4 comentários a “Querido país tão triste”

  1. Fernando,
    o teu e-mail é o que está no feed?
    Olha que giro… já não preciso de assinar.(dava imenso trabalho, obrigada! :))

  2. “esta senhora – às vezes tão impertinente”

    Ai Fernando, chamar impertinente a uma pluma com tanta classe … ai que caturreira …

  3. Pois sim e do ponto de vista da nossa lingua nao deixa de ser uma virtude. Deveria haver mais como ela e talvez o nosso país nao estivesse nas mãos só de alguns…Deoxo constancia do meu desejo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *