Asfixia alvar

O grupo de expedicionários que foi para a frente da Assembleia da República fazer número (um número à volta do algarismo 30), num protesto contra o plano de Sócrates para comprar televisões, jornais, rádios e castanhas assadas com dinheiros das empresas públicas, continua activo? Trocam inflamados emails? Estará na calha um blogue para denunciar o engenheiro? Já marcam presença no Facebook? Vão fazer novas manifestações? Irão juntar-se num lauto e festivo almoço em 2011 para comemorarem o 1º ano do movimento que libertou Portugal?

Será uma pena se essa união nacional deixar aburguesar-se e desmobilizar.

12 comentários a “Asfixia alvar”

  1. «A presidente do PSD, Manuela Ferreira Leite, está desde Junho de 2009 a par dos pormenores do negócio PT/TVI (…) chegou a estar de acordo com a compra da estação televisiva. As conversas (…) capturadas através das escutas do processo “Face Oculta” – envolvem a líder social-democrata, que estaria, paralelamente, a ser informada do negócio através “dos Ongoing” e “do [José Eduardo] Moniz”.
    Questionada pelo DN (…) Manuela Ferreira Leite limitou-se a dizer: “Ora essa, e qual é o crime que está a ser cometido por ser informada? Agora não posso ser informada? Se fui informada, isso só prova que de facto o esquema estava a ser montado e que o crime estava a ser cometido.”» [Diário de Notícias]
    Ora ora, não será legitimo perguntar quem informou Manuela Ferreira Leite do negócio da PT? Terão sido os investigadores que estavam a fazer as escutas? Terá sido o Joaquim Coimbra dono do Sol via Felícia Judiciária via investigadores ou investigador ou, via marido via investigadores? Quem informou e até onde informou a Ferreira Leite?
    Não me parece que no actual estado de asfixia democrática, a sério, asfixia é do que se trata, se chegue a obter resposta a esta questão. Verifica-se que, a generalidade dos mídia em Portugal replicam notícias da “face oculta” como praga. Esta notícia, estranhamente, não teve eco. Não terá e acabará por morrer?

  2. Concordo PG.

    É absolutamente inacreditavel que este tema tenha ficado apenas no DN. Como se não houvesse mais nada a saber sobre este tema. Mas a CS sabe está só actua num sentido.

    Estes casos têm de tudo. Manipulação objectiva da informação , falta de isenção jornalistica, ausência de ética. Pior não pode haver…

    Dou por mim a pensar, que no tempo da ditadura, o jornalismo tinha mais qualidade, comparativamente com o praticado hoje. A ausência de liberdade era uma realidade, mas os jornalistas tinham consciência da sua missão e cumpriam-na com etica.

  3. Sobre isto, ainda mandei a boca ao Público. Publicaram por engano, mas passados 5 minutos já lá não estava nos comentários…

  4. Acho que descobri o próximo “escândalo” que vão atirar ao Sócrates. Vai ser lindo, mete sobreiros, promotores e o BPN.

  5. Vega9000

    Discordo. Nesses casos, ninguém, mas niguém, mesmo quer mexer. Por isso estão a tentam destruir o edificio da justiça, na esperança de que os casos em questão nuncam passem do ponto em que estão.

  6. No dia da manifestação, fiquei muito admirada com o número de participantes, pois na véspera tinha lido, nas caixas de comentários de alguns dos blogues em luta, inúmeros comentários de pessoas a confirmarem a sua presença. Foi aí que me lembrei de um texto do Pacheco Pereira, escrito uns dias antes, em que afirmava que havia blogues de onde saíam centenas de comentários anónimos cujo objectivo era o de criarem ‘falsas vagas de fundo’, mas que provavelmente eram feitos por apenas duas ou três pessoas. Ele lá sabe a que blogues se referia.

  7. Eles haviam de ter visto a maniif de apoio ao 1º na fonte luminosa, para aprenderem.
    Se cada um que apareceu por lá tivesse deixado 1 centimo, podia-se dotar todos os países do mundo de um programa espacial igual aos dos EUA, ou pagar 2 meses de ordenado a todos os taxistas deste governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *