54 comentários a “Publicidade paga”

  1. Os amigos são para as ocasiões sem aspas,
    deixa lá isso que essa regra aplica-se a todos
    (chamem-se eles Penélope, Valupi ou Sérgio Figueiredo).

  2. Devem ter sido escritas pela D. Maria, escondida atrás do reposteiro
    junto da janela da sala onde se realizavam as reuniões, daí as impreci-
    sóes encontradas na borrada!!!

  3. Bem exposto o absurdo da “nova tese” do MP.
    A Opa da Sonae á PT (em que o voto da CGD era indiferente para o resultado final … Ricardo Salgado ia pagar para quê ?), e a fusão da PT com a OI (o tal negócio ruinoso) que ocorreu bem em pleno Governo Passarolas (era ao Sócrates que o Ricardo Salgado ia pagar ? … para fazer o quê?) … !

  4. o socras até deixou a arrastadeira de serviço de boca á banda. lol
    veio ai balbuciar qualquer coisa só porque se não picar o ponto o ex-dr-relvas não lhe paga.

  5. (chamem-se eles Penélope, Valupi ou Sérgio Figueiredo)…

    Este Sérgio Figueiredo…tem os olhos muito tapados, muito tapados, tão tapados que quando os abrir de vez vai ver a borrada a que deu cobertura com a sua direção de informação. Ó Sérgio, você que se diz económico, até pode economizar na asneira e em jornalistas…p.e.”grandes repórteres”, e impedir que a trampa seja disseminada através dessa informação…..

  6. Tudo cristalino.
    José Sócrates cada vez melhor :
    – irrepreensível.
    O país espera o arquivamento do processo da vergonha dum mp de corcundas despeitados e mais de todos os que ladraram e espumam raivosos.
    Toda a história do PEC 4 que seja muito bem contada de uma vez por todas.
    Que a vergonha da aliança negra não seja nunca mais um uníssono na casa do Povo.
    E, já agora, porque será que a Espanha que alinhou no programa que o cavaco detonou, cresceu mais de 3%.
    Quanto ao técnico condecorado pelo autor do livro mais indigno da política Nacional que se explique muito bem.
    Ou talvez não queira arriscar a estrondosa carreira de comentador que ganhou com a medalha.

  7. Vi os minutos finais do ex-PM na TVI, e vi depois uma reportagem na RTP 3 acho. Começar por dizer isto sobre a RTP 3 é importante para mim porque, de alguma forma, poderia anular ou completar o que queria dizer posterior e brevemente sobre aquilo que vi fragmentariamente da performance de José Sócrates.

    Sabe-se que eu, que não sou um iniciado nessa sociedade secreta de carácter juvenil ao estilo das de Enid Blyton ou do Harry Poter (embora perante o assunto confesse que ganhei alguns traços de um cada vez menos interesse, acrescento), gostei especialmente da gaffe de José Sócrates quando disse que «ia ler o livro» [LOL]. Disse-o quase no fim, ao mesmo tempo que deixava no ar a esperança ou a ameaça de que poderia vir a escrever, não uma qualquer página das suas memórias, mas mais um ensaio da sua imensa obra literária.

    Ele disse que «ia ler o livro», certo Valupi? Certo menino, ouviste bem (seria a resposta, presumo). E então, aquele exemplar do best-seller do sôtor Cavaco que repousava sobre a mesa era o quê? Um adereço, não me pareceu. Seria um sinal, claro, tal como a simplicidade de outrora através do Moleskine compôs a modernidade da persona em construção. Portanto, poder-se-á especular se o livro estava intacto, ou se pelo contrário estava anotado, ou ainda se estava folheado, ou se possuía um singelo marcador, mas, perante isto, poder-se-á dizer apenas o quê? Que, na verdade, José Sócrates possui um exemplar.

    Ou seja, que está em desvantagem perante o marmanjo que o leu e que lhe escreveu o “seu” artigo do DN. Eu o disse, lembre-se.

  8. Ó mentes inquietas !

    O livro que estava em cima da mesa era o do Fernando Lima (o gajo que o Cavaco mandou para o sotão).
    O Sócrates não leu o livro do Cavaco … VIU a entrevista que a MÚMIA deu à RTP !
    Qual é a parte que não perceberam, ricos ?

  9. Ai-ai, Jasmim, como vês fui claro a explicar.
    Mas responde-me com a mesma prontidão: e então o artigo do DN é anterior à entrevista ao Vítor Gonçalves da RTP, ou não?

    É sim, menino! (será a tua resposta, presumo). Pois é, apanha-se mais depressa não sei quem do que um coxo.

  10. Sei que os direitolas militantes são especialistas em espalhar a confusão, mas quem parece que não viu a entrevista foram os assalariados da direita que se arrastam penosamente neste Blogue.

    O que Sócrates disse foi que “ia acabar de ler o livro”.

  11. 1. «O Sócrates não leu o livro do Cavaco … VIU a entrevista que a MÚMIA deu à RTP !», palavra do Senhor (ou de especialistas em espalhar a confusão). Eu acredito na Jasmim, ponto.

    2. Nada ó Corvo, atrapalhou-se:
    Disse que «eu ainda não li o livro (todo), mas vou lê-lo com atenção e com cuidado», e o “(todo)” que que intercalei, e bem!, é enxertado após um esgar de dor (?) durante o diálogo final com a Judite de Sousa. Durante longos segundos, aliás, o tipo arregala e fecha os olhos várias vezes, faz umas carantonhas e pede ajuda a Deus ele lá saberá porquê. Eis a súmula do gague, e tudo isso alindado com um corte de cabelo à zequinha gelado.

    3. Recapitulando, pois com a ajuda de um comentário anterior.

    Opinião – A mão por detrás dos arbustos – Diário de Notícias
    http://www.dn.pt/portugal/interior/a-mao-por-detras-dos-arbustos-5676026.html
    18/02/2017 –

    vs.

    Entrevista ao Ex-Presidente da República Aníbal Cavaco Silva – RTP
    https://www.rtp.pt/programa/tv/p34063
    23 Fev 2017

    vs.

    José Sócrates vai responder a Cavaco Silva na TVI > TVI24
    http://www.tvi24.iol.pt/politica/jornal-das…/jose-socrates-vai-responder-a-cavaco-silva-na-t...
    2017-02-27

    4. «No livro lançado na quinta-feira sobre os seus anos em Belém, Cavaco Silva não poupou nas palavras sobre a governação de José Sócrates, com quem coabitou de 2006 a 2011. Depois de o DN pedir uma reação do antigo primeiro-ministro à obra de Cavaco Silva, Sócrates respondeu com um texto de opinião que publicamos nesta página», li na altura mas quero dizer agora que o lead do artigo no DN é, todo ele, um hino à nobre arte do jornalismo. Não achas, Valupi?

    5. Conclusão: José Sócrates não leu o livro nem antes nem depois do DN, e este é que é o ponto fundamental. Mais: não o leu antes da entrevista na TVI. Ainda assim, se tivermos 27 marmelos e se lhe tirarmos 18 isso daria o quê? Uma média de dez páginas por dia, mais? menos?, ou o ex-PM vai levar a obra-prima para o acabar de o ler durante as férias grandes?

    ______

    Nota. Quem se arrasta penosamente és tu com o teu blogue de merda, Corvo Negro.

  12. Porra-porra-porra, vi agora que por volta do minuto 29:05 o José Sócrates amandou um g«’anda gafanhoto em direcção à Judite de Sousa que só por sorte não lhe acertou!! LOL

    É confirmar, aqui: http://tviplayer.iol.pt/programa/jornal-das-8/53c6b3903004dc006243d0cf/video/58b4c5e30cf222228e5c153c

    Nota. Da próxima vez estará lá à espera o piquete dos Sapadores Bombeiros ou as senhoras da limpeza munidas de baldes e esfregonas. Depois admirem-se!

  13. Lá está, como era fácil de adivinhar isto da Operação Marquês vai ser um… reality choque.

    «Todas as histórias têm tantas versões quantas os protagonistas. Na Operação Marquês, depois de conhecidos os argumentos de José Sócrates, o principal arguido político, é a vez de perceber o lado de um dos alegados arquitetos financeiros do processo. Ricardo Salgado, também arguido, ouviu durante meia hora a leitura das suspeitas que recaíam sobre si e, depois, pediu um “copinho de água”, para aliviar o “choque”», …!!

    … «do que o banqueiro chama de “mentiras”. Era o início de um interrogatório que duraria quase quatro horas. Um interrogatório que a jornalista Sílvia Caneco conseguiu reconstruir frase a frase, numa investigação da VISÃO. E que mostra as hesitações e alguma falta de memória do banqueiro na hora de explicar a relação com Sócrates, com Hélder Bataglia e ainda as transferências financeiras para os gestores Zeinal Bava e Henrique Granadeiro, entretanto constituídos arguidos, e José Dirceu, antigo braço-direito de Lula da Silva. Um artigo a não perder, que mostra as muitas ramificações da Operação Marquês.»

    Segundo a newsletter da VISÃO, há pouco.

  14. O jpferrugem, papagaio presente e gratuito, manda bitaites à comuna.Devias ser interditado, seu chupa subsídios.

  15. A Operação Marquês parece ter muitas ramificações. Acresce, ainda, o que suspeito ser uma imaginação que na cabeça do investigador aparenta transformar-se num desejo – o de acusar ” dê para onde der”. O curioso é que há um padrão comum de pensamento – há corruptor e corrompido ( o que é lógico na equação do crime);porém, parece que há uma vontade de incluír advogados ( como arguidos) na história do Marquês, do O negativo e nos outros processos onde há arguidos comuns; até parece que há uma vontade de provar que as pessoas se conhecem desde sempre….Bem, com tais parcelas não se crê que o resultado já calculado consiga ser provado…

    O José Sócrates não é da minha simpatia…é comuna. Porém, é ser humano e deve ser tratado como cidadão com direitos, etc e tal. E francamente não estou a gostar nada do pensamento “dciap”, nem da conversa dos prazos serem indicadores….estamos a falar de PENAL! Onde se pode coartar a liberdade de alguém e já me está a irritar a batotice de alguns na investigação. Irrita-me ainda que estes comunas que andam por aí a cantar loas à inocência do arguido AINDA não tenham banhado as ideias sujas de facciosismo de uma outra – a correta, a LUTA pela correção de procedimentos processuais! É que se esta coisa falha, falha tudo na sociedade. A questão da existência da corrupção é OUTRA! Antes dessa está isto:PROCEDIMENTOS de cariz processual, quer os praticados pelo MP quer o que a lei de processo e CRP permitem….e quanto a isto, estes bloguiotas nada dizem…

  16. E as “laranjeiras” de microfone devem tomar atenção aos curto – circutos…tomar banho com microfone na mão dá sempre banhada…nunca vi gente mais limitada que os jornalistas. Cegos também, pois esquecem que os que andam teem pernas e braços longos que podem gesticular….

  17. soistrampa além de burro és cego e não sabes ler, ISSO é precisamente que o valupi escreve aqui quase desde o inicio deste processo e eu subscrevo.

  18. Até os “Magistrados comentadeiros” que, vindos da direita pafienta, enxameiam este Blogue, já estão com medo dos “PROCEDIMENTOS de cariz processual” (?).
    Pois, é que nade lhes garante que estes tais “procedimentos” não se transformem em “jurisprudência” e lhe venham a tocar pela porta.
    Lá diz o provérbio, cá se fazem cá se pagam.

  19. corvo negro

    Você é um comuna ressabiado e mal formado. É ignorante e formatado no verbo da exigência sem nada fazer para se justificar.É cego e faccioso e nem sequer vê o que, de facto e de direito, interessa num inquérito e julgamento penais. A cor política não deve interessar, mas sim a conduta de quem investiga, julga e é julgado.

    Portanto, cale a boca,seu comuna ressabiado e invejoso e reconheça que há pessoas bem formadas e se marimbam para os preconceituososbcomo você e atentam em algo tão simples e básico como DIREITOS e DEVERES do HOMEM enquanto HOMEM.

    O provérbio diz também que um burro e/ou ignorante nunca perde o tempo dele, mas sim o dos outros que se dignam ensinar. Vá cultivar a terra seu comuna e deixe de papar os subsídios de quem trabalha.

    Você é BURRO demais para perceber sequer o que escrevo em linguagem tão simples para ignorâncios e foleiros que não sabem pronunciar-se sem ser com recurso a linguagem desbragada e porca.

  20. “Pois, é que nade lhes garante que estes tais “procedimentos” não se transformem em “jurisprudência” e lhe venham a tocar pela porta.”By corvo preto.

    A sua ignorância e maldade.

    É burro demais para perceber que a jurisprudência é como a espada que cai sempre sobre a vida das pessoas. Ao alcance de um qualquer advogado, que se for inteligente o bastante, lhe dá outro sentido.
    Ao alcance,aliás, de um qualquer político, inclusive COMUNAS e CHUCHAS, mas enquanto os primeiros se distraem a contemplar as terras e o património dos outros, pensando como lhes vão deitar a unha, os segundos sonham em ser mais capitalistas que os capitalistas históricos. Logo, não teem tempo para lutar pelo que é certo e justo, porém, sempre dispostos a marchar de acordo com a trombeta dos “donos”.
    Consulte um advogado, que ele explica-lhe, BURRO.

  21. jpferra

    Ai é???? A sério??? E como escreve? !!!! Não me digas, ó comuna, que também sabes guiar ferraris?!

  22. Ou será que andas de burro e gostas de dizer que andas de carro, porque… parece bem?!

    Cala-te, lê e reflete, porque tu como outros que se afoitam a comentar sobre esta e outras situações ainda não tiveram a inteligência de destrinçar entre o que é ADJETIVO e SUBSTANTIVO.
    A vossa preocupação, seus comunas ressabiados, é uma: adjetivar quem tem sentido político diferente do vosso, independentemente da razão dos “direitolas”, como vocês, seus COMUNAS, expressam.
    Volta para o covil da ignorância, e ilustra mais uma vez que Platão sempre teve razão.

  23. «Nota. Quem se arrasta penosamente és tu com o teu blogue de merda, Corvo Negro.», sai um bis para o tipo ó Valupi!.

    Onde se lê
    Lá diz o provérbio, cá se fazem cá se pagam.

    Deve ler-se:
    Lá diz o [novo-]provérbio: cá se fazem [as cenas do José Sócrates], cá se pagam [com o pilim do Santos Silva].

  24. Vós que lá do alto da vossa cátedra arrotais sentenças de caloiros no “métier” da Justiça;
    Vós que armados em sábios Magistrados, nem sequer percebem o significado das “”(aspas) numa palavra;
    Vós que pelo hábito e pela prática acusais de usar ” linguagem desbragada e porca”, sem lerem o que escrevem nas “sentenças” que exaram aqui no Aspirina B;
    Vós que por missão deveríeis saber na ponta da língua que em Direito Penal o ónus da prova cabe a quem acusa,
    Estais mesmo “lixados” com o Corvo Negro. Era esse o objectivo.
    Ainda vou conseguir que mostrem a cara porque só os cobardes acusam e depois se escondem atrás do anonimato.

  25. […]
    «Estais mesmo “lixados” com o Corvo Negro. Era esse o objectivo.
    Ainda vou conseguir que mostrem a cara porque só os cobardes acusam e depois se escondem atrás do anonimato.»

    Do estado clínico “Quem se arrasta penosamente és tu com o teu blogue de merda, Corvo Negro”, passaste directamente a um estado de provável demência. Sôtores, preparem uma maca para a consulta de neurologia!

    Serviço de Consulta Externa
    Hospital Garcia de Orta EPE
    Av. Torrado da Silva
    2805-267 Almada
    Piso 1
    (+351) 212 940 294
    (+351) 212 727 142

  26. Corvo preto,

    Para ti o seguinte: és burro e comuna. Não recites com o “vós”, quando o conteúdo que lhe pretendes associar é um “não assunto” com um sentimento de inferioridade e, em plena contradição, de vaidade raivosa.
    Mas nada de comentar o que interessa, não é, seu comuna invejoso?Qual é o teu objetivo? mostras apenas tua limitação (comuna) e a cassete riscada de muitos anos…

    “lixados” com quem?! Quem mostra a cara a quem? Dizes-te “negro”, vê lá não passes a “castanho”…
    Keep dreaming…ignôncio.

  27. O tipo mete tanta água que procura poiso na terra para se aguentar…como comuna que o tipo é, deve ser da margem sul….vai trabalhar a terra, comuna, mas compra-a primeiro….e deixa os subsídios em paz…

  28. jardinagens? Ó corvo, então, és jardineiro? Aposto que só plantas cravos, cravos e cardos….e deves pôr o cravo na lapela no 25 de abril….ou na espingarda com que matas ratos.
    Leituras? Que lês? literatura “avante”, “correio da manhã”, “sábados” ( quando queres ser mais elegante…)

    Caminhada? Onde caminhas? Aposto que pões headphones e ouves o Zeca, o sérgio godinho, o Espadinha, ehehehehehe…tens que manter vivo esse espírito soviético bolchevique etc, Ldo. e fazer muito exercício muscular para waivar o “povo é quem mais ordena”…

    Cunhal deve ter sido muito frustrado…e marx também….olha só os fans que eles angariaram….bem, Sócrates já conseguiu viver em Paris e até gostava de New York…

  29. eheheheh vi agora…”romântica”, country???

    Então, como é que tu, ó corvo, comuna, esquerdalhista retalhista, consegues gostar de country???? isso é dos capitalistas dos states, e eles não gostam de comunas sovietes…e romantica? eheheheh, tipo, barreiros e outros, é? americani, também? hum?

  30. Estás admitido, estás admitido na consulta de neurologia que o “aeiou” te arranjou, e tens bracelete de urgência…ó corvo, bora, apanha o autocarro, mostra o “passo” que os “direitolas” te pagam e vai à consulta, que eles também pagam….

  31. Ó meninos da Escola do CEJ, “ladrar à lua” é fácil. Dificil, dificil é não usarem linguagem de carroceiros (sem ofensa para os carroceiros) e usarem, nos vossos comentários, a que por lá vos ensinam .

    Eu sei que o meu último “post” vos deixou “lixados”. Não gostaram? Paciência.

  32. eheheheheh,

    Sim, eu sei, que tudo são recordações….

    hum, ouve, ó corvo, tu não fazes parte do laboratório de Platão…o tipo não ligava a tipos como tu…apenas os punha na caverna e desatava a construír alegorias…

  33. Corvo Negro, largas as ervas daninhas (eis uma homenagem à nobre classe dos jardineiros, pois cada cavadela que dás sai um minhoca)!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *