22 comentários a “Essa Mulher Somos Nós”

  1. somos tanto a mulher como somos o arguido e até que, os badamecos que assinam a petição provem o contrário, ambos tiveram um julgamento justo e o acórdão limitou.se a confirmar a sentença. a mulher que recorra e vá para o constitucional com a sua inquisitória teoria de eliminar o conceito de atenuante no direito penal em casos de violência doméstica. é isso que sustenta os badamecos?

  2. o que é que tu sabes, ó eminente juíza dos juizes, se é justo ou não encarcerar determinado homem ou mulher num presídio? o que é que tu sabes sobre o que é justo neste caso concreto? só porque o acórdão não presta, achas que ao arguido e à vítima não foi feita justiça? em que factos concretos te baseias para dizer que a sentença em.primeira instância foi injusta para a vítima e branda para o arguido? carrasca e básica, é disso que não passas.

  3. desculpa lá , mas fala por ti . apesar de achar o fundamento para reafirmar a sentença disparatado , adultério é uma falta grave , ( ainda mais por ser completamente desnecessária , quem não esta bem , muda-se ) tanto feminino como masculino. , logo eu não sou essa mulher . são pessoas execráveis , com falta de carácter , os adúlteros. tenham tomates e assumam o outro relacionamente : é assim que pessoas normais fazem .
    aém disso , sabendo que quem a sovou foi o marido traído mais o amante traído , diria que a senhora é a messalina in self.

  4. e pensa ainda juíza dos juízes, nos casos que pendem em tribunal e em que os juízes estão indecisos entre o encerceramento e a suspensão, que efeitos nefastos pode ter este estúpido alvoroço

  5. eu acho os juízes parvos , têm de julgar uma agressão e não podem desculpá-la com o tal de adultério. mas que a gaja era uma grande vaca , era .

  6. porque quem quer comer gajos de empreitada ( coisa que acho bem , cada uma sabe de si ) não se casa e usa preservativo , mais nada.

  7. … sempre podes ir para juiza, yo, a aproveitavas para apimentar ainda mais a conversa: e nexte caxo em concreto dexta valdevinax xem salvaxão, meu Deux!, algum dos xenhores xabe xe a moca xerviu para bater apenax?
    Que tal?

    Nota. E algum dos discípulos que devem andar pela Bíblia usou uma literalmente uma moca, a propósito? Se sim, quando e como?

  8. E se eu bem entendi, a primeira reacção do Supremo Tribunal não foi contra o acórdão, foi contra a linguagem justificativa do mesmo. Assustador!

  9. juíza ??? nem pensar , Eric. apenas digo que o comportamento d senhora é lamentável . mas não foi isso , o comportamento dela , que foi a julgamento , porque o marido , idiota , em lugar de a processar e pedir uma indenminização , não , vai e humilha-se ao ponto de se unir a quem o encornou e perde tempo a maquinar vinganças criminosas que o deveriam meter na prisa . pena agravada por ser parvo.

  10. “… porque o marido , idiota , em lugar de a processar e pedir uma indenminização…”

    eheheh… esta gaja vive na idade da pedra lascada. deixa de ser tansa, adultério não é crime há bués e indemnizações por traição são estórias que o teu marido te conta para não saltares a cerca. segue o conselho da érica e agenda uma sessão de esfrega.

  11. Se bem entendi, a senhora juíza, que já confessou só ter lido o acórdão na diagonal, não está contra a sentença, mas sim muito incomodada, também, com a linguagem justificativa. Outro susto.
    E se, também, bem entendi, o senhor juiz diz agora que também é contra a violência doméstica, que está a ser mal interpretado, que está a haver manipulação. Ou seja, entendo eu, que o acórdão foi escrito em linguagem cifrada que só ele e, infelizmente, muitos outros entendem. Mais um susto.

  12. agora são todos contra a violência doméstica e até assinaram a petição, mas foi com pseudónimo para manter a independência dos juízes.

  13. É pá que é que adianta isso, a petição, isso não vai dar em nada .
    No regime preconizado por mim, o troglodita era promovido a escrivão, e, se persistisse num desempenho deficiente, tinha garantido o lugar máximo, de topo, escriturário-dactilógrafo.
    Idem quanto a um médico que fizesse asneira da grossa, passava por promoção directa, a enfermeiro .
    Direitos adquiridos em função do desempenho. Olaré !
    Mas você é um mãozinha de pelica, que ainda acredita em estórias da cachorrinha e na cegonha, quer endireitar tudo por via do amor e do diálogo, estado de direito, e patatí e patatá, olhe, amanhe-se …

  14. enapa, se estavas a falar comigo fizeste muito bem – possuo a capacidade de não deixar que a imbecilidade me toque.

    haja justiça
    para um juíz-pastor
    que mistura moral com leis
    e amor, humanidade, com fedor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *