Estarem todos feitos devia ser proibido, diz este senhor

O presidente executivo da Sonae comentou hoje as revelações feitas no âmbito da "Operação Marquês" sobre a Oferta Pública de Aquisição falhada que a empresa lançou sobre a Portugal Telecom, recordando que "estavam todos feitos" e o "jogo estava distorcido".

Admitindo que "é com algum agrado" que vê a vinda a público de aspetos que rodearam o negócio, Paulo Azevedo afirmou acreditar que "agora a justiça fará o seu trabalho".


Paulo Azevedo: “Estavam todos feitos” quando a Sonae tentou comprar a PT

__

Quais revelações? A que “aspectos que rodearam o negócio” está Paulo Azevedo a fazer referência? A OPA da Sonae sobre a PT foi chumbada pelos accionistas, o Estado não se opôs ao negócio. Uma comissão de inquérito parlamentar sobre a CGD, anunciada com baba e ranho pela direita como o meio para se destaparem os podres da governação socrática, terminou, ou parece que terminou, com todos os principais interrogados a jurarem pela licitude e normalidade de tudo quanto foi decidido pela CGD ao longo dos anos, fosse quem fosse o primeiro-ministro em funções. Até Campos e Cunha nada conseguiu apresentar como prova, só tinha suspeições e calúnias para largar.

Quais revelações, então? Que aspectos, enfim? Mesmo que algo ilegal tenha acontecido, esta postura degradante onde se tenta judicializar política e negócios sem disso fazer prova é tóxica para a democracia e para o Estado de direito.

44 comentários a “Estarem todos feitos devia ser proibido, diz este senhor”

  1. O Dr Paulo Azevedo não estaria a referir-se às condições em que a família Pinto Magalhães “deu ” a SONAE ao Sr seu pai ?

  2. Ora aí está a prova provada de que, como ontem disse o João Araújo, este é um processo politico, cuja investigação é orientada pelas queixas e calúnias da direita e que só podia ser julgado pelo Supremo Tribunal, tudo o resto é areia para os olhos, nunca existiram indícios de nada. O mesmo na comunicação social, só como exemplo note-se as observações de Cavaco no livro sobre Correia de Campos e a campanha mediática que levou à sua destituição, bem como Mário Lino etc… Nem é preciso diagrama.

  3. Que caraças, Valupi!

    Eu bem que parabenizo a companhia de variedades Valupi e Penélope e Penélope e Valupi porque, para além da ironia, sei bem que este quarteto disserta sobre tudo e sobre nada a uma velocidade estonteante. Quer dizer, das coisas que tornam este mundo ainda mais perigoso (Trump, o Daesh, a vaga de refugiados, o Marcelismo, pouco Costismo o bandido!, o Passismo e o Portismo, e hoje, literalmente, a beata do Cristianismo, o Proencismo bem instalado na Controlinveste no DN e na TSF, as cenas da Isabel Moreira, o sistema financeiro capitalista e os fluxos de capitais, as coisas malparadas e malparidas da Justiça portuguesa, os tipos dos tribunais esses bandidos também!, a Constituição da República Portuguesa na ponta da língua e mesmo as suas revisões, os direitos humanos e de personalidade, a Revolução Industrial de… Gutenberg (lembro-me bem!), resmas sobre o panorama mediático português, o sportinguismo, as escolhas do teu cartaz de cinema, a psicologia, o Foucault e a Arendt e os pensadores contemporâneos, a recensão artigo a artigo nessa vasta academia e os papers das ciências sociais, eu sei lá!, num vulcão interminável que chega, por vezes, até à singeleza e ao simples encanto que te desperta a arte do moleiro e o tradicional forno de lenha desde que o pão barrado tenha sido antes antropologicamente descoberto por uma camone (a propósito: o livrinho é um daqueles álbuns das colecções dos CTT e custa quase 50 euros, coisa pouca!, pelo que eu até dei por mim a pensar que o Rui Horta e Costa arguido da Operação Marquês to ofereceu em tempo…).

    Quase sempre tocas o samba de uma nota só, enfim, mas tens tudo para seres considerado um tudólogo.

    ______

    Vou ler mais esta brilhante dissertação Valupiana, porque não sou parvo.

  4. Toda a documentação e procedimentos havidos acerca da Opa da Sonae sobre a PT são claros e limpos quanto a legitimidade e legalidades. Neste aspecto o merceeiro II limita-se a lançar à cara do povão papa-tudo as mesmas insinuações dos magistrados comunicadas ao dito “povão” via “cm”.
    O que o belmirito não conta e esconde é que havia realmente um grupo, precisamente o que lançou a Opa, que, esse sim, estavam todos feitos, ligados e vendidos para entregar a PT portuguesa à Telefónica espanhola.
    Este sim, entregar o controlo das telecomunicações ibéricas à Telenónica, durante anos o grande plano dos espanhóis da dita empresa ao qual a própria PT e os governos portugueses sempre se opuseram. Dada as várias tentativas de tomada da PT por dentro via entradas no capital accionista foi tentado o assalto Opista com a colaboração “miguel vasconcelista” da sonae dos belmiros pai e filhote.
    Mais uma vez, neste como em todos os casos que metem DDTs, para mais donos de media ao serviço próprio (é para isso mesmo que se mantêm jornais deficitários), a propaganda do capital compra o pensamento dominante para vender a ideia contrária àquela que verdadeiramente esteve na base da tomada de decisão da Opa.
    Os belmiros nunca perdoaram Sócrates por não lhes fazer o favor de se deixar corromper ao seu serviço afim de lhes facilitar o golpe na PT através da Opa suportada por banco espanhol com acordo firmado de venda da PT à Telefónica.
    Estavam todos feitos, sim senhor, mas o belmirito deve apontar o dedo ao papá.

  5. «Toda a documentação e procedimentos havidos acerca da Opa da Sonae sobre a PT são claros e limpos quanto a legitimidade e legalidades.» ,porra José Neves que bem escrito e com que sentimento!

    Tens de ir para porteiro do paraíso, contigo ali só entram anjinhos.

    ______

    Digo já que eu nem me atrevo, Valupi lá no inferno não há lugar para mais um?

  6. F…! Não é nada fácil passar de MERCEEIRO a CABLE GUY, é muita posta de bacalhau para virar e muita bobina de fio para desenrolar.

  7. …. por falar em MERCEARIA, quando é que os SICutas vendem o Quiosque ao SOROS ou mudam de ramo, talvez para uma tabacaria de charutos eletrónicos ou até mesmo para uma sex shop?

  8. O plano dos fachos:

    Fase 1
    “Quem cabritos vende e cabras não tem” – Destruir Sócrates

    Fase 2
    “Diz me com quem andas” – Destruir o PS
    _____

    A Fase 2 começou hoje, veja-se:

    “Uma acusação sólida também deverá obrigar o PS, que hoje anda por aí tão impoluto e tão impante, a assumir responsabilidades políticas e a responder pela sua cumplicidade com o maior desastre da democracia portuguesa.” – JMT o pulha.

    Aqui:
    https://www.publico.pt/2017/03/16/politica/noticia/socrates-e-a-pergunta-que-ninguem-quer-fazer-1765280

  9. Ó Abílio

    Não te aflijas.
    Vem aí uma Missão Parlamento Europeu para investigar os Panama Papers e a fuga do “money!” para as “off-shores”.
    Querem ouvir o Gaspar, a MariLú, o Abrenúncio, o Banco de Portugal, a Polícia Judiciária, e os secretários de Estado. Tens para mim que as labaredas também hão-de chegar rapidamente ao Ministério Publico e a certos juizes …
    http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/panama-papers-parlamento-europeu-vem-a-portugal-para-perceber-caso-offshore-133868

  10. Abílio, o JMT é um xoninhas e não faz nada perante os pesos-pesados.
    Mas não vai levar um grito a sério por muito que berre, nem que peça de joelhos,
    porque os actuais marechais do PS sabem que é isso que lhe paga as sopas.

  11. sei lá , mas acho que isto do públicuzinho “Os antigos gestores da Portugal Telecom (PT) Zeinal Bava e Henrique Granadeiro foram constituídos arguidos na Operação Marquês. Os antigos administradores da operadora de telecomunicações são suspeitos de terem sido corrompidos pelo Grupo Espírito Santo (GES) para, no âmbito das suas funções, agirem de acordo com os interesses daquele grupo, nomeadamente no negócio da entrada da PT na brasileira OI ”

    casa bem com uma data de coisas que contam aqui : http://www.jornaldenegocios.pt/empresas/telecomunicacoes/fusao-pt-oi/detalhe/pt_e_oi_anunciam_fusao

  12. Para já quem está feito é o Engº Sócrates, seus amigos e familiares.
    Mas… está à vista, lá vai o Ps entrar na baila e, aí sim:

    – chega a arder o já anunciado DIABO.

    Cada vez mais como disse o saudoso Dr. Mário Soares um caso político de longo alcance.

  13. … é agora que vai finalmente chegar o DIABO …
    Passos Coelho vai ser constituído arguido na Operação Marquês para explicar porque é que o Governo deu à borla à gang de accionistas as 500 acções douradas do Estado Português …
    … e consta que para retribuir a graçola da Cristas o Massamolas vai dizer que o Paulinho e a Assunçãozinha, o Nuninho e o Abrenúncio, etc, estiveram todos lá a assinar só que dessa vez não foi de cruz …foi de truz …

  14. Viram, na quadratura, o pacheco armado em detective psicólogo a demonstrar como viu logo e chegou instantaneamente à convicção mais convicta que já teve na terra e vai levar para o céu acerca da inevitabilidade de Sócrates ser um bandido corrupto.
    O pacheco, aquele que foi educador de cavaco e por isso este também nunca tinha dúvidas e raramente se enganava, viu a folha com a declaração de habilitações e estudos de Sócrates na AR e, como estava rasurada, logo concluiu que aquela pessoa era indigna, corrupta e descendente do cardeal D. Henrique o tal de que o povo cantava:

    viva o cardeal Don Henrique
    no inferno muitos anos
    que ao povo disse; se trompique
    e deixou Portugal aos castelhanos.

    Pois desde esse momento de pastorinho de Fátima ou de queda do cavalo na estrada de Damasco para a AR, o homem possui uma convicção, mais, uma certeza, não, mais, teve a visita de um deus maior que lhe contou tudo tim tim por tim tim.
    Foi pena este homem de certezas absolutas inalteráveis obtidas de um golpe de vista não ter visto o papel escrito com rasuras onde constava que o Iraque estaca repleto de armas de destruição maciça.
    Mais pena ainda foi este psicólogo observador infalível conviver anos seguidos junto de duarte lima e nunca teve uma visão, nem uma espreitadela com o canto do seu olho psico-convictórico para nos ter ajudado a compreender a “grandeza de elevação moral e honestidade” do dedicado amigo lima, seu chefe.
    E desgraça enorme foi ter tido conhecimento, como todos nós temos hoje, da folha de declarações de cavaco quando entrou para a função pública onde se declarava admirador do regime da pide salazarista mas nem com tal indicação sinaléctica pacheco viu algo, antes pelo contrário viu a “luz” e deixou-se seduzir pelo brilho de cavaco.
    Grande catarse corre neste país de pequenos e grandes corruptos à grande e descarados que todos os dias saem á praça pública ás pázadas (ver caso núncio e mandantes) e as culpas são sempre e todas atiradas para cima do mesmo bode expiatório.
    O país está moralmente podre de tanta elite corrupta até aos dentes e faz a sua catarse com uma fogueira do tamanho do território onde queima lentamente um dos seus melhores e o melhor político de sua geração.
    Quando o pó assentar ver-se-á nítido que quem lutou contra o futuro para enganar o presente não lhe restará uma nota de roda pé na História.

  15. pois, é por esta – e muitas outras – que cada vez mais as pessoas se interessam cada vez menos pela política. cansa. entedia. arrelia. enfurece. venham lufadinhas de ar fresco.

  16. A apreciação política e social da esquerdalha é, de facto, como a marcha dos burros…rotineira, não olha, anda à roda e só com a orientação de uma direita bem estruturada é que consegue mexer a nora…e fazê-la trabalhar.

  17. Porém, o “discurso de merda do diarreia mental” sai da tua boca. Competes com as arrastadeiras dos hospitais ó comuna…

  18. VAMOS LÁ A SABER
    (original remasterizado a partir do clássico com música de Richard Clayderman e letra de Valupi: gravação a partir de um vinil em 78 r.p.m. em homenagem ao centenário DN ).

    Alguém me sabe dizer se o Valupi já pediu desculpa aos seus leitores pelos actos praticados nos últimos dias durante mais uma festança com libações para todos à grande, cachimbos a passarem de mão em mão e eventuais tentativas de sodomização de alguns dos mais inocentes membros da troupe do Aspirina B?

    _______

    Ministério Público imputa seis crimes a José Socrátes

    Procuradores acrescentaram tráfico de influências, falsificação e recebimento indevido de vantagem

    São seis os crimes imputados pelo Ministério Público a José Sócrates: corrupção passiva para a prática de atos contrários aos deveres do cargo, fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais, falsificação, recebimento indevido de vantagem e tráfico de influências. O elenco consta da última página do despacho do Ministério Público com as últimas imputações criminais ao antigo primeiro-ministro. Na passada segunda-feira, Sócrates negou todos as suspeitas que lhe foram apresentadas, as quais deverão estar num futuro despacho de acusação.

    Acompanhado pelos seus advogados, João Araújo e Pedro Delille, José Sócrates foi respondendo durante seis horas às perguntas dos procuradores Rosário Teixeira, Filipe Preces e Filipe Costa e do inspetor tributário Paulo Silva. O interrogatório decorreu numa das salas do Departamento Central de Investigação e Ação Penal, onde a equipa de investigação do processo “Operação Marquês” entregou à defesa um documento com 103 páginas de imputações.

    De acordo com o documento, os procuradores agruparam as suspeitas por blocos. Em primeiro lugar, José Sócrates é suspeito de ter beneficiado o Grupo Lena em três situações: na adjudicação de obras na Parque Escolar, 90 milhões de euros, segundo a investigação, representando 10,6% das adjudicações totais. Ainda sobre o grupo empresarial de Leiria, o Ministério Público considera que o consórcio “Elos”, que concorreu ao TGV e que integrava o grupo Lena, foi favorecido com a integração no contrato de uma cláusula relativa a despesas a reembolsar pelo Estado, posteriormente considerada ilegal pelo Tribunal de Contas. A tudo isto, Sócrates respondeu nada saber e nada ter adjudicado. Em resposta, o MP alega que o Grupo Lena lhe fez chegar 2,8 milhões de euros através do seu amigo Carlos Santos Silva.

    No que diz respeito ao Grupo Lena, a investigação, além de corrupção, imputa também a José Sócrates um crime de tráfico de influências, dizendo que o antigo primeiro-ministro influenciou diplomatas portugueses para ir ao encontro dos interesses do grupo de Leiria, sobretudo no que diz respeito ao negócio da construção de casas na Venezuela.

    Ao mesmo tempo que os procuradores desfiavam as suspeitas, José Sócrates ia protestando pelo facto de, na sua opinião, não lhe terem sido apresentados “documentos e provas” das alegações que estavam a ser feitas.

    Do Grupo Lena, o Ministério Público passou para o empreendimento turístico de Vale do Lobo, afirmando que Sócrates e Armando Vara mantiveram-se em contacto para a concessão de um crédito de 60 milhões de euros da Caixa Geral de Depósitos à sociedade proprietária do empreendimento algarvio. Sócrates voltou a negar.

    No que diz respeito à ligação BES-PT-Sócrates, a investigação reafirmou o que tem vindo a considerar no processo. Em primeiro lugar que José Sócrates, uma vez mais através de Carlos Santos Silva, começou por recebeu contrapartidas do Grupo Espírito Santo por ter dado indicações à Caixa Geral de Depósitos para votar contra a OPA da Sonae. O posterior “spin off” da PT com a PT Multimedia, alegou o MP, resultou em ganhos para o Grupo Espírito Santo (GES). Em segundo lugar, o antigo primeiro-ministro foi acusado de ter utilizado a “golden share” do Estado de forma a interferir no negócio da venda da Vivo à Telefónica e, em seguida, pela entrada da PT no capital da Oi. Para o Ministério Público a influência de Sócrates nestes negócios proporcionou ganhos, uma vez mais, ao GES.

    Ora, para a investigação, o antigo primeiro ministro obteve 23 milhões de euros em contrapartidas: 20 do GES e 2,8 do Grupo Lena. O dinheiro acabaria em contas bancárias de Carlos Santos Silva na Suíça. Em 2010, o empresário e amigo de antigo primeiro-ministro, transferiu o dinheiro para Portugal ao abrigo do Regime Excecional de Regularização Tributária (RERT). É sobre este facto que recai a suspeita de falsificação sobre Sócrates em coautoria com Santos Silva. Para o MP, o verdadeiro dono do pecúlio era o antigo primeiro-ministro, logo a adesão ao RERT foi falsificada através da utilização do nome do amigo.

