Tipo assim

Sou um viciado em linguagem da plebe. Da plebe culta, esclareço, aquela onde mais acontece roçar-me. Assim tipo… Atenção, isto não anuncia nada. «Assim tipo» é já linguagem da plebe que se cultiva.

É assim. Um gajo senta-se incógnito, à escuta, junto a uma mesa com umas… Como? Eu escrevi «É assim»? Não posso crer, isto nunca me aconteceu. Como? Escrevi também «Não posso crer»? Bom, senhores. Esqueçam. Eu não disse nada. Tchauzinho e até mais.

Tá vendo?

15 thoughts on “Tipo assim”

  1. Eu nem me acredito neste post! Boa tentativa, caro fv, mas um gajo para escrever tipo assim nunca esta’ “‘a
    escuta, junto a uma mesa”Eu nem me acredito neste post! Boa tentativa, caro fv, mas um gajo para escrever tipo assim nunca esta’ “‘a
    escuta, junto a uma mesa”< o que ele ele esta' e' "a ouvir ao pe' duma mesa". Ah e "tchauzinho" pertence a outra categoria muito diferente. beijinhos! (devia ser um abrac,o mas beijinhos e' mais giro). (este gajo faz-se )

  2. (o weblog comeu o resto do meu comentario que rezava mais ou menos assim:)

    Eu nem me acredito neste post! Boa tentativa, caro fv, mas um gajo para escrever tipo assim nunca esta’ “‘a
    escuta, junto a uma mesa” , esta’ “a ouvir ao pe’ de uma mesa”. E o tchauzinho pertence a outra categoria.

    e tambem mandei beijinhos (comentarios requentados nao sao nada a mesma coisa)

  3. Catarina,

    Que bom reconhecerem-nos as… as tentativas.

    Vejo, sim, que não distingues a linguagem proletária culta da linguagem do, digamos, narrador, mais formal, há-de compreender-se.

    Mas os beijinhos chegaram inteiros.

  4. Um homem fica menente com a arressaca que por aqui vai. Tenham tarelo, senhores. Ou não petiscam nada de ironia?
    DS

  5. Sempre é bom recordar, fv.
    Há aqui uma alma benevolente que me diga onde possa encontrar uma casa no Porto na qual me carreguem um tinteiro ML-2010?
    Podem escrever para o meu e-mail: claudiarodriguesfr@gmail.com
    P.S.- Nem na Worten, nem no Office Center, nem na Vobis, nem na Rádio Popular, me souberam informar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.