Um artigo da revista «Politico» sobre Putin e a nova ordem/guerra mundial

Vale a pena ler, embora eu esteja convicta de que a autora será acusada, por alguns, de alarmismo a mais e de sobrevalorização do homem do Kremlin e, por outros, de ainda ter expectativas positivas quanto a Donald Trump.

Putin’s Real Long Game

The world order we know is already over, and Russia is moving fast to grab the advantage. Can Trump figure out the new war in time to win it?

38 comentários a “Um artigo da revista «Politico» sobre Putin e a nova ordem/guerra mundial”

  1. Deixai-vos de derbys USA-Rússia. Isso é história antiga.Atenção ao que o Mundo escolhe,os velhos marretas ainda matam,mas já não têm o rancor de antigamente… Mas se aparecesse um contendor ao nível do Hitler,..ah…,aí já o Sol ardia,jã a luta era decisiva… Lutar contra as táticas da sra. Clinton e dos seus não tripulados? Tenham dó,tenham dó… quem vence as guerras são aqueles que vêem o branco dos olhos do inimigo,o resto é paleio da treta!

  2. quer dizer , a China é que já é dona disto tudo , e esta malta preocupa-se é com a Rússia… é de uma pessoa ficar de olhos em bico , ai é. vá lá que o Trump não é parvo de todo e já topou os amarelos.

  3. o putin não tem culpa alguma de que o obama tenha sido eleito em 2008.
    não há muito a dizer de um merdas que pretende ocupar durante 8 anos a casa branca com praticamente o único desígnio de poder projetar nela as cores do arco isis e de implementar um SNS falido.
    o hussein obama, na melhor das hipóteses e para não lhe chamar traidor, é um completo imbecil e incompetente.
    o partido democrata infligiu-se a si mesmo o golpe fatal quando torpedeou a campanha de sanders em favor da de hillary. não só se deslegitimizou eticamente como cometeu exatamente o mesmo erro que tinha sido cometido com o obama: achar que ser preto ou mulher é por si só suficiente para governar uma grande potência num mundo com ameaças mais perigosas, cruéis e implacáveis do que nunca, com a incógnita putin incluída.

  4. ena pá!… e os imeiles, cadê os imeiles assassinos da escroque? tás a perder pressão, o trump agarrou-te pelos tintins.

  5. bem , fui ler mais um bocado. de chorar a rir : a visão do Putin de um mundo em guerra permanente!!!! ????
    mas então quem andou metendo o bedelho e fabricando guerras no mundo inteiro não foram os USA ?

    juro que não percebo esta coisa de andar medindo a pilinha do Putin . a américa está ficando impotente?

  6. Há quem viva obcecado pelo Putin e veja guerras e invasões por todo lado Ai que medo Vêm aí os russos! Santa paciência

  7. “the liberal, democratic Russia that President Boris Yeltsin was trying to build” – por amor da santa!!! Esta senhora está a gozar connosco, só pode. De modo que desisti de ler

  8. Monsieur Viriato Soromenho está cheio de razão : medem a pilinha do Putin porque , coitados , são da geração destomatada … mas o Putin não tem culpa de terem virado eunucos esganiçados :)

  9. O Soromenho Marques é um total merdoso que agora, sob a capa de “profundo pensador independente”, é dos primeiros oportunistas que começa a apostar que doravante o vento soprará em sentido desfavorável para os que, ontem, lhe pagavam um assento televisivo como propagandeiro do passismo e da política de austeridade imposta pelos tais políticos e traidores que agora critica neste artigo.
    Noto também no subtexto artigo um tom de forte censura e desprezo pela rússia, demonstrativo de que os donos desta triste figura e bocarra de servidão não lhe tiraram o açaime, apenas o folgaram ligeiramente.

    Imundos cobardes e oportunistas como este Soromenho, deveriam ser varridos em primeiro lugar.
    Depois, com a mesma corda, então se trataria dos tais bush, obama, hillary, merkel, schauble, dejesselblum, junckers, cameron, aznar, bush, soros, blair – penitenciando-me pelo excesso de linguagem e como sou contra a pena de morte, diria, que, em vez da corda, seria colocá-los onde na história e fisicamente pertencem, ou seja, em Guantanamo. Curiosamente, o Obama apressa-se para libertar umas quantas dezenas nos últimos dias que restam do seu genocida mandato.
    Deixo de fora, muito justamente, apesar de tudo, e em tom de sincera homenagem, o Hollande.

  10. O artigo parte de dois excelentes pontos de observação e reflexão, 2 por(s)ches, melhor do que uma caravana de miseráveis Lada.

