2 thoughts on “Um hino dubitativo”

  1. António Figueira,
    As bebidas espirituosas têm de ficar para depois porque eu estou na estranja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.