A deusa em Monte Gordo

IngridBergman.jpg

Paulo Moura é, decididamente, um grande talento da história breve. Uma delícia, lê-lo ao domingo
no Público. Hoje, o episódio leva-nos ao algarvio Monte Gordo (que ele grafa estranhamente «Montegordo»), em 1963, quando Ingrid Bergman aí apareceu em biquíni e foi multada pelo
cabo-de-mar.

Há – há sempre, num grande escritor – alguma efabulação à mistura. Há, também, algum exagero nas cores negras do Portugal da época. Paulo Moura nunca o conheceu, e só o entende como tragédia da manhã à noite.

Mas é um raro prazer lê-lo. Ao magnífico criador de cenários.

2 thoughts on “A deusa em Monte Gordo”

  1. Fernando Venâncio:

    No poste do João Pedro Costa «Quem é aquela mulé» (publicado no dia 24 de Julho de 2007, 12: 04), pode ler-se: “…a última Assembleia Geral do Aspirina B teve lugar na piscina da Soledade (marcaram presença o Valupi, o Fernando, a Susana, a Soledade e mais uma centena de heterónimos muito giros que falaram todos da mesma maneira e que diziam todos muito bem uns dos outros”.
    Em comentário ao referido poste, Valupi coloca esta pergunta: “Primito, quando é que voltamos à piscina da Soledade?”
    Como sempre, a falta de educação e a provocação, são o lema do “Aspirina B”!
    Todavia, resolvi responder (embora, em consciência, não devesse fazê-lo…). Informo, todavia, que não vão ter “nova” reunião – porque nunca houve nenhuma. Na minha piscina só recebo os amigos e, no vosso caso, tenho o prazer de não conhecer nenhum de vocês.
    Mas guardo uma surpresa para si (e colegas). Trata-se de um convite. Irrecusável! (Embora a “casa” precise de mais uns “toques”, mas serve – principalmente para os “aspirínicos”).
    A morada é a seguinte: sarrabal.blogs.sapo.pt – fico à espera da vossa visita. Espero que não faltem…

    PS. Não reparem na data do poste. Motivos particulares obrigaram-me a colocá-lo dois dias antes do previsto: dia 1 de Agosto (como havia prometido, recordam-se?)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.