    A questão russa, não é só russa, e o efeito que produz aliado ao novo pop ocidental, em particular o neo antiliberalismo/iluminismo Trump. Duas ideologias totalitarias diferentes que atrapam as democracias ocidentais como uma tenaz. A questão são os valores conquistados e o equilíbrio entre poderes que permitem aos nossos sistemas encontrar sempre antídotos para os erros(embora certos antídotos sejam piores q os erros, como se vê agora) impossiveis em plutocracias esclarecidas. Compreende-se a atracção, a democracia não oferece a estabilidade de um ditadura é um sistema conflituoso e exigente, não oferece só uma visão idilica e grandiosa de raça identidade e valor, há liberdade de pensamento etc… Os ditadores são sempre sexy, e isso o culto da personalidade. Embora me pareça q Putin esteja a atravessar a andropausa aquela idade em q o tamanho do carro e inversamente proporcional à potência do dono. Aquilo é só garganta.

  11. os ditadores sexy é como quem diz :) hitler mussolini e franco sexys ? o obiang então , coitado , parece um macaco :)

    e ontem aprendi uma palavra nova … oclocracia ! descreve a nossa querida “democracia” actual na perfeição.

  12. «Os ditadores são sempre sexy, e isso o culto da personalidade. Embora me pareça q Putin esteja a atravessar a andropausa aquela idade em q o tamanho do carro e inversamente proporcional à potência do dono. Aquilo é só garganta.»

    Joe Strummer, continuas na mesma onda LGBT mas agora falas metaforicamente?

    Joe Strummer
    1 DE JANEIRO DE 2017 ÀS 2:39
    O melhor post de 2016 !
    Es lindo Valupi, fonix!

    Joe Strummer, tem juízinho em 2018 (a começares em 2017, entende-se o porquê): tem cuidado com o teor alcoólico depois das festas LGBT para que o teu coming out aqui à frente de toda a gente não se transforme, rapidamente, num coming soon e passes a nickares-te como Madona.

  13. Bem, pelo menos pareces ter bom gosto. Porque não incluís o Putin na lista?

    So aprendes palavroes :)Isso acontece quando o poder é fraco e demissionário, um pouco como hoje, mas la esta, a democracia nao e inquestionavel mas e reformavel e tem em si a resposta.No entanto não tens essa preocupação com a tirania ou oligarquia em q o poder e exercido por uns poucos em desfavor de todos os outros, e não é questionável?

  14. porque não acho o Putin sexy embora goste da forma como exerce o poder , à homem de barba rija :) os russos são um bocado deslavados.
    quanto ao palavrão cunhado pelos gregos clássicos : há que séculos que andamos às voltas com os mesmos problemas , ãh ? mudam as fatiotas mas o esqueleto é o mesmo , logo , irreformável é a humanidade . mas pronto , sempre se vai conversando :)

  15. Eu disse sexy como metáfora… gostáveis, atractivos não no sentido sexual, no sentido político.
    A forma como exerce o poder e a aura de duro resulta precisamente de não poder ser contestado mas também acho que é quase uma exigência do ofício para aqueles lados.

    É a evolução, demora imenso tempo…eu prefiro a Revolução acelera um pouco as coisas, demora é pouco tempo e depois passa:)

  16. Ai ai Joe Strummer, o que trama a maioria dos gajos são exactamente as metáforas.

    Olha aqui o Ignatz das grandes malhas, vê lá se isto que ele mostra é de macho!

    Valupi, Valupi pensa nessa malta que te rodeia, quem te avisa.

  17. “Se o Valupi é o Ignatz poderá ser considerado um macho?”

    excelente pergunta, diria mesmo, o nó gordo da encruzilhada filosófica do período pós-boliqueime.
    se andas à procura de namorado, consulta as inscrições na porta da retrete da área de serviço onde a cricas faz depósitos a € 20,00, uma tradição capelo rego do partido do panasca.

  18. https://en.wikipedia.org/wiki/Office_of_Personnel_Management_data_breach

    este caso de 2015 envolveu dados pessoais de 18 milhões de americanos. sanções à china? zero!

    e-mails do DNC com conteúdo criminal e de pulhice política com manifesto interesse e relevância pública? ora bem, de acordo com o sistema de valores obamiano isto merece, mesmo sem provas e contra a maior potência nuclear do mundo, um violento confronto diplomático.

    o obama é um esterco.

  19. Ó Strummer, o que é que essa merdices interessam quando o mundo inteiro canta e ri ao ver os chefes dos Serviços de Inteligência do país com maior capacidade militar, perante o seu parlamento, lançarem suspeitas, a terceiros, sem provas, de actos de cuja prática pelos próprios apresentam evidências? Canta e ri perante o ridículo de apresentarem como indício maior a interceptação de comunicações em que russos, estranhamente, manifestam satisfação por o candidato com declaradas intenções beligerantes ter perdido. Canta e ri perante a insinuação de que uma entidade estrangeira interferiu na escolha do governo do seu país pela, imagine-se, divulgação de informação, sujeita a escrutínio público, quando o seu método preferido de interferência na escolha de outros governos, a que temos assistido nos últimos 20-30-60 anos, é a bomba, a guerrilha e a liquidação dos Chefes de Estado inimigos.
    Trump não mete tanto medo como a aceitação borregueira dos argumentos paranóicos utilizados pelos seus opositores.

