10 thoughts on “Vamos lá a saber”

  1. o ti marcelo . ainda estive indecisa entre o vieira da siva e o santos silva , mas na verdade ninguém é a segunda figura. além do marcelo , o pm é um solitário.

  2. Boa pergunta (e boa pergunta sobre o que é também a gestão das coisas se vistas do ponto de vista político-partidário): talvez a peça-central seja o Mário Centeno, que os generais existentes no Governo defendem porque sabem qual é a sua importância nomeadamente para o equilíbrio mantido com os partidos da maquineta, Pedro Nuno Santos que tem um papel fundamental nos novos, o Carlos César na AR e a Ana Catarina Mendes no PS que não são novidades e, ainda, deve notar-se a presença de uma alegre companhia de uns pardalitos que pouco piam (Tiago Antunes e João Galamba, para me manter fiel ao padrão do Aspirina B)?

    Generais: Eduardo Cabrita, Augusto Santos Silva, Vieira da Silva.
    Sargentos-ajudantes: Capoulas Santos e o Mr. Magoo da Defesa Nacional.

  3. É claríssimo que o Costa é a segunda figura do Governo. A primeira é o Carlos César, que acumula com igual posição nos Açores, onde continua a mandar e onde o Vasco Cordeiro não move uma palha sem o informar, ou pior, toma decisões a mando.

  4. Afinal Costa estava preparado há muito para mudar a Infarmed para o Porto, pois era lógico juntar na mesma cidade a INFARMED e a Agência Europeia do Medicamento.

    Costa não é homem para voltar com a palavra a traz, estava decidida a mudança, há muito, palavra dada, palavra honrada.

    É mais um coelho da cartola, mais uma vaca que voa…aguardemos por mais fenómenos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *