6 thoughts on “Entretanto, lá para as bandas do PP…”

  1. Luís,
    Viu, por acaso, as imagens que passaram na TV, quando o deputado Telmo Correia se inflamava contra o ministro dos Negócios Estrangeiros? Aquelas em que os deputados do PP, designadamente Paulo Portas, pareciam criancinhas travessas de jardim escola rindo das pilhérias que iam sendo ditas? Que coisa confrangedora…

  2. Podes-te gabar, de que fizeste a maior borracheira de que a estupidez lusitana se pode gloriar. Alguns como tu quando contrariados atribuem-no à estupidez e à “incultura” do povo.

    Vocês, com a vossa arrogância, pensam que os outros são uns mentecaptos sublimes no meio de vós que vêm o mundo como ele é. Indícios de desequilíbrio mental no Aspirina B.

  3. Podes-te gabar, de que fizeste a maior borracheira de que a estupidez lusitana se pode gloriar. Alguns como tu quando contrariados atribuem-no à estupidez e à “incultura” do povo.

    Vocês, com a vossa arrogância, pensam que os outros são uns mentecaptos sublimes no meio de vós que vêm o mundo como ele é. Indícios de desequilíbrio mental no Aspirina B.

  4. Certamente a “Banda da Hortaliça” sempre encantava pela forma simples e original que os seus instrumentos soam, já em relação á opereta é mais uma movimentação de poder entre si.
    Belo texto Luis. Parabens

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.