14 comentários a “Dos anais do génio político”

  1. este individuo não tem emenda.estava a espera, que o ex assessor do ministro do psd,que gostava de jogar golfe à custa do pagode e que foi acusado de roubar uma manta no avião,lhe dissesse que não concordava com a escolha dos tecnicos para o bes.!só um lirico.seguro anda a voar de “asa delta” mas contra o vento!

  2. O Stalinista,travestido de socialista,não voa.Viaja pela existência que a natureza,generosamente, lhe concede,mijando contra o vento usufruindo o prazer que as calças molhadas de mijo morno no contato com a pilosidade das pernas lhes dão.

    Pobre sujeito!(…)

  3. Este processo de disputa de poder entre os socialistas que tenho a alma mais parva do que a dos brasileiros durante o jogo com a Alemanha.
    Como é que uma pessoa tão obtusa , tão incapaz, tão inofensiva para os adversários ainda tem uns milhares de ps’s dispostos a morrer a seu lado?
    Se o PS não muda , mudo eu de PS.

  4. Gralha no meu post das 16.06…

    Desde que começou este processo de disputa de poder entre os socialistas que tenho a alma mais parva do que a dos brasileiros durante o jogo com a Alemanha.
    Como é que uma pessoa tão obtusa , tão incapaz, tão inofensiva para os adversários ainda tem uns milhares de ps’s dispostos a morrer a seu lado?
    Se o PS não muda , mudo eu de PS.

  5. atão e não há uma fuga de informação sobre contas da família do palhaço de boliqueime no privado da suíça. tou a vê-los, ficaram a arder, mas não podem chiar.

  6. É possível ser-se mais inepto do que o AJS? O tipo não acerta uma. Que tristeza, não me recordo de nenhum SG do PS, tão fraco e tão cobarde.

  7. “Seguro mais descansado com o BES, depois de conversa com Carlos Costa”

    se calhar o costa ainda lhe impingiu umas acções do aumento de capital.

  8. Sempre que os infortúnios do zapping me esfregam a figurinha empertigada e engomadinha do Totó Seguro na retina, provocando o inevitável suicídio/genocídio de milhares de cones e bastonetes inocentes e fornicando-me a acuidade visual, dois pensamentos me assaltam alternada e complementarmente as meninges:

    Pensamento 1: “Mas que idiota!”

    Pensamento 2: “Empata dum cabrão, não fode nem sai de cima!”

    E os seus deprimentes esforços para verbalizar as alegadas “ideias” que afirma ter e ninguém vê, semeados por constantes e confrangedores pontapés nas concordâncias, em sucessivos orgasmos de dislexia trapalhona, tornam ainda mais penoso o espectáculo da ridícula criatura.

    Parece um daqueles pensos baratuchos, que custam a descolar e nos deixam os dedos cheios de resíduos. Não há lavagens que os eliminem e só o tempo ou uma vigorosa esfregação com álcool nos libertam finalmente deles.

    Merda de adesivo, porra!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *