31 thoughts on “Exactissimamente”

  1. Até pode haver dirigentes que saibam cantar e sonhar enquanto esperam um novo sol em que os Homens voltarão a ser irmãos. Mas o problema é outro : quem é que os consegue ouvir ??
    Com a esfera pública tomada de assalto pela “brigada relvas” e seus sucedâneos, como os “magistrados VIP”, o que impera é a uma gritaria continuada que usa lugares comuns redutores parafazer apelo a paixões básicas. Para isso usam o simplismo, as dicotomias falaciosas, a repetição, e a gritaria ( que nos blogues se manifesta pelo uso e abuso da maiuscula fixa….). Ainda que o público não retenha uma única ideia em tudo o que dizem , como também não consegue ouvir nada do que outros poderiam ter a dizer, eles conseguem o seu principal objectivo: neste mundo de néscios, a carneirada tende a seguir as ovelhas que berram mais alto. E eles sabem isso !

  2. Olhó o jrodrigues com as suas ignarices. E o gajo pensa que escreve com …tino. LOL.

    Calhaus, portas e rochas, nada os distingue, a não ser a forma, pois que pela essência, o zero é o denominador comum.

  3. Numbejonada,

    Obrigado pela excelente ilustração que acabas de fazer ao meu comentário.

    Quanto ao mais verifico que continuas com um dos teus muitos problemas: como não concebes que possa haver mais que um gajo a discordar de ti, todos os que os fazem só podem ser heterónimos . Eh pá, olha que isso deve ter tratamento, sei lá….

  4. O eterno deslumbre da esquerda pela “cultura”. Agora para liderar a Europa precisavamos de clones do bardo de servico do PS, Manuel Alegre…

  5. Um destes lideres a cantar Ode à Alegria seria tipo Relvas a cantar o Grandola mas em versão bruxelense.

  6. Liãoe das trevas, se dermos por assente o que tão perentóriamente afirmas, não deves esquecer as vezes que os teus foram dento por ultraje ao pudor público….

  7. BÁSICO, tome atenção, que a esquerdalha ignara que por aqui pulula ( todos em um) tem palas e toma tudo «au pied de la lettre», entendes? Os gajos são cultos no vulgar e no mamanço – e também nos gostos. Veja só, o gosto do 44 – o mégalómano mais honesto de Portugal, um preso político ( já não se usa a figura, mas o gajo pensa e muito bem, que os IGNAROS que o elegem ainda se embevecem com a treta da prisão política…)
    O IGNARALHO de quando em vez atira um YEAH à New jersey…tirado do tapete da vizinha. Sinal da cultura dos tempos.

  8. Numbejonada,

    Deixa lá para o lider da tua seita as questões da aritmética, e envia-me o tal emailzinho que humildemente continuo a aguardar, marcando dia e hora para o nosso cafézinho na tua amada versalhes. Pode ser?

  9. O FRANGALHO CONATRA quer cantar de galo, com ironia.Ouve lá come uma maçaroca e aproveita e lê uma das odes de bocage. Quem sabe aprendes um pouco de humor.

  10. Ó ROCHAZERO, quanto a aritmética deves saber que o GUTERRES é o gajo mais rápido a fazer contas de cabeça em frente à TV´S.
    Quanto ao resto, ó FORTALHAÇO TENS a RESPOSTA DADA ONTEM. Ó forte, é só apareceres, e como até achas que presido aos magistrados, e passas por mim, que tal aplicares in loco o teu 31 de boca, hein? Leva escadote…

  11. Ó anormal!
    Eu sou o Manuel de Castro Nunes.
    Escusas de estar a desviar as costas p’ró Rocha.
    Já te disse que não perco por aqui tempo nem propósito.

  12. Numbejonada, Querido,

    Adorava aparecer, mas tenho dois defeitos: não corro a engodos e odeio esperas, nem aos javalis as faço. Portanto, não me venhas com basófias do género ” é só apareceres” e faz as coisas como deve ser. Se fores homenzinho, escreve-me lá para o mail para acertarmos o cafezinho, que o escadote eu depois peço emprestado à gerência da Versalhes. OK?

    No resto, mais uma vez obrigado por ilustrares tão bem o meu primeiro comentário: vocês, os da brigada relvas, gritam muito mas a substância não se vê. Enchem as caixas de comentários com insultos gratuitos e parolices estéreis pela simples razão de não terem argumentos para nada. Empestam o espaço público com o único propósito de ganhar os votos dos mediocres que sobrarem depois de consumada a deserção das pessoas de bem a quem sobra em pudôr o que lhes falta a vocês em integridade.

  13. Sendo o Aspirina um dos poucos espaços em que ainda vai sendo possivel fugir à “missa” em que se transformaram os midia convencionais, é natural que também ele esteja sujeito a esta evidente tentativa de colonilização pelos mentores do pensamento único que proliferam no espaço público. É natural, mas é também lamentável, pois isso acaba por prejudicar o debate de ideiais, desmobilizando as pessoas de participarem . A asfixia democrática é isto. E aparentemente tem especialistas de serviço .

  14. Já não há pachorra para os militantes reaccionários e fascizoides que aqui vêm mostrar com prazer o quanto são burros.
    A estupidez existe porque infelizmente há quem tenha orgulho em coloca-la à frente dos próprios cornos, para que todos a apreciem. Estivessem quietos e calados e qualquer passa por inteligente.
    Um pouco mais de decoro, direitolas.
    Espelhos em casa também ajudavam…

  15. Ó ROCHAZERO, já escrevi o que tinha a escrever sobre o teu desafio! Qual email qual carapuça! APARECE e já agora nos dois sítio, pois tu não dizes que eu sou o presidente do não sei quê?! VÁ APARECE e APRESENTA – TE. o 31 de boca é TEU.

    Já agora ó Nunes, olha que curioso, deves ser bruxa e, por isso, vieste logo a correr. Como é que sabias, pá? TODOS em UM, não é?

    Á vontade, ó ROCHAZERONUNES, anda lá, pá. Tens todo o gosto , é? Descansa que és capaz de ficar sem gosto…
    COMUNAS ESQUERDALHAS.

  16. Gato vadio, então, diz lá, esse é o nome que melhor te identifica, não é? Vadio, andas pelos telhados, etal, à caça. Conta aí IGNARALHO, já sabes o que é o ridículo ( tu), mas já que o vives a todo o momento, não devias descansar um pouco e procurar a originalidade? COMUNAIGNARALHO.

  17. ALVORADA, sabe, eu também concordo com você. Que acha do seguinte: eliminar-se, de vez, a expressão vulgar que existe por aqui? Não acha? Quanto ao teor das ideias, bem sabemos que há inteligentes, inteligerdas e outra espécie de arrogância pseudo – analista. Há espaço para todos…

  18. Comentador numbejonada,

    Saiba que, para meu consumo, uso o pluralismo e a liberdade de expressão como sinónimos de democracia. Os seus comentários, porém, não revelam nada disso. Do que escreve transparece que se trata de alguém que se julga acima de tudo e de todos e nas suas entrelinhas fica claro que está ao serviço de interesses . E isso para mim é sinónimo de falta de carácter, para dizer o menos.
    Agradeço que não volte a endereçar-me as suas teclas, pois não tenho qualquer interesse em dialogar consigo.

  19. Ó afonso, a sério? o caráter, o caráter, que você sempre arrola, ui, deve ser um daqueles onde as carvalhadas servem de appetizers, num é? hum? Então acha que me dirigia a si nos termos em que entendeu? Hum?
    ò simples, ó simples, Salazar não te teria dado atenção, chamar-te-ia estulto. LOL. Viva SALAZAR ( a tua tatoo devia dizer isso mesmo, pá, em vez de «amor a Angola». COMUNA.

  20. Anormal!
    Vai à janela e espreita para a rua.
    Andas a abusar… anormal… andas a abusar…

  21. Pá, se espreitar para a rua, vejo-te na minha propriedade. Queres um processo – crime, onde podemos discutir o teu…caráter? Hum? COMUNA, então pá passas por mim e quedas-te, pá? Fogo, eu que até dou nas vistas…

    Não te estou a ver. Oqueie. Safaste-te. XUXA.

  22. Tanso!
    Não conheces a expressão ”vai lá fora ver se está a chover”?
    És um anormal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.