União Nacional dos Imbecis – III

Ferreira Leite revelou que os portugueses têm medo de ter o telemóvel sob escuta e que a nossa democracia está doente. Alto! Alto e pára o baile. Não estamos perante mais uma daquelas bacoradas com que a Manela anima a vida política nacional. Desta vez, trata-se de uma genuína confissão. Sejamos sinceros: quem de nós, se passasse os dias rodeado por dirigentes, militantes, autarcas e financiadores do PSD, não chegaria à conclusão de que há muita gente com medo de ter os telemóveis em escuta? A senhora apenas relata o que observa e o que lhe dizem.

E quanto à democracia doente, é ou não é a mais pura das verdades que ver um banco nascido do cavaquismo a dar um calote de dois mil milhões de euros, e ainda assistir às mentiras na praça pública de um dos seus responsáveis que se recusa a sair do Conselho de Estado apesar do protesto de outros conselheiros, leva o mais optimista dos cidadãos a concluir que a democracia apanhou a gripe dos porcos? Pois claro que é verdade. E a Manela só diz a verdade, importa nunca esquecer.

Numa outra ala do hospício, Louçã elogiou a sensatez das palavras de um bispo, D. Manuel Martins. É extraordinário, mas aconteceu: Louçã deu o seu apoio a um dos assassinos que, através de uma organização internacional com sede em Roma, condenam milhões de seres humanos à miséria, à indignidade e à morte em nome de uma patranha que só serve para oprimir as massas trabalhadoras e perpetuar o poder dos imperialistas. Malhas que as costelas seminaristas tecem.

Os imbecis, constata-se, até são capazes de afirmações surpreendentes. Basta que sejam iguais a si próprios.

12 thoughts on “União Nacional dos Imbecis – III”

  1. Quando o governo não é PSD, o bispo agora ‘emérito’ de Setúbal fica mais ‘progressista’. Agora veio em defesa dos delinquentes do Bairro da Belavista, desautorizando a intervenção das forças da ordem que foram atacadas. Como é que o emérito Louçã o não havia de elogiar, se ele pensa como ele? Além disso, caminhamos para eleições que podem fazer toda a diferença em relação ao futuro próximo do BE, por isso um elogio a um bispo sempre atrai meia dúzia de votantes.

    Quanto à Manela, acho que ela deixou de tomar os comprimidos contra a paranóia.

    Ela é uma instável. Digna bisneta do conselheiro Zé Dias Ferreira, maçon monárquico e revolucionário republicano, tudo ao mesmo tempo ou alternadamente, tanto que, não tendo vingado o golpe que faria dele o primeiro PR da história pátria, aceitou depois o pariato, dizem que por ter as mesmas iniciais (Par do Reino).

  2. olhem que este também já vai assim, vá lá que não foi nacionalizado, mas sabe-se lá as voltas que pode levar para morder nos dinheiros públicos.

    quanto à Manela e à democracia doente, convém não esquecer:

    – primeiro que tudo foi secretária de Estado do Orçamento no cavaquismo e na altura foi responsável pelo maior rombo previsional de que havia memória que se traduziu num deficit ímpar.

    – obviamente foi promovida: passou a ministra da Educação e eu gostava de voltar a ver imagens do que os rapazes fizeram nesse tempo; o cavaquismo caiu pela agitação no secundário e outras, mas aquela foi determinante.

    – estamos no segundo mandato do Guterres e ela é líder da bancada parlamentar do PSD: ataque cerrado às contas públicas que estavam mal feitas; andou a chamar parcelas disto e daquilo, até fizeram queixinhas ao Eurostat que já tinha aprovado as contas para suspender e aplicar o procedimento do deficit excessivo.

    – o PSD chegou de novo ao Poder à conta de uma mensagem: era preciso repôr a verdade das contas públicas e eles é que eram sérios nesses assuntos.

    Resultado: a) venderam-se as dívidas fiscais ao Citigroup em termos secretos, mas o Borges foi parar a vice-presidente do Barclay’s, b) em 2002 voaram as jóias da coroa de Portugal na Holanda seguras por um centésimo ou menos do que o seu valor de mercado em leilão (trata-se apenas do conjunto dos maiores diamantes que havia e lá foram, sem sequer terem bi gemológico) e foram numa história muito mal contada que eu tenho ali as notícias que até me fazem ficar vermelho, c) em 2003 e 2004 Portugal ardeu como nunca, foram desactivados os meios de protecção e até se contavam histórias de meios aéreos a lançar fogos em vez de combatê-los,

    mas pelo meio só em pareceres jurídicos aos escritórios de advogados amigos, Judice e associados é um exemplo, lá foram só no consiulado do flopes 250 milhões de euros de pareceres enquanto o burroso negociou o lugar que agora dispõe a troco de ser o mordomo das Lajes e milhares de civis inocentes chacinados.

    Portanto agora: ardam senhores, ardam como eu ardi, como me fizeram arder e ainda ardo, ardam dentro das vossas cabeças, neurónios a liquefazerem-se, agora e tanto quanto seja preciso, ardam no BPP e no BPN, ardam por dentro e por fora, ardam, ardam, porque esse é o meu comando e convoquei-vos a besta para dentro de vós, ardam e caiam!

  3. Querem o bloco central mas não vendam como interesse nacional
    Novecentos anos disto podre e agora fazem do Sócrates o ogre.

    Juntos da aldeia à nação derrotar castelhanos dá tesão
    Mais união para derrotar os mouros querem todos ficar com os louros.
    Conquistar o mundo converter os infiéis e onde param os nossos anéis?

    Bloco central porque tudo está mal coiso e tal… vai bula papal.
    Com a igreja de fio a pavio e caridade a puta que a pariu
    Adoramos a sociedade feudal e que tal?… Isto é brutal.
    Vale o nome de família, compadrio também já ia e favor dá bulimia.
    Classe é artimanha e o clero é quem se amanha.
    Mérito é retórica oral e calipo também não vai mal.

    Não tarda acaba-se o guito e fica tudo a fazer manguito.

    Façam tudo num rolinho e ponham tudo pelo buraquinho.
    Esta gente que tem pergaminho não há meio de largar o vinho.

  4. esqueci-me de dizer: aquilo tudo a troco de um deficit maior claro, não foi para baixar o deficit foi para subi-lo, nos offshores?

    frshhhhhhhhhhhh

  5. “Louçã deu o seu apoio a um dos assassinos que, através de uma organização internacional com sede em Roma, condenam milhões de seres humanos à miséria, à indignidade e à morte em nome de uma patranha que só serve para oprimir as massas trabalhadoras e perpetuar o poder dos imperialistas. Malhas que as costelas seminaristas tecem.” ?!!
    Voçê está é bêbado e isso na melhor das hipóteses. O mais certo é estar maluco.
    Mas que raio de filho da puta começa a insultar de assassino um homem que toda a vida tentou fazer o Bem? Não se chama assim assassino nem a um grande filho da puta quanto mais a um homem bom.

    Deixe-me acrescentar que precisa de reflectir muitíssimo mais acerca da natureza humana a ver se chega a uma conclusão menos idiota e a um inimigo mais atroz do que a Igreja. Olhe, porque não começa por apontar directamente aos imperialistas? É o mínimo.
    Neste mundo vive-se atolado de estupidez mas esta idiotice insultosa e gratuita ganha o prémio da semana.
    Que estúpido!
    Foda-se que é preciso ser burro!
    Ah!, maluco do caralho!

  6. Nik, o bispo poderá ter sido até uma acha para a fogueira ao lhe terem destacado as declarações que precederam a confusão do fim-de-semana.
    __

    z, muito bem apanhado.
    __

    tra.quinas, essa poesia político-popular está impecável, ó pá!
    __

    Sinhã, ela deixou-nos foi tesos.
    __

    Manuel Silva, gostei muito do teu comentário. Mas agora tens de ir a correr consultar um dicionário e decorar o significado de “ironia”. Depois volta, ’tá?

  7. Hospício é favor! O nível da esquizofrenia está a subir para valores alarmantes, e ainda só vamos na campanha para as Europeias. Lá mais para o Verão, quando isto aquecer, é que a coisa vai ficar linda.

    Que a democracia está doente, que têm medo de ser escutados ao telemóvel, etc., nada disto me surpreendeu. Mas o que quererá a Ferreira Leite dizer quando afirma que os portugueses têm medo de falar com desconhecidos? Estará a tratar-nos como se tivéssemos todos 5 anos e desenvolvimento intelectual a condizer? Se alguém percebeu, agradeço que me ilumine.

    O Louçã, esse herege, que tem como bandeiras do partido verdadeiros pecados mortais, como a legalização do aborto, os direitos dos homossexuais, entre outros, só lhe fica é bem aliar-se à Igreja. Coitadinho do Louçã, não sabe que os pobrezinhos e desprotegidos são como pão para a boca daqueles incansáveis beneméritos que tudo têm feito pelo desenvolvimento da Humanidade.

    Mas, isto nada tem a ver com aproveitamento eleitoral de incidentes que infelizmente acontecem nestes bairros, até porque o Louçã também só fala verdade: diz que o partido vai apostar nos debates com a população e dessa forma evitar gastar muito dinheiro com a campanha e, simultaneamente, aumenta o orçamento da mesma em 301%. Abençoada crise! É mais um que tem a inteligência dos portugueses em excelente consideração. Deixo-lhe uma sugestão: da próxima vez que o Presidente da República se deslocar ao Vaticano, para pedir uma bênção especial ao Papa, para proteger Portugal da crise e de outras maleitas, acompanhe-o. Reze bastante, que talvez obtenha a salvação e o almejado passaporte para o Paraíso.

  8. A M F Leite (a Bruxa) sabe muito bem o que diz! Ingénua é que ela não é. Ó Valupi então não percebeste que ela aproveitou a boleia da Comunicação Social para mandar um recado aos apaniguados: “Não se abram ao telemóvel, que é perigoso, pelo menos até ao fim das eleições!”. Não me custa a crer que o SIS de cá ou outro qualquer anda a espiar tudo o que é comunicações privadas, como prevenção contra os terroristas, e vai tirando umas notas do que se diz pelos partidos para “vender” aos outros partidos. Pode não ser lucrativo como a pirâmide, mas deve dar umas coroas… de resto os equipamentos e software de escutas estão tão banalizados que qualquer pessoa pode fazer isso. Tem um defeito, faz calos no ouvido…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.