  20. Tem calma, ó Galuxo!

    Ontem estava a ouvir o Francisco Naia a cantar umas modas do Baixo-Alentejo (Aljustrel e Castro Verde) e do Algarve e tive a certeza de que ele se referia a ti numa canção popular chamada ATIRA, CAÇADOR, ATIRA. Assis estás tu no Aspirina B, vê lá se a minha ideia de seres um caça-borboletas política e completamente inofensivo não estava certa?

    Cheers.

    Atira, caçador, atira,
    Lá no meio da parada!
    O meu amor é galucho,
    Atira mas não mata nada.

    Atira mas não mata nada,
    Atira, não mata ninguém,
    Lá no meio da parada,
    Do quartel de Belém.

    e

    aeiou
    9 DE DEZEMBRO DE 2016 ÀS 13:00
    O cábula do JRodrigues já “comentou”, agora faltam o porco Ignatz, a Jasmim descontrolada, o descosido jpferra, o caça-borboletas Galuxo e as bacoradas do Camacho. Que troupe!

  21. ò galucho oferece-te para cantares umas canções do enaparvo na cerimóina de empoçamento do palhaço, parece que estás com problemas em arranjar malta disponível para o broche oficial.

  22. Galuxo, também já tiveste acesso ao relatório ou viste na Russian Tv? O q linkaste do Washington Post não tem q ver com a totalidade do relatório e so mais um indício complementar. Julgas q tantas agencias arriscavam a descredibilização para agradar a Obama? Isso é de nescio.
    Os EU já derrubaram governos etc…pois já. e o Putin o q fez no Caucaso e arredores foi o quê? Um genocídio com intervenções constantes em países limitrofes, assassinatos internos e externos, etc… Visto isto tu apoias quem? Um ditador e um palhaço q pode iniciar uma guerra via twitter, do q te conheço isso não casa bem com as ideias q já te vi defender por aqui, ou se calhar casa que eu não sou catolico progressista nem vivo num mundo bipolar.

  23. Estrumecência, não chegarás a qualquer conclusão, discutindo sobre quem marcou mais golos na baliza da violação dos direitos humanos, se o obama ou o putin e, questão igualmente muito importante, quem é que o fez de forma mais inesperada e insidiosa.
    Visto que, como tu próprio reconheces, essa discussão é estéril na medida em que acaba num empate técnico o que importa é o futuro e quem pode garantir mais paz e prosperidade.
    Eu não vejo paz nem prosperidade alguma numa presidência que hostiliza e tenta derrubar putin, já para não falar em tentar um conflito militar, que nos levaria a todos a uma desgraça.
    Estrumecência, qual é a tua visão para o mundo, conta-nos lá? Continuar a uma política hostil e de confronto com a rússia? Até quando? Porquê? Com que previsíveis consequências? É uma guerra que propões ou admites como possível e que valha a pena combater?

  24. é mais disto que queres, Estrumecência?

    https://www.theguardian.com/world/2016/oct/27/military-build-up-along-russias-border-no-cause-for-alarm

    sempre me identifiquei com o partido democrata até ver a hillary empossada como secretária de estado a fazer as coisas mais escabrosas que já vi em política externa americana e tão estranhas e contraditórias com o adn desse partido. ver a hillary em 2003 apoiar a invasão do iraque foi decisivo para a imagem com que fiquei dela. era EVIDENTE já naquela altura, todos os INSPETORES DA ONU O DIZIAM, QUE NÂO HAVIA WMD no IRAQUE.

    a invasão do iraque foi um erro colossal, ainda que o saddam fosse um ditador e um genocida, assim como a hostilização e o ambiente de pré-conflito bélico que se pretende criar com a rússia é um erro mas milhões de vezes mais colossal.

  25. Enapa, de uma vez por todas, salvo rarissimas excepções não converso com racistas nem com idiotas. O teu contributo para este blog e nulo, desprovido de qualquer valor. Cada um faz o que acha melhor, tu crias nojo eu evito-o.

  26. eheheh… e os drones carregados de imeiles assassinos? enaparvo, és um alambique de estupidez.

  27. Estou com o Enapá. A invasão do Iraque é indesculpável. Considero todos os que a apoiaram seres desprovidos de inteligência ou criaturas habitadas por inteligência maligna, uma ameaça maior que todas as outras.

  28. Estrumecência, o teu nível é o da chico-espertice rasteira. A pergunta é difícil? Pois então, chuta-se para canto, acusando-se quem pergunta de não ser digno de qualquer resposta. Truques desses funcionam com os interlocutores com quem trocas habitualmente grunhidos, mas aqui neste blog não impressionas ninguém, nem mesmo o tarado do Ignarôncio-cú-pra-dentro-cú-pra-fora-com-as-tetas-androgénicas-a-abanar.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *