Dâmaso Sal&Sede

Nos bastidores da maioria parlamentar já há quem faça contas ao mandato da procuradora-geral da República, que acaba em outubro de 2018. O desconforto em alguns setores do PS, BE e PCP com Joana Marques Vidal é evidente. O círculo dos amigos de Sócrates, que inclui figuras como Francisco Louçã mas já não António Costa, não perdoa o processo ao ex-primeiro-ministro. Não é a acusação que há de chegar em setembro que os incomoda, mas o facto de o processo ter existido.


O mandato da PGR – O desconforto em alguns setores do PS, BE e PCP é evidente.

__

Quem se atrever a questionar a ilegalidade e imoralidade reinantes na parte da Justiça que quer fazer política e/ou dinheiro cometendo crimes passa a cúmplice de Sócrates, do Sócrates devassado e diabolizado pelos esgotos a céu aberto, vem dizer-nos um dos mais notáveis representantes e agentes desta corrupção institucional. O seu sentimento de inatacabilidade é tão obscenamente grande que ele se permite escrever publicamente que há não sei quem no BE e no PCP que “não perdoa o processo ao ex-primeiro-ministro“.

Não se trata de uma alucinação, natural ou causada por drogas (ou falta delas). É outra coisa. O gajo acredita que pode gozar com esta merda toda, como quiser e pelo tempo que lhe apetecer. E pode, né?

8 comentários a “Dâmaso Sal&Sede”

  1. «Quem se atrever a questionar a ilegalidade e imoralidade» – deves querer dizer: questionar a legalidade e a moralidade

  2. O Dâmaso está bêbado.
    Então o Louça agora é “amigo de Sócrates”?
    Quem pelos vistos já não pode com os nervos porque o mandato da Joana está a acabar é o Correio da Merda.
    E qual acusação é que vai chegar em Setembro? de que ano ?
    Isso já nem é do tintol é da erva. E deve ser da rasca, deixa uma ressaca f…

  3. E “incomoda-os mais o processo ter existido do que a acusação que vai sair em Setembro”?
    A sério ?
    Mas ca puta de moca, ó Dâmaso !
    Então mas já das como certo que a acusação é uma merda que não incomoda ninguém?
    E se a dita for um arquivamento no que diz respeito ao “principal arguido” ?
    Vais dar um tiro nos cornos, pá ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *