Shame on you, Mr. Guterres

Ontem lancei o desafio, gorado, para se descobrir o que faltava na capa do Correio da Manhã desta segunda-feira. Em falta estava uma referência, por mínima que fosse, à ida de Guterres a casa de Sócrates, ocorrida no domingo. Horas depois, na RTP, Octávio Ribeiro – sem contraditório de nenhum dos presentes, nem sequer do Miguel por não ter sido eficaz, e vendo a sua prática ser consagrada por um professor da Católica – justificava a perseguição a Sócrates (portanto, ao PS) com o princípio do direito de informar. O público, no que diz respeito a Sócrates, tem interesse em saber o que come, com quem tem ou não tem relações sexuais e qual o preço dos ténis que usa, entre outros tópicos populares. Vai daí o Octávio manda a sua equipa de investigação investigar. Se essa equipa, no afã de servir o público, tiver o contributo de algum indivíduo com acesso a processos judiciais onde essas informações constem total, parcial ou indiciariamente, tanto melhor. Tanto melhor porque se poupa tempo, e tempo é dinheiro. Se as informações resultarem de escutas, perfeito, pois até dará para publicar os diálogos e tudo, um produto sempre com muita procura por parte do público. A questão de saber se alguém está a cometer crimes ao violar o segredo de justiça, por um lado, e ao violar a privacidade dos cidadãos, pelo outro, já não preocupa Octávio dado colidir com o sacrossanto direito de informar. Informar o que ele quiser de quem ele quiser. Hoje, Sócrates. Amanhã, logo se vê. Será de acordo com a sua interpretação do interesse do público, pois claro.

É neste quadro que a omissão a Guterres fica como uma janela para espreitarmos para dentro da cabeça de um pulha. Aos pulhas faz muita confusão esta coisa de estarem a ver o Guterres a ter a coragem de ser visto como alguém que se diz amigo do monstro. Ainda por cima, um amigo que não se importa de furar a barreira dos jornalistas pizzeiros para entrar dentro das instalações onde o monstro está a planear as suas futuras monstruosidades. E logo o Guterres, que aborrecimento, o tal fulano que desistiu de ser o próximo Presidente da República, dado como vencedor antecipado, e que anda por aí com uma carreira internacional tão prestigiante que até corre o risco de vir a ser o próximo secretário-geral da ONU. Será que Guterres não vê que poderá deitar tudo a perder com estas provocações ao interesse do público, calhando chegar a Nova Iorque a notícia das suas más companhias? Será que ao Guterres não bastaram as duas visitas a Évora, quando até uma já teria sido de mais, era ainda preciso mais esta em Lisboa? Ou será que, como dirá um dia destes o caluniador pago pelo Público, Guterres está é a tentar que o monstro não o envolva na roubalheira dos milhões, ou, segunda e última hipótese, está a tentar que o monstro se cale até às eleições para não prejudicar Costa, tento lá ido a mando deste? São estas as questões que afligem um pulha que se preze, daqueles pulhas com responsabilidades perante o público. Foi por isso que o Octávio resolveu evitar que os leitores do esgoto a céu aberto ficassem tão confusos como ele. Informar é uma coisa, andar para aí a lançar a confusão, isso é outra coisa. E o Octávio não alinha em confusões, as coisas querem-se simples. Aliás, quão mais simples, mais o público fica informado acerca da realidade. Então, resolveu colocar na primeira página que “Sócrates conta com o apoio de Lígia”, o que é uma informação não só interessante, mesmo importante, como também, e acima de tudo, simples. Infelizmente, Guterres parece ter gosto em complicar o que o Correio da Manhã trabalha diariamente para tornar acessível ao público.

36 thoughts on “Shame on you, Mr. Guterres”

  1. Valupi, leio sempre com muita atenção aquilo que escreve. A análise que faz sobre o silêncio da visita de Guterres é exemplar. Depois do PeC de ontem, fiquei com a sensação de que a guerra contra a indignidade da comunicação social é inglória.

  2. Esta Comunicação Social escolheu o esgoto e vai acabar lá.
    Vai chegar o dia em que das duas uma:
    – Ou acabam a fechar portas e a morrer de fome porque caíram no descrédito total,
    – Ou acabam como o Charlie Hebdo.

    E estes últimos acabaram mesmo. Foi uma limpeza total.
    Espernearam, e fizeram manifestações, e até editaram um número especial do jornal, e coisa e tal, mas … a verdade é que se acabou de vez o “jornalismo” provocatório contra o profeta !
    Ai se a moda pega …

  3. Valupi

    Eles estão cheios de medo do que pode representar esta visita do Guterres.
    Mas olha, se calhar têm razões para isso.
    Deixe-mos o Octávio e a sua camarilha a lamber essa ferida. Deve doer para caraças ! e ainda pode vir a doer muito mais !

  4. Ó pa estes analistas, pá, analistas ponderados, informados, sabedores, superiores e só ESCREVEM trampa. No essencial, assobie-se para o lado. E isto vale pró CEO do dispensário.

  5. Também é neste contexto que eu digo que é um erro muito grande ver o neo-liberalismo só como uma corrente meramente económica. O mundo ocidental volta a precisar da revolução mais profunda – de mentalidades! O cm não serve nada que os seus clientes não queiram comer. Nem consegue dizer nada que não vejamos logo a seguir muito pior nas redes sociais. Infelizmente! Ou a forma como se respeita o direito à diferença nas caixas de comentários. E sobre matérias que nos dizem respeito a todos. Começo logo por não perceber o convívio com quem não se identifica com uma linha editorial? Exorcismos? O cm é só mais uma mera prestação de serviços. Basta ver a reacção do verme que está de turno às palavras de Guterres. Ainda ficou indignado. Pisado era pouco. Podia ser que sentisse alguma coisa.

    Ainda assim retive ontem uma passagem do MST. Quando lembra que até aquela criatura hedionda chegou a conhecer verdadeiros jornalistas. Dá que pensar. Porque se nós nos sentimos assim tão enojados, as voltas que não darão na tumba aqueles que deram inclusive a vida pela liberdade de expressão em Portugal? E não foi assim há tanto tempo como isso. Para agora confundirem liberdade – o bem mais precioso – com tudo e mais alguma coisa. E já sabemos todos que isto já não vai lá só com cumprir a lei ou com leis mais severas inclusive. O problema na net não é só o clima de total impunidade. É mesmo um problema de mentalidades. Que assusta.

  6. Jasmin, tem razão…! Temos muito medo do que aí poderá vir. Temos medo que o PS ganhe as legislativas e leve novamente Portugal para a bancarrota. Temos medo que finalmente consigam controlar a comunicação social. Temos medo que o Guterres tenha ido convencer o sócrates a concorrer ás presidenciais. Temos muito medo tem razão.

  7. o “correio da manha”,sabe quem saõ os seus leitores (clientes),por isso serve-lhes o prato que eles gostam de comer.só lamento, ver gente que não gosta deste pasquim,colaborar com ele ao dar uma entrevista!

  8. Ó parolo vê se te orientas já disseste que levou que quase levou e que ia levando. Se me disseres qual o indicador que te faz chegar a essa conclusão dou te um fardo de palha.

  9. Enapa, tens razão…não o copies nem usurpes a sua identidade, senão pá, agravas-te ao quadrado ma trampa, claro…COMUNA.

  10. Alcoólico eu tenho muito respeito pelos Alcoólicos Anónimos, e por isso aconselho-o a afastar-se do álcool.
    O indicador é só o ministro das finanças de sócrates, e o mário soares, que tiveram de convencer o suicida do sócrates. Quanto ao fardo de palha fique com ele que decerto lhe faz muita falta. Lembre-se… afaste-se do álcool.

  11. Um director de jornal confessou, em directo, na TV, ter investido numa brigada de detectives, com a finalidade de perseguir, dia e noite, mundo fora, um indivíduo, com a intenção declarada de alimentar construções e insinuações que permitam atingir a sua reputação, prejudicar o seu percurso político e exercer pressão popular sobre a justiça no sentido conveniente aos objectivos políticos da orientação editorial daquele. O programa de ontem foi melhor do que esperava.

  12. “O programa de ontem foi melhor do que esperava.”

    se apertarem muito com ele, ainda confessa que as investigações são feitas a miélas, as sinergias da joint venture permitem investigar quem o manhólas quer e ao ministério público acusar quem lhe apetece, o primeiro faz a denúncia pública e o segundo preenche as formalidades legais. nada que não se soubesse já.

  13. Guterres é bom , Costa é mau. Um continua amigo e não tem medo de ser visto à beira de um próximo acusado de evasão fiscal, branqueamento de capitais e corrupção, e provável condenado. Costa, com medo de ser prejudicado, renega o antigo amigo e até ironizou no debate com Passos.

  14. As pessoas perdem com facilidade a memória. Ou parece. MST podia ter recordado aos seus parceiros do Prós e Contra a forma canalha como a direita e a sua comunicação social (que é toda ela) atacaram a justiça na pessoa do PSTJ Noronha do Nascimento e na do PGR Pinto Monteiro, pelas decisões tomadas em relação ao Freeport e ao Face Oculta. Ai se fosse a esquerda democrática a fazer algo semelhante! O octávio sentiu-se rei e senhor, invocando a sagrada e absoluta liberdade de informar. Aqueles senhores do Prós e Contras prestaram um péssimo serviço. Nenhum se lembrou de dizer que estavam ali todos por causa de um ataque obsceno de um dirigente político da direita ao funcionamento da justiça. Paulo Rangel sabia que nada tinha a temer porque está do lado dos “octávios” da nossa comunicação social e da nossa justiça. Justiça+ Correio da Manhã, uma dupla terrivel contra a esquerda democrática (a verdadeira não incomoda e até dá jeito). Acredito que Paulo Rangel nunca tenha respirado tão bem como agora os ares da democracia. Sente-se intocável.

  15. “O indicador é só o ministro das finanças de sócrates, e o mário soares, que tiveram de convencer o suicida do sócrates.”

    sim, deve ser o indicador do teu grau de estupidez naquilo que queres insinuar, porque prova que o sócras não queria governar com a troika e quando a chamou já se tinha demitido do cargo de primeiro ministro.

  16. Maria Abril

    Cabe ao povo português cortar-lhes o ar, como naquele fantástico sketch da Maria Rueff sobre a companhia “Ar de Portugal”.

  17. Isto está a correr tão mal que já fica tudo para depois das eleições. E já agora aonde é que andam os ministros do Pedrinho? Estarão a discutir política com o Marinho e Pinto? É só impressão minha ou anda mesmo muito gente arredia da Campanha? Em contrapartida o Sócrates que até é suposto não sair de casa…

  18. A propósito … grande discurso de António Guterres na reunião europeia.
    A dizer-lhes que são uns incompetentes, uns imbecis, umas anedotas !
    É inimaginável o comportamento dos governantes europeus by António Guterres !

  19. ouvi a parte final de uns resultados apresentados pela ocde (salvo erro) que saõ arrasadores para o actual governo.tudo foi pior, do que os resultados de outros paises intervencionados? ouvi este: portugal foi o pais que mais diminuiu os apoios sociais para apresentar melhores resultados na segurança social.

  20. Deve doer, para quem pratica uma informação séria, ver como o publico premeia “pulhas” como os do CM, e ainda mais seguidos por jornais americanos e ingleses, que apuram estas tecnicas jornalisticas.
    Deve doer muito assistir as coberturas do Strauss Kahn com a empregada do hotel em NY e as investigações sobre o apartamento de Paris do ex -1º ministro portugues!! Lixo nada comparável a boa informação isenta!!

  21. Vou de férias, não ouço nem leio em português.
    Volto, está quase tudo na mesma.
    Na mesma não.
    Temos José Sócrates em casa e, conforme seu desejo, sem o insulto da anilha.
    Recebe quem quer, quando quer, e fala até lhe apetecer com amigos que são pessoas de boa formação humana e intelectual.
    Já calça o que lhe dá na gana, que aposto foi prenda do aniversário .
    Desejo que use os belos e invejados ténis para sair de casa em liberdade e caminhar daqui para fora como fazem as pessoas intelectualmente superiores e de boa bagagem de saber.
    Ouvi na rádio que a xixolina comentadeira anda nua pelas revistas.
    Acho bem.
    Sempre me pareceu que era esse o seu maior desejo : ser xixolina a sério.
    Pena não ter sido capa do mãnhas ou da revisteca perseguidora e nojenta.
    Seria de maior interesse público dar apoio à brilhante comentadeira da casa dos pulhas.
    Já vi o debate do António Costa com um pobre diabo que só fala de José Sócrates.
    António Costa esteve bem :
    – falou certeiro, belo tom, gráficos claros ideias claras, belo fato, bela gravata.
    OK para mim.
    Quanto ao Rangel caceteiro é mais claro que o apagadote de sorriso à banda e mãos de aranha.
    Ponham o pequenino Rangel agora bem magrinho e insignificante (ou já engordou?) na cmtv.
    Ficava lá a matar.

    Guterres foi visitar José Sócrates?
    Muito bem, foi seu Ministro ele melhor que ninguém conhece o seu valor.
    António Guterres é um valor seguro.
    Também gostava de visitar JS só para lhe dizer a falta que me faz e a falta que faz a este país de minorcas.

  22. O Guterres é outro nível. O durão que o diga. O cavaco pia muito fino quando lhe sente o cheiro.
    O correio da manhã, leia-se, os seus dirigentes, sente o medo dos donos e gane.
    Todos eles têm muito medo do Guterres.
    O que lhes fez o Guterres? Nada. É apenas demasiado bom para tanto medíocre de direita que por aí anda.

  23. Guterres saiu de PM e foi trabalhar em favor dos desprotegidos. Samapio deixou a PR e, ao serviço da ONU, foi cuidar dos doentes deste mundo. Sócrates foi estudar e escrever um livro sobre a tortura no mundo. Tudo gente de causas. A direita velhaca de sacristia, beata falsa e caluniadora não suporta o humanismo dos seus advers’arios socialistas. Nem a direita nem a esquerda verdadeira. Com Sócrates desceram ao que de mais asqueroso se produz à face da Terra. Direita devassa e assassina.

  24. Eis as carpideiras que lamentam a sua «sorte» dirigidas pelo seu mestre de canto…

    A ESQUERDA é SANTA. Vamos recomendá-la ao Vaticano, pois só este a pode beatificar e santificar…tudo em nome da globalização…promovida pela magnifíca ESQUERDA. Oxalá, levem um abalo que vos ponha na reserva como acontece aos comunas …de onde saíram, na verdade.

  25. Quem é que aprovou a lei da «paneleiragem» ? Dica: foi o gajo que só mexe nas coisas, quando estas lhe tocam!!! Se ele soubesse que ia ser preso, tinha tratado do assunto, LOGO!
    Porque há-de um gajo aprovar uma lei daquelas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.