Edison, Thomas Alva

edison.jpg

A sua reputação de Prometeu contemporâneo, de inventor inexaurível, eclipsou durante décadas a herança de Tesla: o homem prático que confiava mais na experiência do que em teorias e cálculos complexos versus o génio excêntrico que se dispersava por todos os ramos do saber sem conseguir garantir lucros ou reputação firme em nenhum deles. Do seu laboratório em Menlo Park saíram inovações em quase todos os domínios da vida contemporânea: do gramofone ao cinema, da lâmpada eléctrica à pistola de tatuagem. A aposta na corrente contínua levou-o a esquecer a sua oposição à pena de morte, empenhando-se em propagandear as virtudes da cadeira eléctrica alimentada a corrente alternada. A execução de Topsy, que ele filmou com o seu Kinetoscope, acabou por ser um golpe já desesperado numa guerra havia muito decidida e perdida.

2 thoughts on “Edison, Thomas Alva —”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.