3 comentários a “Serviço público”

  1. é uma vergonha, sentir, pensar, dizer, fazer, considerar os ciganos como filhos de um deus menor – um deus reles e porco. uma vergonha que data deste o século quinze, altura em que há registos destas gentes por cá. terá sido igualmente nessa altura que o povo do romanês começou a ser associado a acontecimentos negativos. olha para isto: passaram seis séculos e o estigma mantém-se com tendência a crescer. o que é isto? onde estão o progresso e os direitos humanos naquilo que é o progresso?

    sentir vergonha pelos outros é uma vergonha tão forte, e tão grande, como outra vergonha qualquer. que vergonha.

  2. oh Olinda , tens de queixar-te à comissão para o politicamente correcto da associação na literatura entre ciganos e vampiros . imagina o mal que fez ao imaginário colectivo os ciganos serem criados do conde drácula e assim… aliado às práticas de leitura de cartas e mãos e gabanços de lançamentos de maus olhados e maldições durante os tais 500 anos , nem sei que te diga .

    ainda agora perguntei a um cigano se tinham algum prato típico ( para avaliar o grau de imaginação deles e da cultura ) e tinham : sopa de feijão ( bem forte , carregadinha , disse ele ) , sopa de feijão , god.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *