É um grande cultor da lei moral de Kant, diz esta anedota ambulante


(oferta do nosso amigo Lucas Galuxo)

Para além do que o perigoso socrático de nome Judice diz, tocando num aspecto crucial para as obrigações da Justiça e dos interesses da soberania que o comentariado nacional intencionalmente abafa, colhe recordar que Carlos Alexandre, na entrevista à SIC onde aparece todo pimpão a fazer ameaças inclusive a colegas juízes, por três vezes declara que não recebe ajuda financeira de amigos. Ou seja, tal como Pedro em relação a um certo galináceo de Israel, Carlos mentiu a triplicar para que todo o pulha cantasse de galo.

Um juiz que dá uma entrevista para se promover como santo franciscano e para insinuar que um certo e notabilíssimo arguido que anda a julgar “tem dinheiro em contas de amigos”, revelando ser uma obscena farsa o suposto papel de defensor das liberdades e garantias dos cidadãos na fase de instrução, e que ainda por cima disto resolve mentir a respeito dos amigos procuradores que lhe emprestam dinheiro, terá condições para julgar seja quem for em nome da Justiça? Se tiver, como tem, então estamos desgraçados.

98 thoughts on “É um grande cultor da lei moral de Kant, diz esta anedota ambulante”

  1. Texto sem sentido, politizado, sem fundamento.

    Não é este o Sr. Advogado que um dia, já depois de sair da Ordem dos Advogados, disse que o seu escritório devia ser considerado na feitura da legislação em Portugal? Não foi por isso que, então, lhe moveram um processo disciplinar? Porque razão, o legislador em Portugal devia pedir OPINIÃO a JMJÚdice????

    Parece que a “estupefação” ganha uma nova imagem, com a cara daquele ao lado, pois se o mesmo não admite o empréstimo por se tratar de alguém ligado à investigação criminal, porque se haveria de aceitar a OPINIÂO do dito causídico, que reúne dos clientes mais importantes do país????

    Quanto ao que o mesmo diz, tem tanto valor como a caca de galinha. Mole, pouca, apoucada.
    Levando a posição do Sr. Advogado ao extremo, temos que os magistrados em Portugal não podem ser amigos entre si, de uma forma geral. Note-se que, a amizade é elencada como um dos motivos de suspeita…
    e será bem invocada se juíz e procurador estiverem no mesmo processo.
    Quando tal não acontece, QUAL É O PROBLEMA? Chama-se Sócrates, apenas isso.
    O JIC é um JUÍZ de INSTRUÇÃO CRIMINAL, NÃO É UM JUÍZ DA LIBERDADE. Nesse aspeto é a FORMA que interessa, que vigora, estando o processo sempre à mercê do controle de uma instância de julgamento e de recurso!

    Portanto, discute-se o quê??? A hipocrisia????

  2. és trampa,
    A hipocrisia é um campeonato onde várias equipas disputam a taça. Judice fará parte duma dessas equipas, não contesto essa possibilidade. Mas que Alexandre faz parte de outra, disso ninguém tem dúvidas. Como roupeiro do Alexandre, é natural que tentes justificar a parca gorjeta que o forreta de Mação te atira para a boina, perorando as insanidades clubisticas a que nos habituastes neste espaço, onde, mais uma vez, fazes por te esquecer de sublinhar o mais importante que distingue aqueles dois artistas: só um deles tem poder decisório. O outro fala, fala, mas não decide prisões preventivas com base em convicções . Capisce ?

  3. Trampa Rocha, certamente já estás à volta das minis…continua, daqui a umas horas estás KO e já não muges trampa….

  4. Claro que as entrevistas do sacrista do juíz de instrução, que devia comportar-se sempre como um árbitro como diz Júdice, eram motivo mais que suficiente para afastar imediatamente qualquer juiz. Algo que pelos vistos só se aplica às vozes dissonantes como o Rangel. E não foi só nas entrevistas que apareceu com a moral toda colada a uma das partes. É só isenção. Qual juiz inquisidor. Mais à frente, se ainda houver processo, tudo acabará por se repercutir. Nomeadamente o potencial todo deste tipo de santos. Com pés de barro. Para já vai-se afastando qualquer voz dissonante. Para depois virem dizer que as decisões foram todas confirmadas por unanimidade.

    Juiz desembargador do Tribunal da Relação de Lisboa que votou contra a declaração de especial complexidade do processo Operação Marquês diz que o ex-primeiro-ministro foi preso sem indícios de corrupção.
    José Reis afirma que não havia indícios de corrupção quando José Sócrates foi preso e colocado em prisão preventiva por suspeitas de fraude fiscal, corrupção e branqueamento de capitais.
    O juiz desembargador deu a conhecer a sua posição num voto de vencido num acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa, que confirmou a declaração de especial complexidade do processo, decretada pelo juiz Carlos Alexandre.

  5. sosistrampa,

    Devo dizer que tenho em grande apreço o teu poder ” argumentativo” !Vexa é uma luz na escuridão, um oásis no deserto! De tal modo que tenho usado a sua participação neste forum como referência para o 11º ano de filosofia que lecciono. Com resultados que ultrapassaram as minhas melhores expectativas. Com efeito, os jovens idealistas que ainda olhavam ingenuamente para o mundo como se ele fosse composto por pessoas de bem que ocasionalmente fazem merda, perceberam logo que a maldade existe e é coisa bem distinta da asneirada fortuita.

  6. Valupi, larga o vinho e cansa mas é um bocadinho os neurónios que tens nessa pinha para não andares a fazer figuras de papagaio que ecoa as cenas exóticas do José das maldades e, no dia a seguir, as oferecidas pelo nosso amigo (?) Lucas Galuxo.

  7. «De tal modo que tenho usado a sua participação neste forum como referência para o 11º ano de filosofia que lecciono», ah! assim percebem-se as tuas debilidades e porque levas tosquias sucessivas… Olha lá, JRodrigues, e as notas deste segundo período serão alguma coisa de jeito?

  8. Sóbebo Água Gaseificada
    20 DE MARÇO DE 2017 ÀS 12:20
    Sóbebo Chá de Camomila, não sei se reparaste que, há uns dias, temos aqui e ali um futuro clube de fãs do aeiou e dos seus exercícios vocabulares: o C-A-M-E-L-O começou por ser, estilisticamente, a alcunha do MRocha de Estremoz a fazer umas figuras de dromedário jamé! armado em intelectual, logo a seguir chegou o Lucas Galuxo e levou um olá rapaz! e, como não poderia faltar neste souk de bar aberto, ganzas iniciáticas e os viandantes giros vindos de Sodoma e de Gomorra (?), apareceu logo o verdadeiro camelo… sim, o do nick jpferra.

    Entretanto Jasmim, éstrampa e Asdfertyuio, que tripla.

    ____

    «Vamos ver o que o guraeiou dirá aos meninos, quando chegar.»

    Pois, Sóbebo Água Gaseificada. A tripla passou a quarteto: «Vexa é uma luz na escuridão, um oásis no deserto!», pois o JRodrigues juntou-se ao meu clube de fãs. E obrigado pelo neologismo, chamarem-me guraeiou é inspiração pura desculpem lá a falta de modéstia.

    Entretanto ficam assim com a Jasmim, éstrampa, Asdfertyuio e JRodrigues, que quadrado(s).

  9. Aeiou…explique a sua matemática do “quadrado”…o “tripla”…que isso de “me colocar” num grupo de um tal jasmim…é algo verdadeiramente algo. O Pimpaumpum, esse, quando quer nem precisa de escrever muito para tosquiar o pêlo dos “fala baratos” …

    JRodrigues

    Vexa leciona…filosofia? Lol. Quando chega a Sócrates, decerto, passa para o conceito ” coincidências”..não é?
    Então, apesar de os seus discentes …lol…se aperceberem da sua maldade, continuam a mantê-lo como formador???? É isso que é preocupante! Preocupante! Eu pensei que a lentidão tinha sido erradicada do Alentexxxxxo. Pode continuar a usar-me como referência, que o sou, “setôr”….de ALERTA para comunas, chupialistas, que promovem a sua preguiça mental ao minuto, e a força braçal dos outros….

  10. Jrodrigues

    ignarálho, sou “uma luz na escuridão, um oásis no deserto”…

    Agora se tu visses a minha assinatura biológica, é que ficavas deslumbrado…quando penso nos comunas e chuchas, o monte aumenta…dou-lhes o merecido, sem requerimento dos chefes de partido.

  11. éstrampa, não fiques aborrecido nem aburrecido porque, ainda assim, mais vale aceitares ser sócio-fundador desse clube de fãs em honra do guraeiou e, ainda, membro desgostoso de uma cáfila em movimento (mesmo que na companhia da Jasmim, acontece).

  12. E no meio disso tudo, o camelo não fala do “eu” ou na razão ou na moral kantiana versus o que o júdice manda para o écran do galucho….
    O camelo devia sintetizar a doutrina kantiana e depois aplicá-la ao caso do empréstimo e funções na judicatura…
    mas o camelo respalda-se ( ui…esta palavra…) em trampa e a fazer trampa…

  13. Meu caro, dizeis, em concreto o quê? Qual clube? A que vos referis? Mandai aí umas vogais, que de momento, por força do que ora se encontra em progresso laboral inteletual, no âmbito das minhas funções, tenho os neurónios ocupados e focados, procurando vocábulos de talento, para uma redação de pancadaria no sistema…

  14. membro desgostoso de uma cáfila em movimento ????

    Ó amigo…por falar em camelos…não se enganou na localização das bossas? não me obrigue a recorrer a Freud…

  15. aeiou
    20 DE MARÇO DE 2017 ÀS 13:15
    éstrampa, não fiques aborrecido nem aburrecido porque, ainda assim, mais vale aceitares ser sócio-fundador desse clube de fãs em honra do guraeiou e, ainda, membro desgostoso de uma cáfila em movimento (mesmo que na companhia da Jasmim, acontece).

    _____

    aeiou, o éstrampa aceita isso tudo claro (mas ele tem um fraquinho pela Jasmim, acho que se completam!).

  16. éstrampa: «membro desgostoso de uma cáfila em movimento», é quase literatura e é da boa.

    ______

    Sóbebo Água Gaseificada, pois, essas são cenas que os filhos de Freud podem explicar.

  17. Sóbebo Água Gaseificada

    Estás a precisar de há uns tempos a esta parte uma boa tosquia e mais quem se te aparentar…em jeito de “minion”

    Por falar em burros, como anda o teu último hematoma? Marraste com a cabeçorra no poço e partiste a “nora”…vais pedir a algum “fascista” que te pague o arranjo..da nora?
    Aeiou, então não te projetes, não te projetes, nem às tuas sombras. Andas a beber minis com o camelo do jqualquer trampa….daí os testamentos…não notarizados….que nada valem…por causa das rasuras…yawn.

  18. soistrampa,

    Mais uma vez lhe agradeço a facilidade que demonstra a ilustrar as minhas palavras. Sinceramente, obrigado!

    Quanto a “Sócrates”, a DGE perdoa-me a heresia de usar as margens de que disponho para lhe passar ao lado . Prefiro levar os meus alunos a visitar a espera das urgências do H Distrital, a assistir a uma Assembleia Municipal, ou visitar a caixa de comentários do Aspirina. Dessa forma percebem muito melhor o mundo em que habitam do que se lhes falar de uns cavalheiros gregos que já não se encontram entre nós. Mas deixe que lhe diga que um dos lugares onde os costumo levar e que tem sempre inenarrável sucesso, é a assistir a uma sessão qualquer de julgamento no da comarca. Os adolescentes saem de lá com uma noção de surrealismo que nunca mais esquecem.

  19. «Prefiro levar os meus alunos a visitar a espera das urgências do H Distrital, a assistir a uma Assembleia Municipal, ou visitar a caixa de comentários do Aspirina.», deixa-te de tangas JRodrigues que não existem “alunos” nenhuns e que até te convém andares incógnito aqui no Aspirina B porque senão era uma risada dos chavalos com as tosquias que levas e um gozo até não poderem mais nas cenas do FB, do Twitter e do Instagram. Conta lá, não tenhas vergonha: muitas negativas ou positivas?

  20. a opinião de um tipo que faz negócios milionários , à conta de todos nós , com o estado nas cenitas de assessorias e mais merdas não precisas ( para que é que o estado emprega tanto tanto jurista ? , parece que não servem para nada ) a mim traz-me sem cuidado . um vigarista , esse júdice.

  21. “Um amigo disse-me, é! pá, não te metas com eles que eles depois vingam-se.”

    Neste instante que deixou a cabeça deixar sair pela boca o que pensa e que já um amigo também pensa, está toda a verdade e tudo dito acerca da “operação marquês”.

  22. yo, aliás se quiseres uma listagem (quase) completa dos implicados na Operação Marquês e no universo dos advogados que se fazem pagar por 500 euros à hora pu algo assim basta o MP passar por aqui pelo Aspirina B.

    José Sócrates até à náusea, Armando Vara, o defunto José Lello, Carlos Santos Silva, Ricardo Salgado, Helder Bataglia, Lalanda de ou e Castro, Proença de Carvalho, Ricardo Sá Fernandes, João Nabais, José Miguel Júdice… todos eles mereceram sucessivos posts da lavra do Valupi e da Penélope, ora elogiosos ora vergonhosos e muito vergonhosos nalguns casos (como o do Lalanda quando foi preso e viajou num jacto particular como os barões do crime, essa figura proeminente do carinhosamente chamado “gangue dos vampiros” que deu o único emprego conhecido ao ex-PM), o que vai muito para além de um qualquer distúrbio obsessivo. A listagem é do Expresso, confirme quem quiser.

    OS 19 SUSPEITOS

    ^ José Sócrates
    ^ Carlos Santos Silva
    ^ Ricardo Salgado
    ^ Zeinal Bava
    ^ Henrique Granadeiro
    ^ Armando Vara
    ^ Diogo Gaspar Ferreira
    ^ Rui Mão de Ferro
    ^ Joaquim Barroca
    ^ Joaquim da Conceição
    ^ Hélder Bataglia
    ^ Sofia Fava
    ^ Inês do Rosário
    ^ Bárbara Vara
    ^ Gonçalo Trindade Ferreira
    ^ João Perna
    ^ João Abrantes Serra
    ^ Rui Horta e Costa
    ^ Lalanda e Castro

  23. … «o defunto José Lello», criador do cognome “Menino de Ouro” e da besta na linguagem Valupiana, para não ficar no ar uma calúnia porque prezo-me de ser um gajo decente.

  24. Este blogue e alguns dos seus comentadores dão-se a uma trabalheira do caraças para fazer a defesa do Estado de Direito. Mas quem é o vosso público alvo ? Os outros que aqui defendem o direito a mandar no Estado ? Se são esses, guardem as vossas energias e dêem melhor uso à vossa prosa! Os gajos sabem ao que andam, são putas velhas, saudosas do antigamente, a quem os comunas revolucionários ( esses mesmos, grandes maricas! ) não souberam retribuir a tempo e em dobro os “favores” que lhes fizeram em Caxias e no Tarrafal. E foi pena!

  25. Pobres alexandres e teixeiras com compagnos de route da qualidade abjecta dos que por aqui importunam mas que, na realidade prestam um enorme ao serviço ao cabal entendimento da índole rasteira dos carrascos do caso marquês.
    Mostram bem o nível intelectual de que são providos fazendo notar no tom das rosnadelas, que se deslocam a quatro patas numa vida de servidão aos indignos a que o estado, em incumprimento da lei constitucional, entrega as liberdades e garantias dos seus cidadãos.

    Cada vez mais vozes aparecem a desmontar e fazer entender como a atitude dos caceteiros carrascos protegidos pela designação de juízes das liberdades e procuradores da “república dos banas” agem a seu belo prazer pela cobardia dos que são eleitos para fazer cumprir as verdadeiras leis e não as deixar manipular descaradamente.

    Até o Dr. Ricardo Salgado a contas com os delatores do “segredo de justiça”, do alto da sua eloquente e elegante boa educação é um grande Senhor face à escumalha que o abocanha e expõe sem vergonha e devido respeito na praça pública.

    O país está sem Rei nem Roque e mete cada vez mais medo.

    Nota : no eixo do muito mal já só escapa o moderador e Pedro Marque Lopes.
    A c.ferreira alves deveria explicar melhor o que lhe fez, ou não, o Engo. José Sócrates.
    Fica histérica e balança-se descontrolada a falar do Homem.

  26. «Pobres alexandres e teixeiras com compagnos de route da qualidade abjecta dos que por aqui importunam mas que, na realidade prestam um enorme ao serviço ao cabal entendimento da índole rasteira dos carrascos do caso marquês.», …?

    primaveraverão, larga o vinho e vai deitá-la e diz ao advogado/tasqueiro de nome João Araújo até depois! que amanhã é outro dia.

  27. Um Juiz pedir dinheiro emprestado a um procurador é mau. É como um árbitro pedir dinheiro emprestado ao presidente do clube de uma equipa cujo jogo vai arbitrar.

    Um juiz pedir dinheiro emprestado a um amigo e publicamente insinuar a prática de crime noutros que fizeram o mesmo é horrível.

    Um juiz, com decisões publicadas sustentadas no método “ressonancia da verdade”, pedir dinheiro emprestado a um procurador acusado da prática de corrupção, e ter despachado a favor do seu suposto corruptor, é o fim da picada. Sobretudo se nada acontecer.

    http://www.dn.pt/politica/interior/juiz-fecha-de-vez-caso-do-vicepresidente-de-angola-3772108.html

  28. JRodrigues

    Ena, nunca pensei que conseguisses descrever empiricamente a tua singeleza, condenável, sem
    apelo nem agravo.

    Então só ensinas sobre os “se encontram entre nós” e atamancas o passado com a tua ignorância, que apresentas como fonte de “formação”…Para ensinares, hás-de ter conhecido e compreendido, já que só assim transmites. Agradece-me, sim, a inenarrável disponibilidade que te concedi até aqui para provar que és o responsável pela mediocracia portuguesa…penso que a obrigatoriedade de os professores prestarem provas de conhecimentos, seria, de facto, uma grande medida. Tu reprovarias…mesmo sóbrio….

  29. jose neves
    20 DE MARÇO DE 2017 ÀS 14:03
    “Um amigo disse-me, é! pá, não te metas com eles que eles depois vingam-se.”

    Neste instante que deixou a cabeça deixar sair pela boca o que pensa e que já um amigo também pensa, está toda a verdade e tudo dito acerca da “operação marquês”.

    Cala-te comuna. Trata das artroses dos dedos, para a mão não se desviar para a asnada.

  30. Ou queres dizer que é melhor ele dizer bem de um tipo – sócrates – que é indiciado por grossa corrupção???

    Por muita asneira que o DCIAP faça, olha que não inventam…documentos…!! E é isso que o fundamenta e, pelos vistos, há mais uns papéizitos….

  31. Galucho,

    Cala-te. Para avaliares a justiça da situação, baseia-te no direito.

    Imagine-se o que seria se TIRAR MACACOS DO NARIZ ENQUANTO GUIAS fosse mau…estavas feito, não saías da “imoralidade”, badalhoco!

  32. Ou será que lei te proibe de escarafunchar a penca enquanto estragas o carro, hum???? Não proibe, pois não?
    E não é, de facto, mau tirares burriés da penca? Mas fazes, não é, para além dos gafanhotos que atiras quando te pões a gesticular direitos com o dinheiro dos outros, uh????

    Portanto, quando encontrares um dispositivo que PROIBA o facto “MÚTUO” entre “AMIGOS”, por causa da judicatura, diz algo! Já agora, diz-me lá, QUANTO É QUE O TEU AMIGO SÓCRATES DEVE AO ESTADO EM IMPOSTO DE SELO?!!! Se é mau para um, é bem pior para outros, uh?!

  33. Comunas! Chupialistas! ficam vidrados nos direitos, direitos e mais direitos à minha custa e esquecem-se que teem deveres também….

  34. Descalcificado, por aqui não te safas…bem sei que procuras um urinol. Tenta um dos teus “minions”, pode ser que te arranjes…

  35. No alentexxxo é só bolota e a lesma leva tempo a mexer-se…nem com “mini”, cada camelo, cada camelo…de fazer inveja aos marroquinos….

  36. éstrampa, larga as ervas e deixa o tipo sossegado que ele é hetero (sabe-se que o jpferra é que gosta de brincadeirinhas, o magano).

  37. O nível que para aqui vai só visa destruir o Aspirina.

    Dos indícios de aço ao perdão do Bataglia é que nada. Eu também já tive um papagaio que dizia o que eu queria. Era sempre uma questão de tempo. E com prazos sem prazo…

  38. Todos os jornalistas e comentadores juravam que a Geringonça era coisa para um mês ou dois. Até o pobre Coelho acreditou. E todos,todos se enganaram,o governo aí está e com os melhores resultados de sempre. A mesma turba profetisa o fim de Sócrates…

  39. Pois é, Paulo Guerra, mas não vejo sinceramente os seus “amigos” por aqui.

    Já o sôtor Ricardo Salgado, o Lalanda, o Carlos Santos Silva, o Joaquim Barroca e o próprio Helder Bataglia que distribuiu os seus alegados negócios angolanos com os primos de ambos José Paulo Pinto de Sousa, vulgo ‘Paulo, o Gordo’, e o próprio José Sócrates (Bataglia tem uma filha menor com Filomena Pinto de Sousa, prima do ex-PM) têm vergonhosos comentários como este:

    «Até o Dr. Ricardo Salgado a contas com os delatores do “segredo de justiça”, do alto da sua eloquente e elegante boa educação é um grande Senhor face à escumalha que o abocanha e expõe sem vergonha e devido respeito na praça pública.», ali em cima.

    Ou seja, alimentem a capacidade neuronal da espécie, não façam figuras tristes e ergam-se se necessário for mas façam-no decentemente.

  40. Quando é que o moderador deste blog nos dispensa da presença
    desconforme do vesgo que para lá de zarolho agora está travestido
    de merda? Será que já foi promovido a aspirante de arrastadeira?
    O mentecapto não dá uma que, seja para a caixa do bom entendimento!!!

  41. “Um amigo disse-me, é! pá, não te metas com eles que eles depois vingam-se.”

    Quando um advogado batido de dezenas de anos a lidar com a justiça portuguesa larga tal desabafo e dizendo ter sido avisado por outro advogado igualmente de gabarito e bem traquejado nas lides com a nossa justiça, demonstra claro como água, o medo da nossa “justiça” instalado na sociedade portuguesa.
    Ora se os grandes advogados temem represálias fará o que sentirá uma pessoa comum sem meios e totalmente à mercê de poderes intocáveis e inescrutináveis; um pavor.
    Foi, julgando Sócrates cobarde como eles próprios e medroso como os homens comuns que, os pr’omnipotentes magistrados, trataram o caso com a leveza e desplicência e depois, com o caso malparado, enveredaram pela bruteza e maldade totais tal como a justiça especial do tempo do velho senhor.
    A vingança é proporcional ao atrevimento de Sócrates ao querer cortar mordomias medievais e, grande blasfémia, querer obrigar os senhores magistrados a trabalhar como qualquer cidadão para merecer o ganha pão do dia a dia.
    A nossa justiça aplicada por magistrados sem qualidades à alex & rosário amedrontaram o homem comum, tentam amedrontar os advogados que defendem causas e, burros, pensaram que Sócrates era mais um a quem bastava uns “abanões” como se dizia nos velhos tempos.
    Enganaram-se, embrulharam-se, enredaram-se na gigantesca teia do processo que criaram para se escaparem e um dia, não muito longo, estarão eles próprios apanhados na teia que teceram.
    Porque Ares (ou as leis não escritas) é imparcial; mata os que matam.

  42. Lucas Galuxo
    20 DE MARÇO DE 2017 ÀS 17:43
    Valupi, é hora de balde e esfregão nesta casa.

    Sim, o detergente tem de ser mais eficaz, pois tu continuas na parede e teimas em saír…

  43. E, continuando, não há quem comente o “discurso” na ótica Kantiana do bastonário José Júdice… e no enquadramento da lei vigente…É moral? É legal?
    Quem violou deveres perante a AT? O Mmº Juíz Carlos Alexandre? E Sócrates, com aquela generosidade toda recebida?

    Alguém esclarece? Hum?

  44. É um facto, reina um cheiro nauseabundo nas caixas do Aspirina largado por estes moços de estrebaria que agora por aqui arrastam a bunda. Já era hora de o Valupi montar o cordão sanitário.

  45. Abílio, que andavas assarapantado com as prometidas maldades do JMT aqui há uns dias, olha lá o que te pergunto:

    – Isso é o teu nick ou é um nome de zéquinha? Coisas de pai e mãe, ui?

    Nota. Eu conheci um Abílio, era também um xoninhas mas, esse, não metia medo a ninguém.

  46. Estou a assistir aqui a uma situação que me faz lembrar o que aconteceu num blog que eu seguia:
    o “acausafoimodificada”, que morreu às mãos dos ‘comentadores’.
    Atenção Valupi!

  47. soistrampa
    20 DE MARÇO DE 2017 ÀS 18:35
    E, continuando, não há quem comente o “discurso” na ótica Kantiana do bastonário José Júdice… e no enquadramento da lei vigente…É moral? É legal?
    Quem violou deveres perante a AT? O Mmº Juíz Carlos Alexandre? E Sócrates, com aquela generosidade toda recebida?

    Alguém esclarece? Hum?

  48. E o juiz do Multibanco?
    20 DE MARÇO DE 2017 ÀS 17:47
    Olha, olha, já chegaram as férias da Páscoa dos tribunais…

    Tens sorte…estás solto mas os que estão presos…não se atemorizem…eles são prioritários. Yawn.

  49. acausafoimodificada, era o blogue do Maradona e imagino do que o que gostavas mais era das caralhadas na caixa de comentários (figuradamente, portanto). Azar o teu, porque no Aspirina B aconteceu exactamente o contrário o que demonstra que não há processos iguais! Se não viste nem percebeste, azarinho como diria o outro no princípio de tudo, porque das duas uma ou mesmo as duas sei lá eu: ou planavas sobre a patine própria de WC e gostavas (e, culpa minha, porque nunca te vi a queixares ao estilo infantil do Lucas Galuxo e do jpferra e aldarão como o teu), ou também gostavas era de dar uns arrotos e umas facadas cobardes (sexistas, machistas, homofóbicas, “políticas”, nos desgraçados do MP, etc.).
    Há outras variantes, claro: quem sabe se não tens nada na moleirinha, ou que querias enganar o Valupi e apelidar-nos a todos os tipos com mais de 18 anos como otários (e, nesse caso, eu convenço-me que enlouqueci, ainda por cima).

    Nota. Não sabia que o blogue tinha acabado e lamento que tenha acabao, apesar de tudo apreciava a interacção. Por isso, obrigado mas por mim devolvo-te a figura de otário.

  50. … «(sexistas, racistas, machistas, homofóbicas, “políticas”, nos desgraçados do MP, etc.)», em tempo porque o racistas esteve ali mas desapareceu misteriosamente.

  51. A questão aqui é muito simples: quando convidados a pronunciar-se sobre um vídeo em que um bastonário expressa a sua opinião, a qual deve ser vista no enquadramento das suas posiçõe públicas, designadamente sobre LEI e seu autor, vejo que as “comentadeiras” chorrílhicas mais não fazem do que focar-se na “limpeza” de “algo” que as contrarie. É isso que acontece com a ditadura esquerdista – ou vestes com as mangas arregaçadas ou és expulso…Corre-lhes no sangue. Tal qual aconteceu com os demotards nos Estados Unidos. Não ganharam, foram vencidos pela inteligência de apenas um, que os venceu serenamente. Portanto, os protestos e as gritarias à povaréu, depressa se fizeram sentir…mas ainda assim dizem-se vítimas…

    Aplique-se aqui o remédio americano – uma comidinha quente e um cãozinho para a terapia…pagos por mim, sujeito tributário fascista…neste caso, a origem do dinheiro – fascista – não interessa ao povaréu dos comunas.

  52. Aeiou…

    deve considerar que o Paulo Lalanda e Castro está em todas…mas em todas, tá a ver.
    De ta forma que até o “emplastro” o segue à porta do tribunal.
    Ora já alguém pensou porque é que tal cidadão está em todas? E relacionado com Sócrates e se for o caso…ainda bitaita como o Bataglia…
    Ainda a procissão vai no adro…arrancou levemente.

  53. eu não sei , mas ouvir todos os comentadeiros a dizer ” amén , o zézito esteja contigo ” em cada posta do V , ou da Pe , não tinha gracinha nenhuma :)

  54. “soistrampa
    20 DE MARÇO DE 2017 ÀS 20:00
    E o juiz do Multibanco?
    20 DE MARÇO DE 2017 ÀS 17:47
    Olha, olha, já chegaram as férias da Páscoa dos tribunais…

    Tens sorte…estás solto mas os que estão presos…não se atemorizem…eles são prioritários. Yawn.”

    A tua hora há-de chegar… kkkkkk

  55. yo, mas não era simplesmente uma fé católica.
    Era aquilo a que o Pacheco Pereira chamou proselitismo e a que eu chamo alcoolismo.
    Exemplo, o DN diz que os crimes do José Sócrates duplicaram:
    corrupção passiva, fraude fiscal e branqueamento de capitais + falsificação, vantagem em negócio e um outro.

    primaveraverão, ontem: foi uma grande semana para o José Sócrates.
    primaveraverão, hoje: viva o Dr. Ricardo Salgado, um Senhor com maiúscula e tudo.

    Paulo Guerra, ontem: Bataglia e tal.
    Paulo Guerra, hoje: Bataglia e tal, depois calou-se aparentemente porque me dei ao trabalho de lhe lhe explicar de quem ele é primo e, por isso, aparece nos trios da “amizade”

    Enfim, paciência!

  56. Amigos Aspirinas, sugiro-vos que dêem a merecida atenção (por enquanto ainda a tempo) aos seguintes alertas na caixa de comentários deste post do nosso amigo Lucas:

    – Paulo Guerra, 20 de Março, 16.21
    – J. Madeira, 20 de Março, 17.05
    – Lucas Galuxo, 20 de Março, 17.43
    – Abilio, 20 de Março, 18.56
    – QualquerUm, 20 de Março, 19.28

    Escreve o jpferra às 17.17, bem-intencionada mas irrealisticamente: “J. Madeira, não é preciso moderar, basta ignorar.” Lamento, mas é um erro. “Não se conversa com a merda, não se discute com a poia, não se argumenta com o cagalhão.” Foi esta a fórmula que adoptei nas minhas visitas a esta botica e que há algumas semanas aqui deixei registada. Mas o certo é que não chega para evitar o quase certo desfecho para o qual os comentadores acima referidos alertam. Acreditem que é esse o objectivo, provavelmente remunerado, dos porcalhões que aqui passam a vida.

    O Valupi escreveu em tempos que a influência dos blogues, e das discussões neles suscitadas, é pequena, e admito que tenha razão, mas o certo é que as corporações coligadas atrás do arbusto e os javardões ao seu serviço nem isso suportam. O seu objectivo é desmobilizar, desmoralizar, enojar, cansar. Os trolls que por aqui se peidam três segundos em cada dois cumprem uma missão, uns voluntariamente, outros mediante remuneração, nem que seja umas latinhas de ‘Pedigree Pal’ fora do prazo. Dos 73 comentários deste post do nosso amigo Galuxo, por exemplo, 23 são do ex-chafurda ceguinho que finalmente adoptou a única designação que lhe ocorre sempre que se olha ao espelho; 15 são do analfabeto pretensioso das vogais (demonstração: “3. O que o DN trás (sic) de novo hoje é que as pazadas de areia que eu copiei para o Aspirina B, e fi-lo mais uma vez filantropicamente”, tirado daqui http://aspirinab.com/valupi/passos-um-lider-com-excesso-de-principios/ , em 17 de Março às 15.43); o Sóbebo Merda contribui com 10. Ou seja, estes três porcos sozinhos conseguem produzir dois terços (48 em 72) dos comentários do post. É muito esforço e tempo despendido com uma audiência que alegadamente desprezam e que, a fazer fé na berraria em que se esganiçam sem descanso, não tem qualquer influência e não vale nada!

    Percorrer esta rua para trocar dois dedos de conversa com um ou outro vizinho, mesmo que de clube rival, está a tornar-se quase impossível, dada a difícil gincana a que são obrigados os visitantes com um mínimo de preocupações higiénicas, se acaso querem chegar ao fim da rua com a sola dos sapatos limpa. São tantos os dejectos, caros anfitriões, que quase não sobra um centímetro de passeio livre.

    Eu sei que a ideia de moderação dos comentários vos desagrada, por poder ser conotada com censura. Mas o certo é que, desde que comecei a aparecer por aqui, já verifiquei a desistência de muitos conversadores que apenas a isso aspiravam, conversar, “escorraçados” pelos suínos que apenas sabem insultar, emporcalhar, poluir, feder.

    Sugiro-vos como solução, caros Aspirinas, duas “edições” iguais para cada post, assim identificadas: “Edição AAA”, aberta apenas a conversadores, que seria um salutar fórum de exposição e discussão de opiniões, concordantes ou divergentes, e “Edição WC”, que continuaria exactamente como é presentemente a edição única, escancarada a todo o tipo de dejectos, fedores e pestilências. Ficavam por lá excitada e freneticamente a masturbar-se uns aos outros, em completa liberdade, sem qualquer moderação, e algum passeante a quem apetecesse, ocasionalmente, um cheirinho a merda, já sabia aonde podia ir. Mas fazia-o voluntariamente, ninguém o obrigava a isso.

    Equivaleria à diferença entre uma cidade medieval, com esgotos a céu aberto, e uma urbe moderna, com casas de banho, autoclismos, esgotos subterrâneos e ETAR. Tanto quanto sei, esta solução não implicaria acréscimo de custos para os editores e apresentar-se-ia mais ou menos assim:

    “É um grande cultor da lei moral de Kant, diz esta anedota ambulante (Edição AAA)”

    “É um grande cultor da lei moral de Kant, diz esta anedota ambulante (Edição WC)”

    As designações poderiam ser outras, é claro: Edição Premium e Edição ETAR, por exemplo, ou outra qualquer saída das vossas carolas, que a minha imaginação, hoje, está um bocado coxa.

  57. Joaquim Camacho muito bem diz ser quase impossível ultrapassar o passeio tal o tapete de excrementos dos rafeiros sem donos de saquinho em riste que em matilha emporcalham local de autor logo, sujeito a mínimos de contra argumento.

    A Reserva ao Direito de Admissão não é censura.

    Já que o repúdio de não fechar a porta aos rafeiros não nos livra dos dejectos mal cheirosos é boa ideia abrir porta ao fundo da cerca bloqueando o cheiro nauseabundo dos que a soldo, prestam um mau serviço a quem lambem as mãos e só insultam a eito e sem inteligência.

    Boa educação e bom berço nota-se sobretudo em quem, caído em desgraça, fica a milhas da matilha que ocupa, jornais, blogues e tvs servindo a caça ao Homem como direito adquirido travestido de democracia.

    E, confirmo, Dr. Ricardo Salgado tem sim, direito a maiúsculas gigantes. É educado. Logo : um Senhor.

    Mais :
    – o BES serviu sim com lealdade e proximidade muitas empresas de bem que lhe ficaram a dever ter tido sucesso.
    Parece que também tinha resposta para os gananciosos que queriam muito mais que a prudência de investimento recomenda e agora gritam desesperados por uma culpa que sabem ser própria e, por isso, muito difícil de engolir.
    Sobre o resto, os tribunais, o Banco de Portugal e o governo em funções na altura que expliquem o que fizeram de errado par a derrocada estrondosa do maior Banco Privado de Portugal.

  58. se utilizarmos outra forma de medir o pib , por exemplo contar as palavras dos comentários ou as linhas , temos , assim a olho , 80% são de comentadores flores de estufa queixinhas sem sentido de humor :)

  59. Joaquim Camacho admito que ganharíamos em sanidade, debate de ideias e opiniões diferentes, mas perderíamos em amostras reais de gente imbecil, que ás vezes nos enojam outras nos fazem rir.

  60. jpferra , diga ao canhoto que use a forma normal de conar os anos , que assim à inglesa gera confusões. “Não se encerara um homem por dez meses com base em nada; e a prova de que era mesmo nada foi todo o tempo que decorreu desde então. Três ou quatro anos (ele saberá os dias e as horas). ” é que de novembro de 2014 a março de 2017 não vão 3 ou 4 anos ….ainda vai nos dois e tal e com o tempo de prisão incluido . parece muito comprido o tempo na solitária , é isso?

  61. Com a solução das duas edições paralelas, ou sobrepostas, caro jpferra, não perderíamos, não senhor. Quem quisesse apenas conversar, discutir, divergir, criticar, frequentaria a “Edição AAA”. Se, ocasionalmente, lhe apetecesse um cheirinho a merda, uma rápida incursão à “Edição WC”, à qual também teria acesso irrestrito, seria provavelmente suficiente para lhe satisfazer a extravagância pituitárica. Um ou outro safari na floresta (ou no deserto) da imbecilidade também não mata ninguém, ainda que me pareça haver em tal opção uma dose generosa de masochismo. Os posts seriam exactamente iguais nas duas edições, mas, quanto às caixas de comentários, os trolls apenas poderiam frequentar a da “Edição WC”, já que na “Edição AAA” teriam os IP barrados. Talvez conseguissem uma vez ou outra enganar os donos da casa, com computadores de amigos ou de aluguer, mas rapidamente os anfitriões lhes topariam os truques e um balde de creolina na tromba com facilidade resolveria o problema.

  62. Yo,

    Espero sinceramente que nunca se veja a si ou aqueles que lhe são mais proximos com a vida literalmente suspensa dos tempos da justiça.
    Se um dia a generalidade das pessoas fosse capaz de não pensar na justiça como uma arma selectivamente apontada aos alvos por quem nutrem os seus ódios de estimação , seria dado um passo importante para vivermos numa sociedade um bocadinho mais decente.

  63. Maria , eu até fiz uma pós graduação em mediação de conflitos…como vê , gosto de formas alternativas à resolução de litígios . acontece é que crimes cometidos por adultos só mesmo em tribunal , com juiz e advogados viciados em recursos. agora , o socras , quando foi 1º ministro devia ter-se debruçado sobre os problemas da Justiça , teve a faca e o queijo na mão. durante 7 anos . não o fez ? azarinho.

  64. A “justiça” à portuguesa, desde os tempos da velha senhora, rege-se por uma única e exclusiva “máxima da amizade”, que é:

    Aos políticos não amigos à mulher de César é obrigatório ser e parecer séria.
    Aos políticos amigos a mulher de César pode nunca parecer mas é obrigatório ser séria.

  65. Yo,

    “azarinho” ?!

    Que quer dizer com isso ?! Que como não se “debruçou” é bem feito que sejamos todos vitimas das disfunções das instituições da justiça ?! Não havia e não tem havido outros responsáveis políticos que também se poderiam ter “debruçado” ? E os agentes da justiça, não conhecem a avaliação e a auto-critica ? Não têm nada a propor que possa beneficiar a República e o respeito pela Constituição ?

    Que argumento bizarro o seu, desculpe que lhe diga !

  66. aeiou,

    Certo de que não valerá de nada, ainda assim aqui vai. Não temos todos a mesma vida. Não somos todos trolls. Com objectivos muito claros.

    O ilustre cidadão Bataglia não passou de uma provocação.

    Eu nunca tive qualquer fetiche com Sócrates. Para o bem ou para o mal. E há muito tempo que o que está em causa no caso Marquês é o próprio edifício da Justiça Portuguesa. Até aonde estão dispostos a ir ou até aonde os deixam ir. Ou pior, regressar.

  67. pensei que o que estava em causa aqui era o caso socrates , Maria. quanto a contributos para resolução do problema Justiça , sendo sapateira não me vou por a tocar rabecão. aliás , o único contributo que me ocorre é substituir a população de terráqueos por anjos , talvez assim deixemos de atirar Hobbes uns aos outros :)

  68. Paulo Guerra
    21 DE MARÇO DE 2017 ÀS 11:30
    aeiou,

    Certo de que não valerá de nada, ainda assim aqui vai. Não temos todos a mesma vida. Não somos todos trolls. Com objectivos muito claros.

    Bem, desculpa lá o mau jeito de te responder assim de chofre mas acho que podes estar aqui a dizer uma canalhice sobre mim, ou que andas confuso com a vida que levas ou que isto é um mais ou menos complexo problema para resolver (quero dizer, trata-se de uma simples burrice). Que queres dizer com isto, importas-te de nos obsequiares com algo inteligível?

    [Responde ASAP, please.]

  69. 15 são do analfabeto pretensioso das vogais (demonstração: “3. O que o DN trás (sic) de novo hoje é que as pazadas de areia que eu copiei para o Aspirina B, e fi-lo mais uma vez filantropicamente”, tirado daqui http://aspirinab.com/valupi/passos-um-lider-com-excesso-de-principios/ , em 17 de Março às 15.43); o Sóbebo Merda contribui com 10. Ou seja, estes três porcos sozinhos conseguem produzir dois terços (48 em 72) dos comentários do post. É muito esforço e tempo despendido com uma audiência que alegadamente desprezam e que, a fazer fé na berraria em que se esganiçam sem descanso, não tem qualquer influência e não vale nada!

    Joaquim Camacho, ainda nem te li bem mas pensas que estás a falar com o teu pai?

  70. E mais uma vez, passa-se ao lado do tema…o conteúdo do vídeo…

    É preciso equacionar novamente o que se discute?
    É os papagaios chupialistas que leram um parágrafo em dois jornais, já pensam que podem discutir o…assunto…e profetizar mais trampa mentalóide…

    Tanta pérola desperdiçada e estes comentadeiras apuram-se no vernáculo do interior para cuspirem mais um braço levantado…

    Yo

    CLARÍSSIMA a sua posição. E certa…

  71. jpferra
    21 DE MARÇO DE 2017 ÀS 9:01
    Joaquim Camacho admito que ganharíamos em sanidade, debate de ideias e opiniões diferentes, mas perderíamos em amostras reais de gente imbecil, que ás vezes nos enojam outras nos fazem rir.

    jpferra, tu que és uma das crianças mais ranhosas e choronas do Aspirina B e que vais espalhando por aqui os mais histéricos gritinhos tens a lata de dizer isto de outrem? Pir mim, com muita paciência e algum desportivismo, faço o favor de te ir dando a papinha e, ao mesmo tempo, lembrar-te várias vezes para não pisares o risco nem ires para o meio da estrada para não te magoares. De resto, não sei o que sabes fazer, nem qual a tua formação ou, sequer, se a tens ou como a obtiveste, nem qual a tua idade, mas sobre a tua mundivisão pelo que vais babujando por aqui tenho ideia de que se reduz a seres um funcionário preguiçoso de uma vila no interior (conheci gente como tu, de passagem mas) pelo que, acredita, pensares pela tua cabeça e, por consequência, escreveres algo de jeito não está nas tuas eventuais qualidades.

    Nota. Isso não é um defeito, nem é um castigo divino, mas deveria levar-te a fazeres uma introspecção.

  72. 2/3 ou 4 e fim.

    Tenho mais que fazer, Joaquim Camacho, se me aprouver voltar ao assunto sei que terei de ler sifridamente as tuas longas bacoradas que passaste esta noite a cozinhar e, então, voltarei a ele mas tenho a certeza de que, no fundo, não perderei nada de importante.

    O jpferra e o primaveraverão que te aturem, sobre ambos e sobre ti fui claro.

  73. ó básico, andas assim tão nervoso que já passas para as ameaças???

    “lembrar-te várias vezes para não pisares o risco nem ires para o meio da estrada para não te magoares. ”

    eras a primeira mulher que me batia…

  74. jpferra, o perfil que eu tracei de ti adequa-se perfeitamente ao que acabas de dizer.
    Enfim, cresce e, como se diz popularmente, não metas o cu em pau de homem.

    Nota, não te assustes.
    Isto não é literatura gay, trata-se de uma curiosa expressão utilizada no Baixo-Alentejo.

  75. Perigoso Socrático ?
    Ele é um videirinho, tal como o Daniel Proença de Carvalho, e muitos outros, incluindo o inefável ex-comissário Vitorino ( quanto irá ele ganhar com os estudos e pareceres no âmbito da Comissão Europeia com relação à construção do novo aeroporto ? ) este Vitorino mantém um debate numa estação televisiva com o Santana Lopes que de tão amena cavaqueira ate dá sono . Claro que todos estes figurões do bloco central de interesses cuidam de suas vidinhas e convém manter boas relações e pontes com todos os quadrantes .
    Vá ver quanto ele ganhou com o Sócrates.

  76. Pimpampum, sublinho que o António Vitorino está num dos lugares do topo no leque das considerações Valupianas. [Obviamente, iria acrescentar mas apaguei.] Por mim elogiei-o no Aspirina B, por uma vez, mas acrescentei que a minha quota de públicos elogios ao neto da Dona Constança estava a partir daquele momento esgotada, a quota semestral ao que me lembro.

    O facto intrigou ou perturbou o Valupi, ele lembrar-se-á do facto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *