Diálogos presidenciais

bookfrenchmedium.jpg
– Você não é um homem dialogante.
– Eu sou uma pessoa que toda a gente diz que é de palavra.
– Você não é simpático: todos os meus amigos europeus o dizem.
– Já li muitas memórias de líderes, em que eles escrevem que eu sou o máximo.
– Você só sabe de aritmética.
– Eu tenho um sinal que, a uma determinada luz, me dá muito charme.
– Você recusa-se a falar do futuro.
– Você só quer falar do passado.

5 thoughts on “Diálogos presidenciais”

  1. As pessoas têm pegado muito nessa dicotomia do «Você» vs. «Eu» (tão bem ilustrada neste teu diálogo) para criticar Soares. Pois eu acho que esta é mesmo a única estratégia que ele poderia adoptar (para mais tendo em contra que o menino do pão-de-ló é visto como o vencedor antecipado): uma candidatura «contra» Cavaco, continua a ser, pelo menos para mim, um excelente ponto de partida para qualquer candidatura. E ontem, no debate, Soares demonstrou mais do que uma vez que não lhe faltam pontos de chegada…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.