    Em matéria de imputações, o Ministério Público considerou ainda que Sócrates cometeu um crime de recebimento indevido de vantagem, tendo em conta que entre 2010 e 2011, enquanto primeiro ministro, passou férias em resorts em Portugal, Menorca , pagas pelo seu amigo Carlos Santos Silva, numa despesa que terá sido superior a 30 mil euros. Ora, nesta altura já estava previsto o tal crime, aliás, proposto no parlamento pelo PS.

    O DN tentou contactar ontem os advogados de José Sócrates, mas nenhum dos dois respondeu aos contactos. Na segunda-feira, à saída do DCIAP, José Sócrates classificou como “absurdas” as imputações feitas pelo MP, dizendo que não lhe foi mostrada nenhuma prova concreta dos factos alegados.

    Aqui, oferta grátis de um desenho: https://www.vercapas.com/capa/diario-de-noticias.html

  19. jose neves
    17 DE MARÇO DE 2017 ÀS 5:29, …?!

    José Neves, larga a algália, toma os comprimidos para as insónias e tem juízinho que já tens mais do que idade para isso.

  20. Sóbebo Chá de Cogumelo alguém lá da haberdashery te trocou a gamela do chá por uma d’água choca do cu da jamanta Teresa Coelho.

  21. PePe, larga as ervas, deixa-te de mariquices com aquele tipo que ele é hetero (para além de eu também concordar que, entre a Assunção Cristas e a Teresa Leal Coelho, venha o diabo e escolha).

  22. “Ao mesmo tempo que os procuradores desfiavam as suspeitas, José Sócrates ia protestando pelo facto de, na sua opinião, não lhe terem sido apresentados “documentos e provas” das alegações que estavam a ser feitas”.

    Acredito. E os burritos da comunicação social, já que gostam tanto de refletir e conduzir opiniões e até sabem muito porque já cobriram outros processos mediáticos e supostamente aprenderam, não conseguem daqui tirar o seguinte:

    Sendo o acesso aos tribunais, à justiça, e à defesa, um direito fundamental, como o é o tratamento mais favorável do arguido, concebe-se que o Ministério Público “apanhe” o arguido com uma “apresentação” longa de artigos que indiciam e remetem para documentos numerados segundo a paginação do processo ( e não dos apensos), impedindo, contudo, o arguido de consultar devidamente o processo, coartando-lhe na prática o acesso ao aludido direito fundamental?

    Já que o Sr. de Araújo vai tanta vez à televisão, não devia explorar a vertente de BATOTEIRO do DCIAP, etce e tais? E se a “apresentação” do MP é tão longa mas é dada a conhecer ao arguido, porque razão, este NÃO SE CALA, pois sabe que o que ali diz já não pega mas poderá eventualmente servir de pista a mais e mais??????? Não há mais LÍNGUA que aguente…a competência não pede tanto tempo!!!!

  23. Entretanto, os ignoncios estão em festa, desejosos de mais bonés e canetas de plástico, e bailaricos para clamar a inocência do temido destemido fala-barato furioso e revoltado ex44.

  24. É pá ò Sóbebo Chá, eu ainda não ando nas tisanas e chá é só às vezes e verde ou preto e quando há tempo. Ervas aromáticas cheiro-as e é mais nos jardins e nos prados e pastos do gado por aí e com bosta à mistura quando é tempo delas. Quais mariquices qual carapuça, se o homem ainda tivesse uma uma filha jeitosa era na hora como diria o outro, aquele insurgente o que já foi dono desta merda toda, Pá, vai lá ver o que se passa se tiveres tempo e dá uma ajuda ao homem, é que parece que foi apanhado num pranto sem nenhum motivo aparente, parecia uma criança, estava de cócoras debaixo de uma mesa e a gemer. Ele tá agora nos “Passos, um líder com excesso de princípios”

  25. Jasmin
    17 DE MARÇO DE 2017 ÀS 20:53
    Era só para avisar que Vale de Lobo já prescreveu, e que … a OPA da SONAE acaba de prescrever.

    Vá rapar decisões nos confins dos Açores…!

    Que sabe você de prescrição?!

  26. A maldosa insinuação

    Na sessão publica de apresentação de contas da Sonae o dr Paulo Azevedo decidiu regressar ao tema da OPA da Sonae sobre a PT para dizer, no essencial, “que estavam todos feitos”. Não sei a quem é que o dr. Paulo Azevedo se queria referir mas, no que me respeita, esta declaração constituiu uma grave e maldosa insinuação que desejo indignadamente repudiar.
    O Governo da altura assumiu uma posição de estrita imparcialidade- nem contra nem a favor da OPA. Essa posição foi por varias vezes transmitida ao dr Paulo Azevedo, em particular nas reuniões em que a administração da Sonae tentou persuadir o governo a apoiar a OPA. Foi- lhe comunicado que não havia nenhum motivo de interesse público que pudesse justificar tal atitude.
    Essa posição de neutralidade estendeu-se à Caixa Geral de Depósitos, a cuja administração foi comunicada total liberdade – a sua posição deveria resultar do que fosse considerado o seu melhor interesse. O Conselho de Administração da mencionada instituição votou e decidiu com total autonomia.
    Alguns dias antes da assembleia geral da PT, o dr. Paulo Azevedo fez-me um derradeiro telefonema solicitando-me que o Governo revisse a sua posição no sentido de dar orientações expressas a Caixa para apoiar a referida OPA. Respondi-lhe que o Governo não o faria e que se manteria fiel à sua conduta inicial de estrita neutralidade. Dei conta desse telefonema ao Sr Ministro da tutela.
    É portanto indesculpável que alguém que tentou em varias ocasiões convencer o Governo a ser apoiante da sua iniciativa empresarial, se permita fazer insinuações que o próprio sabe serem falsas. E, mais grave ainda, fazê-las num quadro de suspeitas judiciais absurdas e infamantes. O governo nunca esteve feito com ninguém. Nem com o dr. Paulo Azevedo.

    Lisboa , 17 Março de 2017-03- 03,
    José Sócrates

  27. Jasmim –
    Já prescreveu já, foi no âmbito do Manifesto do Inocentado . Um conceito jurídico de que você, mais alguns sabujos e narcisos, gostam muito .
    Já para o outro, aproxima-se a prescrição, mas é a do Princípio da Prescricão da Inocência. Basta chegar as respostas . Refiro-me às ” cartas abonatórias ” . Vêm embrulhadas em casca de banana .

  28. Para quem anda nos negócios de empresas, mesmo nos pequenos, sabe que é sempre assim e neste caso estava na cara que quem lançou a Opa, isto é, quem quer à força tomar outra empresa, para mais uma empresa maior que a própria Sonae que liderava a Opa, é sempre quem se mexe no sentido de tudo fazer, e corromper, para ganhar o caso.
    O negócio continha uma tal envergadura de lucro que só o valor acordado para a Sonae vender posteriormente a PT à Telefónica valia quase tanto como o valor dispendido na Opa. E esse valor era apenas o conhecido pois certamente haveria outras mais-valias escondidas dada a ganância que a Telefónica se tornasse senhora das telecomunicações em toda a Ibéria.
    E, como é normal nos grandes negócios como este, até o governo espanhol deve ter tentado influenciar. Mas por agora Sócrates apenas repõe a verdade apenas relativamente ao belmirito vingativo por que o PM não se deixou corromper pelo pelo belmiro manhoso e muito menos pelo fedelho.
    No meio de um antro de corruptos entre política e negócios vindos do cavaquismo onde medraram com a maior das facilidades e impunidades era fatal que alguém imparcial e incorruptível caído no meio de tal gente habituada a que lhe fossem ao beija-mão tinha, fatalmente, de se tornar o bode expiatório de trafulhas e corruptos até ser sacrificado e imolado na praça pública como tem sido desde então.
    Elites corruptas e moralmente podres precisam sacrificar e imolar no altar do deus dos ladrões de modo a exorcisarem religiosamente suas podridões infectas e, deste modo, ganharem novo folego para novas corrupções convictos na fé beata que ganharão sempre o céu e a história.
    Contudo deram com Sócrates que que é mais do género Ulisses que Ifigénia.

  29. Padre Matias (amiguinho íntimo do padre Frederico) VAI CHUPAR NO UMBIGO DA TUA MÃE MAS POR DENTRO, FAZ-LHE UM AMÉN TAMBÉM INCULO E SE AINDA TE SOBRAR FOLGO MAMA NO VITÓ MALICIAS QUE JÁ SE ENCONTRA DE CÓCORAS A MAMAR NO TEU PAI.
    DIXIT. CAPICHE FAGOTTINO FIGLIO DI PUTANA?

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *