Um belo feriado

A “comemoração mais célebre e solene do Sacramento memorial da Missa” (Urbano IV) recebeu várias denominações ao longo dos séculos: festa do Santíssimo Corpo de Nosso Senhor Jesus Cristo; festa da Eucaristia; festa do Corpo de Cristo. Hoje denomina-se solenidade do Corpo e Sangue de Cristo…

Sou, para desgraça minha, um ateu ou agnóstico, o que para o efeito, tanto faz. Tal facto não me inabilitou de ter sido convidado para a primeira comunhão de uma criança adorável, filha de um amigo meu. Fui à missa da praxe, na companhia da minha esposa. Chegamos à igreja, como sempre, em cima da hora. Apinhada.

Ficamos no fundo, atrás do último banco corrido, do lado direito. Calor, muito calor. Abanavam-se os leques em sintonia.

Não fomos os últimos. Chega a correr uma senhora, já idosa, a transpirar. Com licença, diz, metendo-se à frente da minha esposa que olha para mim abismada. Seguro-lhe a mão e dou-lhe o meu lugar. À frente, no banco outra conhece-a. Falaram do calor e da igreja cheia. Um pouco de boa vontade e caberiam as duas no banco. O espaço era suficiente.

Em vão. À minha frente, a minha esposa abana o leque. Espreito por cima do seu ombro para alcançar o altar, onde se encontram as crianças.

Não levei trocos. Dou cinco euros para o peditório. Não me arrependo, se vou à missa de quando em vez, acerto as contas com a consciência de uma vez.

Estão livres os bancos. Espero pela minha vez de ir ao altar tirar a foto. Ela tem nos olhos a cor cerúlea dos oceanos e do céu. E tem depositada a minha esperança no futuro.

Foi um belo feriado…

__

Oferta do nosso amigo jrrc

5 thoughts on “Um belo feriado”

  1. O jrrc é um tal forreta! 5 euros é algum dinheiro para a grande obra da Igreja? A última vez que estive numa missa, a um Domingo, só os probretanas deram 50 euros, pois quase toda a gente estendeu uma notita de 100 e um ou outro velhote entendeu dar 200, talvez julgasse comprar um lugar melhorzinho no paraíso. Eu nada dei, por não ser freguês, mas comentei com a minha mulher que o lugar de pároco daquela comunidade devia ser mais regalado que o tão invejado lugar de deputado.

  2. Belíssimo feriado!!!…….sem dúvida corpo de deus… ;)

    e ainda…Corpo do Deus incógnito e tão manifesto…tão quotidiano…

  3. “comemoração mais célebre e solene do Sacramento memorial da Missa” (Urbano IV) recebeu várias denominações ao longo dos séculos: festa do Santíssimo Corpo de Nosso Senhor Jesus Cristo; festa da Eucaristia; festa do Corpo de Cristo. Hoje denomina-se solenidade do Corpo e Sangue de Cristo”

    Porra! continuo sem saber porque é que foi feriado.

  4. Ninguém se admira que haja uma igreja onde os paroquianos dão 50, 100, 200 euros de esmola aos Domingos?
    Isto sim, isto é que é admirável. Ou preocupante.
    Talvez pensem que estou a mentir.
    Mas é verdade, vi com os meus olhos as notas de 50 e 100 euros encherem a cesta que ia passando pelas filas de bancos. E a igreja estava cheia, tanto que umas 20 pessoas tiveram que assistir a missa na sacristia por falta de lugar na nave. E porque a abertura entre a nave e a sacristia era pequena, o que impedia esses 20 paroquianos de acompanhar devidamente o que se passava junto ao altar, o previdente pároco tinha mandado instalar na sacristia um LCD de trinta e muitas polegadas que mostrava a cerimónia em tempo real.

    Depois digam que Portugal não está evoluído.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.