreja se não estou enganado.

  11. Com esta conversa dos nossos filhos e netos e do” inferno” que lhe vamos deixar,qualquer dia as nossas mulheres mesmo velhinhas para evitar algum azar, só fazem amor connosco com 5 preservativos de uma vez! Que os pariu, mais estes profetas da desgraça.

  12. Giro, giro é que o entrevistadorzeco como ‘elegantemente’ lhe chama, deixou o ex-ministro desvalido completamente gago! :D

  13. Paulo Campos não conseguiu explicar, nem os comentadores deste post, porque é que já em plena crise (entre 2008 e 2010) se criaram PPP que resultam em 40% de todo o “investimento” das 88 PPP existentes em Portugal. Gostava é que alguém tivesse coragem de dizer se acha ou não completamente irresponsável a atitude do último governo de José Sócrates.

  14. oh macedo! isso parece-te, respondeu e por duas vezes, a primeira não chegou ao fim porque o desassombrado entrevistador não deixou e da segunda a excelência de conteúdos soprou-lhe para atalhar com o fiscal de linha deloitte. vai ao arquivo e revê os lances. por falar em responsabilidade, o que gostava de ver era o mini mendes a explicar ao povo como é que se altera o percurso de uma autoestrada para ganhar o eleitorado de estarreja e em quanto é que ficou cada voto,

  15. Pelos vistos, o Jorge Macedo, desta vergonhosa entrevista só ouviu o que quis… e o melhor surdo é sempre o que não quer ouvir…

    Mas o Paulo Campos, entre as desbragadas arremetidas do entrevistador, lá foi conseguindo explicar que as directivas europeias, depois do rebentar da crise, a isso obrigaram…

  16. Se acham que vou defender o entrevistador, estão muito enganados. Para mim a SIC não tem crédito nenhum em termos de infomação.
    Continuo a dizer: Alguém explica a irresponsabilidade do último governo socialista?
    É que poucas pessoas têm dúvidas sobre o erro que foi avançar para grande parte das últimas PPP.
    Mas já que o Paulo Campos não conseguiu, então digam lá?

  17. Eu vi a entrevista toda e acho que o Paulo Campos deu uma goleada de 9 a 1 ao Gomes Ferreira (e não levou mais porque o jogo acabou cedo e o anfitrião/adversário, que também era árbitro, queimou muito tempo).
    As perguntas finais sobre assuntos mais privados e familiares, penso que o Paulo Campos as terá agradecido pois permitiram-lhe esclarecer em público algumas atoardas que poderiam circular por aí.
    De resto, acho que só por MÁ FÉ, de alguma arrastadeira que por aqui anda, se poderá desfazer na prestação do Paulo Campos. Além daquilo que o “ignatz” diz no comentário das 18:20, há ainda a salientar a desmistificação da adjudicação das PPP à Mota Engil, entre outras. Afinal a Mota ganhou 2 das 8 PPP adjudicadas nos 6 anos do governo Sócrates. Tantas como outras 2 empresas que o Paulo Campos especificou (e que o Gomes Ferreira “desconhecia” aparentemente.
    Mas o melhor mesmo era gastar 50 minutos para ver o video que a SIC já deve ter disponível e cada um tirar as suas conclusões.

  18. Jorge Macedo, o Azarado já lhe respondeu, mas o caro insiste em não perceber? Problema seu, há avanços da medicina nesse campo, talvez seja bom consultar um especialista.
    Vêr a entrevista sem palas nos olhos também ajuda.

  19. “É que poucas pessoas têm dúvidas sobre o erro que foi avançar para grande parte das últimas PPP.”

    e quem são esses videntes? praí leitores do correio da manhã e devotos do stº. aníbal, que não reclamaram na devida altura e ignoram a aprovação e incentivo da comunidade nos projectos.

  20. Macedo,todos sabemos que a UE,para” mitigar” a crise que se estava a instalar aconselhou os paises a fazer investimento publico, confirmado ontem por Paulo Campos.Macedo termino com esta informação.Portugal na divida publica, estava abaixo da media europeia,hoje estamos pior do que nessa altura e com a economia de rastos.Para quem dizia que isto não era crise mas um “abalozinho” estamos conversados quanto ao rigor da direita.

  21. Concordo de uma forma geral com o que o joaopft e o nuno da camara municipal dizem.
    O “massacre” só se verificou porque:
    – A direcção do partido socialista insiste em ignorar as realizações do seu governo e em não defender os seus executivos ,
    – não tem havido coragem, ou presença de espirito, para devolver ao entrevistador as suas perguntas. Por exemplo, porque é que o Paulo Campos quando lhe fazem perguntas pessoais das contas, quanto ganha etc, não diz simplesmente- “eu respondo-lhe na condição de você também informar os ouvintes sobre o montante do seu salário e o IRS que paga”. Podia avançar-se, na mesma onda, perguntando se o entrevistador recebe só da SIC , se tem contas offshore etc……
    É tempo de enfrentar os jornalistas manhosos com as mesmas armas com que eles atacam os seus convidados.
    É tempo de Seguro se deixar de tretas e assumir o legado do governo PS de José Socrates.
    “Os inimigos dos meus camaradas não podem ser meus amigos”. Nunca, chamem-se eles relvas ou coelho.

  22. Macedo,todos sabemos que a UE,para” mitigar” a crise que se estava a instalar. aconselhou os paises a fazer investimento publico, reafirmado ontem por Paulo Campos.Macedo termino com esta informação.Portugal na divida publica, estava abaixo da media europeia,hoje estamos pior do que nessa altura e com a economia de rastos.Para quem dizia que o que se estava a passar a nivel mundial não era crise mas um “abalozinho” estamos conversados quanto ao rigor da direita.

  23. Eu gostaria que o PS discutisse o presente envenenado que constituiu as instruções da UE, após o enorme desastre financeiro do subprime, para fomentar o investimento “público”, via PPPs, de que os principais beneficiários foram os bancos dos países do norte da Europa. Poder-se-ia Portugal ter furtado a isso sem ser vítima de chantagem?! Se o PSD estivesse em S. bento, o desfecho não teria sido o mesmo (ou pior, dado a “natureza” dos laranjas)?! Tudo isso foi devidamente patrocinado pelo Banco Europeu de Investimentos, que também entrou com pastel… Tais medidas pseudo-keynesianas — digo pseudo porque foram capitalizações encapotadas da banca — aguentaram o crescimento económico de certas zonas da Europa, à custa do sacrifício futuro de outras.

  24. Há aqui alguns equívocos nos comentadores.

    Diz o Nuno da camara municipal que a dívida pública nunca estave tão alta. Tem razão, só há é um pequeno problema, com datas: A dívida pública portuguesa era em 2005 de 83 mil milhões. Em 2011 era de 170 mil milhões. Creio que não é preciso dizer mais nada.

    O José manuel diz que a Mota Engil só ganhou 2 PPP das 6 adjudicadas pelos 6 anos Sócrates. Mais uma vez só se diz o que convém. Com José Sócrates foram criadas 50 PPP. Vou dizer outra vez: O GOVERNO DE JOSÉ SÓCRATES FEZ 50 PPP, das 88 existentes no país.
    Se o José Manuel não estivesse a tentar atirar areia para os olhos das pessoas, dizia quantas é que a Mota Engil ganhou além das rodóviárias. Mas isso são factos que não interessam nada…

  25. Jorge macedo,o seu texto é pouco rigoroso para não dizer outra coisa. Quem diminuiu um deficit de 6.8 para 2.7 que foi deixado pela direita foi jose socrates.Macedo, para si de 2005 para 2011 nao se passou nada de especial a não ser 2190 dias. E a crise do subprime que passando por varias fases pousou nas dividas soberanas? 20111 jose socrates já não conseguiu governar. Macedo, as ppp em portugal são 36. 26 rodoviarias e 10 na saude.Na revista visaõ vem um trabalho a dizer quem foram os patronos, custos e trajectos.Veja se a encontra pois vem la tudo. Fiquei surpreendido, mas a Engil tem muito poucas parcerias.

  26. Caro camara municipal, a Visão pode dizer o que quiser, daquele grupo editorial é de esperar tudo, mas a verdade é que o Tribunal de Contas detectou 88 PPP:

    Cavaco 2
    Guterres 30
    Durão 6
    Sócrates 50

    Isto são factos, por mais que custe a acreditar.

    Tem razão quando fala na diminuição do déficit, um trabalho excepcional estragado pela crise internacional. Mas não misturemos alhos com bugalhos, a opção pelas PPP quando caminhavamos a passos largos para o abismo, foi irresponsável e criminosa para o país.

  27. Bem sei que neste blog é difícil ler críticas a alguém do PS, mas há que ter respeito pelo trabalho do José Gomes Ferreira. Ele é dos poucos que analisa as questões a fundo e encontra, de facto, muita coisa mal explicada.

    Atenção que ele também é alto crítico do governo PSD/CDS actual, portanto não venham cá com insinuações desse género.
    Como jornalista, ele tem o dever de nos informar sobre o ponto de vista dele e só acredita quem quer. Triste é tentar denegrir o seu trabalho, como se costuma fazer a tanta gente que tenta falar sobre o que algumas pessoas não querem.

  28. Gonçalo, se diz que neste blogue é difícil ler críticas a alguém do PS é porque não é leitor do blogue.

    Quanto ao Gomes Ferreira, se viu o programa em causa, diga lá que informação relevante obteve sobretudo na última parte do programa, que repito, não insinuo, foi um autêntico interrogatório pidesco. Com este tipo de comportamento, penso que não precisa de ajuda de ninguém para denegrir o seu trabalho.

  29. Não consigo perceber que defesa pode ter alguém como o referido, quem é que renegoceia uma divida para ficar a dever muitíssimo mais,…??? Como e porquê beneficiou quem beneficiou,…??? O que dizer a um perfeito inútil, (por enquanto, não criminoso), por nos colocar a pagar milhões directamente dos nossos bolsos,…??? Já nem quero mencionar o famoso chip, que entre outras, o referido teve a ignorância de afirmar que eram absolutamente seguros e invioláveis,… Que eu saiba, como prémio, manteve-se e mantêm-se como deputado,… Alguém que avise os pais,… sempre poupam na sopinha que pelo visto ele ainda cobra,…Eu quero lá saber do jornalista,…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.