Vamos lá a saber

Qual o papel, se algum, dos círculos sociais ligados à Igreja Católica, e demais organizações ditas religiosas de dita fé cristã, na propagação do movimento anti-vacinas?

E se tal papel se confirmar, qual a posição que devemos exigir aos seus responsáveis máximos e locais?

.

8 comentários a “Vamos lá a saber”

  1. De onde é que vem ideia tão espatafúrdia?

    Se há alguma relação entre o crescimento do movimento anti-vacinas, moda americana como todas as outras, e o cristianismo, berço cultural do conhecimento científico, tem a ver com o declínio deste e a sua substituição por religiosidades new age, veganismo, animalismo, gatismo e afins.

  2. a haver será o de desinformar e desconstruir e atentar. estaremos, portanto, perante terroristas que será necessário caçar.

  3. não sei se o aspirina será frequentado por protestantes ( dos cristãos , que dos que protestam , até é :) ;) ) para poderem responder a isso. quanto a nós , não sei , talvez exigir-lhes que abram uma filial de salt lake city lá pró alentejo e não saiam de lá.

  4. Somos (?) +/- 10 000 000 de portugas.
    Não acreditam que no meio desta gente toda, há sempre uns “caramelos” que gostam de cagar sentenças?

    Só para vos ensaboar o juízo, meu rico Salazar.
    Lá na escola, tudo prá vacina a sul e prá bacina a norte e pouco barulho.

  5. “Humans can olfactorily detect blood-related kin.[12] Mothers can identify by body odor their biological children but not their stepchildren. Preadolescent children can olfactorily detect their full siblings but not half-siblings or step siblings and this might explain incest avoidance and the Westermarck effect.[13] Babies can recognize their mothers by smell and mothers, fathers and other relatives can identify a baby by smell.[3]” WikiPedia

    Vai po-caralho-ta-foda valerico de merda. aliás vão todos po caralho-vos-foda

  6. “MHC is expressed codominantly; a more diverse set of MHC genes leads to a stronger immune system.[8] It has been found that women prefer male partners with differing MHC genes from themselves. Numerous studies have provided additional confirmatory evidence showing MHC influences mate preference. It was found that females not using non hormonal contraceptives were more attracted to the scent of males with dissimilar MHCs. Additionally, females currently using hormonal contraceptives preferred the scent of men with MHCs similar to their own.[10] Research has also shown that the scent of an individual with low fluctuating asymmetry is universally more attractive.[11]” – Wikipedia

    gajedo, vacinem menos e tomem menos pílula. machos, antes de desposarem o gado, quarentena sem pílula para terem a certeza que tudo correrá bem.

  7. SE HÁ CHAMUÇAS É PORQUE HÁ CHAMUÇAS SE NÃO HÁ CHAMUÇAS É PORQUE NÃO HÁ CHAMUÇAS, SE HÁ SOLZINHO É PORQUE HÁ SOLZINHO SE NÃO HÁ É PORQUE NÃO HÁ, ORA (QUEM POSSA E SAIBA) DANCEM LÁ TODOS UM VIRA AO PAPA FRANCISQUINHO QUE O SOLZINHO DANÇARÁ DENTRO E FORA DE CONVENTOS POR MOMENTOS BEM FRESQUINHO.
    GENTE TOLA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *