Bem-hajas, Sócrates

Sócrates era fácil de esquecer. Mas a obra que deixou lixa tudo. Reparem como se atiram raivosamente ao Magalhães, às Novas Oportunidades, ao Simplex, à recuperação do parque escolar, ao plano tecnológico, ao inglês na primária, ao investimento sem paralelo na investigaçâo cientifica, às energias renováveis, ao redimensionamento da rede escolar, ao fecho das falsas urgências, à avaliação dos docentes, ao rigor nas entradas e saídas do pessoal médico nos hospitais, à aposta nas exportações, diversificando os mercados (por levar as empresas portuguesas também à Libia e à Venezuela, já é amigo de fascistas!!!).

É tudo isto que não suportam! Sócrates, o PM empreendedor! Com esta não contava a direita, que só via no PS “figuras de retórica”, gente prenha de ideologia e cultura mas vazia de iniciativa e rasgo empreendedor. Saiu-lhes um Sócrates cheio de genica que, apesar de perseguido cruelmente desde o primeiro dia do seu governo, por magistrados sem escrúpulos, em conluio com policias, políticos, jornalistas e poder económico, fez uma obra inigualável desde que temos democracia.

E ainda ficaram as 27 perguntas que a justiça lhe queria fazer (!!!) sobre um Freeport alimentado até ao último dia da sua governação, no qual os abutres não encontraram um pintelho por onde o pudessem comer, depois de gastarem rios de dinheiro a investigar uma tramóia criada à mesa de um café por aqueles que toda a gente sabe. Mas os magistrados não quiseram saber e ainda ficaram 27 perguntas por fazer!

Odeiam Sócrates, porque também têm medo de verem no espelho, gravadas na testa, todas as pulhices que lhe fizeram. A sua consciencia pesada não lhes permite esquecer Sócrates.

Gastador? No principio de 2009 o défice era de 2,9. A crise internacional salvou os filhos da pulhice!!!

*

Muito bem Mário. Também tenho um Mário cá em casa que pensa como tu.

De facto a obra de Sócrates vai ficar na História. Mas o Mário esqueceu-se de lembrar a criação da rede de Cuidados Continuados Integrados, criada em Junho de 2006 e, que desde então, não tem parado de crescer. O projecto é para estar concluído em 2013, ou seja até essa data, esta rede irá cobrir todo o território nacional.

Sou enfermeira e estive durante 3 anos a trabalhar numa EGA e dou valor a este trabalho desenvolvido pelo Governo de Sócrates, com uma grande visão de futuro. Esta rede veio dar resposta a muitas solicitações de cuidados de saúde, essencialmente dos mais desfavorecidos. Hoje existe uma resposta igual para todos. Ainda por cima esta rede criou muito emprego.

Bem-hajas Sócrates.

__

Ofertas do nosso amigo Mário e da nossa amiga elisabete

36 thoughts on “Bem-hajas, Sócrates”

  1. Penso que não se deve continuar a malhar no mesmo…
    tempos agora são de resistencia
    como dias proximos mais confirmarão…
    Todo o mundo vai entender como era enorme
    o odio, respeito, medo, da direita e esquerda conservadora a JSocrates
    e como isso
    mostra a sua grandeza
    estamos no pós Socrates
    o BE e PCP foram desalojados da santa aliança com direita economica revanchista
    agora no poder
    vamos aguentar ate ver como eles se dividem,
    de um lado e de outro
    porque objectivamente foi PC /BE quem os pôs no poder
    abraço amigo

  2. Do que ele fez não tenho o mínimo medo mas orgulho, e sempre terei a grata recordação do que foi o nosso MELHOR PRIMEIRO DE SEMPRE.
    O único com uma visão completa do país real,não a dos sacanas das redações com os recados encomendados.
    Tenho medo é do que estes sacanas emproados andam a preparar para destruir.
    Já existem alguns sinais, daí haver necessidade de uma presença FORTE Parlamentar para saber como os encostar à parede e impedir tudo o que lhes foi encomendado pelos lobis que levaram esta malta ao poder (belmiros,o do pingo,os melos que mamaram até agora e estiveram a trabalhar dos “dois lados”,o gajo dos pinteilhos, os crespos espalhados estratégicamente ,as marias joão avilez -ilustres representantes da balofiçe do bago,o carrapatoso-faz-me lembrar chatos,o moniz que está a trabalhar nos dois lados do tabuleiro,aliás quando os ratos abandonam o barco é porque aquela m.rda já foi ao fundo,por isso saíram da rtp para a tvi,e muitas outras).
    Travessia do deserto é uma coisa, tempestades de areia para escamotear o que aí vem , é outra coisa…….

  3. eu tamém agradeço ao sócrates ter-me apresentado as financeiras, os hospitais eficientes, o buraco financeiro e a educação do manel pinho. sem mais.

  4. Sinhã, tenho o meu próprio blog para escrever as minhas “cartinhas. Vim aqui na peugada de um amigo comum (com o Val). Fui espreitando o Aspirina e deliciando-me com textos magnificos do Valupi. Não faço a minima ideia quem ele seja, embora tivesse a oportunidade de saber muito sobre ele.
    “Quem vê caras, não vê corações”, diz o povo. Os textos do Val permitiram-me olhar o homem por dentro. E onde quer que eu encontre alguém que desmascare a pulhice, estarei com ele. Já passei bem dos sessenta e nunca tinha visto uma acampanha tâo orquestrada e negra, levada a cabo pelas forças e vivas ou mortas deste país, desde a presidencia da república ao mero policia que executa as escutas para devassar a vida privada do PM de Portugal.
    Todas os limites foram ultrapassados e “ninguém fez nada”. Esta última frase, referindo situações concretas e degradantes, foi “martelada” pelo PSTJ, Noronha de Nascimento, no passado dia 3 de Junho. Naturalmente, ignorada por todos os “media” da pulhice instalada.
    Não me perturbam o contraditório, o sentimento e a opinião diferente. Nâo suporto, isso não, a besta da calúnia. E afasto-me de quem pactua com ela.

  5. ouve, Mário, eu não critiquei negativamente nem os afilhados nem o padrinho – até acho piada a esta troca de galhardetes que acabam, sem obviamente começar, por ser um reforço positivo e uma valorização. não zanga.:-)

  6. Bem ajam meus amados e dilectos fiéis. A vossa insistência na verdade absoluta e na defesa intransigente e contumaz dos dogmas deixa-me de coração cheio e vontade de regressar quanto antes. Não fora esse bando de Ranhosos que foram manipulados e, quase de certeza drogados, eu ainda por ai estaria entre vós.

    Mas o nosso projecto da Basílica ao SS-Santo Sócrates vai tornar este calvário em provação libertadora. Tenhais fé meus irmãos.

    Desconhecia que pudesse ser tão forte e generosa a vossa fé quase cega. Qualidades que me emocionam e “tornam isto mais difícil”. Não vos desiludirei meu rebanho.

    Uma dúvida me atormenta estes dias de reclusão forçada e tormentosa tristeza pela injustiça de que fui vítima – nunca alguém que tudo deu e que tão competentemente se entregou; como foi possível o meu rebanho ter diminuído em 1 milhão de lanídeos? O que lhe fiz eu de mal, meu Pai? Será que eu cometi algum erro, omissão, inacção, lentidão, favorecimento, falsidade, ficção, ilusão, embuste, falácia, engano, patranha, calúnia, negligência, incompetência, falsificação, encenação, deformação, negação, invenção, falsidade (acho que já tinha dito esta) ou mentira?

    É que depois destes 6 curtos anos, após introspecções exigentes, não me recordo de qualquer destes pecadilhos, nem de vestir roupas modestas, e o Espírito Santo é minha testemunha!

    Ajudem-me meus queridos e não escondam de mim a verdade.

    ADORO-VOS

  7. Meu caro “Adoro-vos”,
    O que correu mal foi a manipulação nojenta da Comunicação Social que formatou a mente dos Borregos Ignorantes e serviu cumplicemente os propósitos dos Filhos da Puta Ladrões (desculpa não ter ainda percebido em qual das classes estás enquadrado ). Grande asfixia democrática, até gozam com o pessoal.
    Não deve valer a pena, mas dou-te uma dica:
    Vê o documentário “The Century of the Self” e vai mandar os teus bitaites de merda para os pasquins (Belmiro, Balsemão & Cia) online. Os meus não publicam eles, mas a tua verborreia tem lá assento com toda a certeza.

  8. Amado Vieira, não te esgotes com Filhos da Puta Ladrões, não dês cavaco (abrenuncio) aos borregos Ignorantes, nem voltes a ler/ver a imunda e venenosa comunicação social, que podes ser formatado, mesmo sem querer – eles usam técnicas muito sofisticadas de controlo mental e asfixia xuxial. Nem mesmo a minha avançada equipa de propaganda conseguia chegar tão longe. EStou surpreendido com esta técnica tão potente.

    Para ti meu fiel de fígado azedo e ressabiado, aconselho-te uma cura de águas no Gerês e uma caverna por ali perto. Naqueles ares e longe dos Ranhosos poderás também estudar Filosofia, evacuar a raiva e purgar a mente de tanto ódio. Eu, como sabes, vou fazer um retiro, mas em paris. Não tenho orçamento para ti, nem para o milhão e meio que me confiou a sua oração, mas olha que o Gerês permite uma ascensão mais pura e mais em conta.

    Só não consigo perceber, como conseguiram eles manipular e formatar três milhões e meio de ranhosos, que votaram noutras confissões políticas?

    Se descobrires a resposta nas tuas viagens Filosóficas transmontanas, manda-me uma carta. Agradecia

    ADORO-VOS

  9. Por acaso este adoro-vos até chega a ter piada.
    Pena é que seja mais um dos cobardolas que escreve muito mas sem dar a cara nem um nome que possa mostrar a cara.
    No mais sendo repetitivo como o diabo, faz-me rir.
    Esperam-se insultos , é claro.

  10. Então? Fugiu-te poeticamente o pézinho p’ra chinela?
    Vou-te fazer um elogio: Não pareces ser um Borrego Ignorante.
    Portanto, só nos resta estar de acordo quanto à segunda opção.
    E já agora, ó Filho da Puta, fica confirmada a verborreia. É que, falas, falas,…e só sai merda ácida dessa cloaca imunda, espero que não sejas professor.
    Enfim, no fundo, bem no fundo dessa tua alminha asquerosa e ressabiada, tenho a certezinha absoluta de que sabes perfeitamente do que estou a falar, ó Lacaio-dos-Oligarcas. Espero que estejas a facturar algum com isto, senão a coisa torna-se ainda mais patética.
    E Last but not least, ao contrário da mariahenriques, não te acho piadinha nenhuma e estou-me cagando para o teu verdadeiro nome. Por mim, estás rebaptizado!

  11. oh bem ajam! não desperdices talento nem recursos que entretanto a santa aliança vai ter que reforçar os lugares e os horários de culto por causa da eucaristia da vida

  12. ” E Last but not least, ao contrário da mariahenriques, não te acho piadinha nenhuma e estou-me cagando para o teu verdadeiro nome. Por mim, estás rebaptizado!”

    – Áparte a liberdade que sinto para achar uma certa graça aos que alguns cretinos escrevem , concordo , subscrevo e assino por baixo com o que foi escrito acima.

    Maria**

  13. Governar para o presente , qualquer politico é capaz . Governar para o presente e ao mesmo tempo para o futuro ,muito poucos o conseguem .

    Hoje , é bem visível a ausencia de politicas estruturantes nas governações anteriores ,por incapacidade politica para combater corporativismos balofos ,para ir contra o clientelismo , para ” cortar a direito ” , para colocar o interesse colectivo à frente do particular.
    Todos os governos anteriores sabiam o que deveria ser feito para que Portugal singrasse ,mas nenhum dos seus chefes teve capacidade para tal .

    O Primeiro Ministro José Sócrates foi o único que mostrou vontade e força politica para chefiar uma governação capaz de dar a tal volta que invertesse o plano inclinado , que percorremos há demasiado tempo . Não conseguiu terminar o seu tempo normal de governação e qualquer analista descomprometido fácilmente percebe porquê : numa UE ainda a gatinhar e Portugal com um gatinhar ainda mais atrasado ,integrado nessa UE , apanhados numa tempestade global que a generalidade dos humanos normais nem em sonhos previu , já seria muito dificil conduzir o navio nesta tormenta , mas se juntarmos a tudo isto ” as guerrilhas e rasteiras partidárias ” ,também elas antiquíssimas em Portugal ,possívelmente nos tempos que correm mais sofisticadas e que prevejo ,para infortunio de todos nós ,não terminem tão cedo …. tudo normal ,portanto ! Antes fosse ,mas não é e convém que nos consciencializemos disso .

    Não tenho filiação partidária ,nunca tive , mas votei PS nas últimas eleições .

    Pela minha análise de tudo o que se tem passado neste Portugal de Abril , continuo a acreditar , José Sócrates foi o nosso melhor Primeiro Ministro . Os resultados muito positivos da sua governação , em muito superam os negativos ,são hoje bem visíveis ,para quem queira ver e sê-lo-ão muito mais em futuro breve ,assim o espero . ( como hoje é fácil de ver o que deveria ter sido feito de há uns anos para cá e não foi ,daqui a uns anos cá estaremos para ver ” com olhos de ver “, o impulso de mudança de paradigma de desenvolvimento ,a todos os níveis , da governação Sócrates ) .

    Por mais que tente , não consigo compreender o despeito ,a irracionalidade de análise ,o desprezo , o ódio até ,que algumas pessoas tidas como inteligentes e que são élites ( António Barreto ,MM Carrilho,MF Leite ,Catroga , Filomena Mónica etc,etc ) demonstram por e a José Sócrates ! Essas pessoas , a quem tem sido dada demasiada visibilidade publica , sem que eu perceba porquê ,é a minha opinião , mas quanto mais não seja por essa mesma visibilidade , será que não percebem o mal que têm feito ao País ? Será que não têm amigos ,familiares , conselheiros ,será que só ouvem os yes men ? Será que nunca ninguém lhes disse que deitar abaixo ,destruir ,dizer mal por dizer ,destilar ódio são qualidades , que não nos conduzem a nada de bom ? Será que não percebem que sofrem de um grande complexo de inferioridade ? Será que ninguém lhes diz isto ?

    Mas o que é que propõem ,como fariam diferente e melhor ?

    Que diabo ,sou um critico por natureza ,sempre fui e quero continuar a ser e longe de mim coartar a capacidade de critica a quem quer que seja , mas nunca critiquei destruindo ,deitando abaixo ,sendo mal educado ,por vezes. Em toda a minha vida sempre tive muito cuidado com as minhas intervenções publicas e algumas tive e em momentos muito complicados da implantação da nossa vida democrática ,mas sempre pela positiva ,com sentido pedagógico . ( imaginem que a generalidade ,repito a generalidade dos Capitães de Abril , naqueles anos do PREC ,tivessem ido na onda do ódio ,da vingança ,se não tivessem tido cabeça fria ,muita paciencia ,bom senso . Já imaginaram o que poderia ter acontecido ? Pois é o que peço àqueles comentadores ,que façam análises com todos os enquadramentos da realidade , a começar pelos antecedentes , com a cabeça fria , com sentido pedagógico , com elevação ) .

    José Sócrates tem demonstrado ser um Politico Superior ( ” senhores bota-abaixo ” ,afastem-se um pouco ,metam umas férias ,recolham-se e analisem muito bem todo o comportamento de José Sócrates nestes últimos anos ; analisem tudo e,sendo pessoas bem formadas e eu ainda quero acreditar que o sejam , não tenho dúvidas que concluírão que ele é diferente de todos os outros que nos governaram nos últimos anos , mas muito melhor e que muitas das criticas ,que lhe fazem , não têm razão de ser ) .

    Também eu digo ,bem haja Sócrates por tudo o que de positivo e é muito , nos deixaste .

  14. No problemo!
    Também estava a tentar ter piada. XD
    Mas enfim, eu não venho aqui para dar cabo do ganha-pão a ninguém. No entanto, estes Carlos Alberto Amorim com a sua pesporrencia retórica bacoca provocam-me comichão nas palmas das mãos, porque eles sabem que eu sei, que eles sabem que eu sei, und so weiter, o que andam aqui a fazer e como são pagos.
    Só não consigo descobrir onde fica o Centro de Clonagem. Será nas caves húmidadas do Edifício Impresa?

  15. “Não há exemplo de alguém ter feito tanta coisa mal feita em tão pouco tempo” – assim se referiu Belmiro de Azevedo a José Sócrates, cuja actuação, sublinhou o empresário, não foi a de um primeiro-ministro, mas de chefe de um grupo. Estas palavras, transpostas do Governo para o PS, são a exacta análise política do que aconteceu ao longo dos últimos anos e que agora está à vista. Sócrates serviu-se do PS para os seus interesses – para manter o seu poder pessoal – e, quando o perdeu, despediu-se com um lacónico “Adoro-vos” – um final que nem os mais criativos argumentistas de comédias de televisão imaginariam. Olha-se agora para o PS e vê-se um partido sem liderança, sem programa, com uma ideologia apenas residual e com um número reduzido de interessados em tentar resolver o problema. Sócrates na realidade secou tudo à sua volta, foi um parasita que se alimentou do aparelho, estiolando-o. Usou os seus amigos, os seus fiéis, para manter a máquina em respeito, usou o Estado para distribuir benesses a um nível que provavelmente ainda nem imaginamos. Fez tudo isto num metódico plano de tomada de poder que no início contou com a cumplicidade actuante do então Presidente da República, Jorge Sampaio, que manobrou a evolução política de forma a só convocar eleições quando Sócrates e o PS já se sentiam com condições para vencerem. Por isso, na hora da despedida, convém recordar que a incompetência de que Sócrates deu mostras como primeiro-ministro tem origem no golpe palaciano que Jorge Sampaio montou enquanto Presidente da República, depois da saída de Durão Barroso, em Junho de 2004. Esta é também uma parte de tudo o que aconteceu e que a História um dia estudará. O derradeiro episódio do estilo Sócrates aconteceu terça-feira, quando finalmente o Ministério das Finanças anunciou oficialmente as medidas constantes do acordo com a troika, que prudentemente mantivera a recato durante a campanha eleitoral.

    Manuel Falcão JN

  16. O resultado das eleições mostra algumas alterações curiosas na demografia eleitoral – em primeiro lugar mostra a nível nacional uma clara maioria de centro-direita, com sinais de que uma parte deste reforço veio do segmento dos votantes mais novos – aqueles que já chegaram à idade adulta no início deste ciclo de poder do PS – e que o repudiaram. Por outro lado, mostra que pouco mais de um ano depois das autárquicas, a maioria da cidade de Lisboa vota agora no PSD e PP – e está por saber se este resultado não mostra, também, como nas autárquicas, que parte do PSD se absteve ou fez contra-vapor ou, até, optou por votar António Costa em vez de Santana Lopes – aliás a realidade é que a Distrital de Lisboa do PSD pouco se empenhou nessas eleições locais. Não há-de ser por acaso que o maior reforço de deputados do PP se deu em Lisboa precisamente – foi a reacção natural de muitos eleitores à escolha de Fernando Nobre para liderar a lista do PSD, o que também é outro dado curioso. Se é verdade que Passos Coelho conseguiu derrotar Sócrates, também é verdade – e deve ser salientado – que o fez com um programa de claro posicionamento mais à direita, contribuindo para separar as águas. Mesmo assim, ganhou – o que quer dizer, talvez, que também alguma coisa está a mudar no País. A análise de algumas sondagens pré-eleitorais permitia já perceber que a esquerda estava a reter o voto dos mais idosos e conservadores, que ainda vivem segundo os dogmas criados em 1974 – enquanto ao centro-direita surgiam eleitores mais novos e mais abertos a mudanças. É muito interessante ver, a este nível, que o PP em 2005 elegeu 12 deputados e, agora, elegeu 24 – duplicou a sua representação parlamentar em meia dúzia de anos. Toda esta situação é nova em Portugal e representa um desafio adicional para os dirigentes políticos que em breve irão governar o País. As condições estão criadas para a coisa correr bem. Esperemos que haja o bom senso de não estragar o que a votação criou.

    Manuel Falcao JN

  17. Um dos erros que aponto a Sócrates é o de ter deixado o Hiper-merceeiro desbaratar o que sobrava de Tróia. Um burgesso que retira do Estado todas as benesses que consegue e depois vai pagar os impostos na Holanda não me merece consideração.
    Como o miserável não conseguiu fazer o que queria do Sócrates, juntou-se ao resto da oligarquia, programaram as putas da comunicação social, lá conseguiram dar a volta a um povinho que ainda hoje se deslumbra com quem é rico. Foi fácil.
    É evidente que o Belmiro tinha que dizer mal, duh!
    Para mim é assim: Se o Belmiro e o Balsemão estiverem mal, só pode ser bom para o País.
    Logo veremos.

  18. Amado Vieira, o teu coração está a transbordar de ressentimento e injúrias espúrias. Inspira-te no meu exemplo, toma a minha palavra e o meu espírito santo: “o meu coração está preenchido. Não há nele outro sentimento que não seja amor ao meu País, amor aos meus compatriotas. E gratidão.”.

    Tens de fazer um tratamento de urgência ao teu fígado e à tua massa encefálica rosadinha e, se não fores lesto, muito lesto, ainda te pode rebentar a cloaca inside of you (gostaste do meu inglês técnico? Estou a melhorar, não estou). Aliás, já manifestas sinais de emergência. Não te deixes enganar por esses provocadores Ranhosos, meu filho e fervoroso fiel porque a tua saúde está primeiro.

    Não te esqueças da pergunta importante que te fiz, porque dessa filosófica demanda depende uma parte do nosso futuro radioso: Só não consigo perceber como conseguiram eles manipular e formatar três milhões e meio de ranhosos, que votaram noutras confissões políticas? Se descobrires a resposta nas tuas viagens Filosóficas transmontanas, manda-me uma carta, mail, sms, twitt, Face, Hi5, o que quiseres. estaremos sempre em contacto. Agradecia

    ADORO-VOS e encham o vosso coração de amor e gratidão

  19. Este país está cheio de “adoro-vos” hipócritas e ignorantes que infestam a terrinha de servos dos senhores patrões que eles adoram e servem sem condições, como os Belmiros e Balsemões de trazer por casa – e mais não digo, para não me sujar mais com cagalhões mentais como este!

  20. Amado torres, irmão, tens de seguir o amor do coração e enchê-lo de gratidão e respeito. Andas há demasiado tempo entre trampas e cagalhões e talvez por isso já te seja difícil distinguir a tua própria essência e luz. Perdeste as referências e as raízes e olhas-te como um demais cagalhão. Talvez mesmo a identidade. E isso é perigoso e deixa-te exposto e vulnerável aos ranhosos.

    Não te enganes e liberta-te desse ressentimento contra os que materialmente mais possuem e deixa por isso de te veres como servo. Apenas o posso consentir se a fé te orientar para a nossa luz.

    Prometo que na nossa futura Basílica de adoração ao SS-Santo Sócrates, vai ser construída com carácter de urgência, uma clínica para recuperação para almas penadas sofredoras e em crise de identidade.

    Não desesperes e aceita o perdão

    ADORO-VOS

  21. Olha,… o Filho da Puta voltou!
    Aqui para nós que ninguém nos ouve, ó clone do Carlos Abreu Amorim: Quanto andas a arrecadar por cada post?
    Ganhas mais pelo estilo poético, ou és pago pela quantidade de caracteres que vomitas?
    Vá lá, sabes do que estou a falar, não sabes? Um lacaio tão dedicado como tu deve conseguir sacar uns belos óiros ao hiper-merceeiro, não?
    Finalmente vais conseguir pagar os créditos em que estás enterrado, ou quê?
    Hã? Com um vale de compras do Continente?
    …e um de desconto de 6cts/l na Gazosa?
    Só?
    Com essa trabalheira toda que tens tido?
    E as câimbras nas falanges?
    FILHO DA PUTA LADRÃO!
    Eu não te disse?
    Não se pode confiar nesses gajos.
    Pois é, mas agora não está cá o Sócras para te defender. Aguenta!
    Espero que tenhas muita elasticidade no Arschloch (alemão técnico).
    Coragem, irmão!

    And I love you too, babe (mais Inglês técnico, LOL. Ahhh,… chega,… dás cabo de mim LOL)

  22. E agora, vou fazer óó.
    Vou ter o resto do fim-de-semana para brincar contigo, tá?
    E para responder à tua santa demanda (senão nunca mais te calas…, seu doido):
    48 anos de Burgesso-mor de Santa Comba não te dão uma pista sobre a tendência que este povinho tem para virar à direita?
    Mesmo só contando a partir da entrada do guito da UE, quantos anos de maioria absoluta do PSD?
    …do PS?
    E a culpa é do Sócras?

    Pronto, agora chega. Amanhã brincamos mais.

    Beijinhos e toma lá mais Inglês técnico:
    Up Yours!

  23. Adorada irmã mh, vejo-te muito oscilante e indecisa sobre o verdadeiro rumo e óbvias crenças que deves aceitar na tua vida, professando ora a poética luz do sorriso ora sendo influenciada pelas dúvidas de fiéis transtornados e patologicamente agarrados à vingança troglodita.

    Não olhes para trás e enche o coração de certezas e alegria com a minha palavra espiritual: “o meu coração está preenchido. Não há nele outro sentimento que não seja amor ao meu País, amor aos meus compatriotas. E gratidão.”.

    Sinto que que tens de ser mais persistente nas leituras do meu livro sagrado e as eucaristias seculares que tens de frequentar diariamente, aqui no aspirina b pelo vigário-mor Valupetas (também pode ser no camara corporativa, jugular, ou qualquer outro onde a minha palavra se mantenha viva). De outro modo, a dúvida e o desencanto vão assolar-te a alma e perder-te-ás nos caminhos da ilusão e ressentimento.

    Que a minha luz te guie os dias e a esperança no futuro

    ADORO-VOS

  24. Que a minha luz te guie os dias e a esperança no futuro

    “Entre a aridez das pedras e a verdura dos pinhais, o interior do País pode ser uma metáfora de Portugal inteiro.”

    falta de testículos, cavacus 138:7

  25. “E até não sei se a certa altura não é bom haver seis meses sem democracia, mete-se tudo na ordem e depois então venha a democracia”.

    bué de testículos, salmonelas 2009

  26. “Eu e a minha mulher, antes de eu estar nesta posição, quando éramos apenas professores, não tínhamos as nossas poupanças debaixo do colchão, nem tão pouco no estrangeiro. E agora também não. Entregámos as nossas poupanças a quatro bancos, incluindo o BPN, para eles gerirem as nossas poupanças. Esperávamos que eles gerissem as poupanças bem, que conseguissem um bom rendimento. Infelizmente estamos a perder muito, muito dinheiro. Boa parte das nossas poupanças estão desaparecidas”.

    do milagre do desaparecimento dos rosas

  27. ADORO-VOS … não sejas tão susceptível mariahenriques
    Jun 12th, 2011 at 13:12

    “Adorada irmã mh, vejo-te muito oscilante e indecisa sobre o verdadeiro rumo e óbvias crenças que deves aceitar na tua vida, professando ora a poética luz do sorriso ora sendo influenciada pelas dúvidas de fiéis transtornados e patologicamente agarrados à vingança troglodita.”

    Pronto.Estragaste tudo com este poste. Agora já sei quem tu és ;) questões de estilo atraiçoam sempre os anonimatos. Perdeste a graça toda.

  28. isabel de aragão
    Jun 12th, 2011 at 13:49
    “Eu e a minha mulher, antes de eu estar nesta posição, quando éramos apenas professores, não tínhamos as nossas poupanças debaixo do colchão, nem tão pouco no estrangeiro.
    do milagre do desaparecimento dos rosas

    -Tenho a impressão de que foi mais o milagre do assalto ao BPN a 140% ;)

  29. E agora, a grande vencedora do concurso A PERGUNTA MAIS ESTÚPIDA DO SÉCULO:

    «Como conseguiram eles manipular e formatar três milhões de ranhosos (Nota do Júri: adjetivo usado aqui pelo talentoso Auctor como heterónimo para “pobres-de-espírito”), que votaram noutras confissões políticas»?

    O grande vencedor, que vive há trinta e nove anos (mais IVA) nas Ilhas Faroé, vai ser contemplado com os exemplares completos das últimas setecentas e trinta e uma edições dos diários e semanários portugueses “Correio da Manhã”, “Publico”, “i” (enfim, neste caso serão menos algumas), “Expresso”, “Sol”, “Diário da Madeira” (ou similar), “Destak”, “Metro” e “Avante!”, mais umas quantas bobinas, cassetes, CD-ROM’s e DVD’s, com para cima de dez mil horas de emissão da TVi, SIC e suas afiliadas, RR e outras chafaricas congéneres, nos últimos dois anos, com grande destaque para os programas de “informação” e “análise” política.

    Todo o material permite busca seletiva, com base em entradas cuidadosamente selecionadas como “Sócrates”, “aldrabão”, “Fripor”, “Oculta”, “Crespo”, “Moura Guedes”, “Cabritas”, “Vara”, “Baixo Vouga”, “mentiroso” e “hitler”.

    Felicidades e concorra sempre aos nossos concursos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.