14 comentários a “Contra o exagero e o populismo de Marcelo e bem”

  1. eu bem que me queria parecer que ele não mudou nada desde os tempos de greve na faculdade, e como despistava os piquetes.
    Mas é assim a vida, cheia de ingénuos e palafreneiros.

  2. Se não fosse Marcelo, esta desgraça nacional não passava de um pequeno episódio para discutir à mesa do café como os golos às segundas feiras.

    Nunca esta geringonça ia dar qualquer importância que lhe tirasse o sono ou interrompesse as férias.

    Não aconteceu no terreiro do paço ou na avenida da liberdade ou dos aliados onde as pessoas são mais bonitas e mais novas e dão mais votos, e são mais função pública.

    Cambada, sem vergonha e sem respeito.

  3. As pessoas não acordam depois de tanta desgraça?
    Como se pode duvidar do sentimento de Marcelo?
    Como é que se pode assobiar para o lado?
    Que Marcelo não desista de circular por essas terras semi-abandonadas pelos governantes, quase todos os governantes do terreiro do paço.

  4. Tenham vergonha. A geringonça está a destruir o pais.
    O interior não dá votos ao BE por isso podem morrer mais inocentes…

  5. Se fosse para repor os privilégios dos de sempre o BE e o PCP estariam nas manifestações….Eles querem é estar no poder e depois só olham para os votos dos eleitores. O interior não lhes interessa. Se fosse o Passos de Coelho que estivesse no governo ouvir-se-ia a gritaria das esquerdas na rua. Mas como a esquerda lava mais branco… nem piam….

  6. Assumam os vossos erros. A culpa agora é da Cristas, ou será do D. Dinis? A geringonça é que tem que continuar nos seus malabarismos para se agarrar ao poder. Não falta muito para vir outra troika. Não veio o Diabo. Veio o inferno…

  7. Nos acidentes de trânsito,em Portugal,este ano de 2017 já morreram mais de 500 pessoas. Os acidentes,porém,não têm o dramatismo das chamas, as nuvens pesadas de fumo,as movimentações gigantes de bombeiros,nem deixam número de destroços comparáveis aos dos incêndios. E não é crível imputar liminarmente a responsabilidade dos sinistros ao governo actual. Ataca-se melhor o governo declarando que é a incompetência deste,e só deste,que gerou as tragédias. Até a Assunção Cristas não se atreveria a tanto,suponho,mas logo veremos. Quando um homem se põe a pensar na pulhice que campeia,infrene,,.
    Fala-se em centenas de casas de habitação queimadas. São muitas,são demais,é insuportável! Porém,quantas famílias ficaram sem casa, penhoradas e vendidas pelos credores apressados, particulares,Bancos,Finanças,Segurança Social,etc.,desde que o Passos Coelho pôs o seu Plano(?) Económico em movimento,pilotado pelo Gaspar? Quantas casas se perderam,quantos milhares de casas não foram na voragem dos financeiros?
    Os media (merdia) falam e gritam,mas não alteram os factos e o nosso juízo! A Pide…-DGS prendia e torturava,mas nem isso nos pôs a pensar como eles

  8. O que é que o studebaker quererá arengar? A Pide, os acidentes de automóveis, os banqueiros e hipotecas…quando temos meio Portugal incendiado, e não se sabe como se deve pôr cobro no futuro a este desastre?
    Temos que todos puxar por este governo, que é o que temos agora.
    Urgentíssimo!!!!

  9. Tio celito, o consolador de carpideiras, presidente do conselho de ministros do reino, formatador de indigentes, em todo o seu esplendor a dar o tiro de partida p’rá grande corrida que ele pensa será ganha pelo seu cavalo ajudado pela sua magistratura de influencia. a dar sinal descarado da tal viragem à direita onde nunca deixou de circular e a mostrar ao triste coelho que nunca teria hipóteses de voltar à toca. mas tudo está errado nesta demonstração do mordomo-mor, os cataventos não direccionam os ventos, simplesmente nos indicam a direcção em que se deslocam quando soprados por estes. A confusão no reino da vilania é tanta que até o mordomo-mor mete os pés pelas mãos. ainda bem que apareceu o costa e a sua geringonça senão morria tudo queimado até mesmo sem incêndios. pobres incompetentes que tiveram todas as condições pra levantar o País mas o que deixaram foi um País de rastos na desgraça. foi-se o dinheiro do resgate, de tudo o que venderam ao desbarato, de tudo o que roubaram aos portugueses foi um fartar vilanagem ( até os pastéis de nata com 15 dias de vitrina eles penhoraram) e por fim a divida ficou maior e o País pior, INCOMPETENTES.

  10. O Sexagenário também deve ser funcionário público, ou sindicalista ou a viver de qualquer maneira encostado ao orçamento.
    Há gente que se esqueceu que existia um país que é preciso refazer física e moralmente.
    Era o país “pobrezinho”do azeitinho, do vinhinho, da broazinha que estes 40 anos substituiram pelo “moderno” eucaliptozinho e pinheirinho.
    Marcelo vai ficar na história como o Presidente certo na hora neste momento, ao contrário da politicagem da partidarite e principalmente deste governo errado que agora sim, parece que fogem do tal “diabo” que tanto falam.

  11. D’acordo puto sexagenário. Aguardem pela vaga de fundo para o segundo mandato e depois, depois serão as tentativas de navegar o Rio guiado pela estrela do célito.

  12. Os mortos por acidentes de trânsito já ultrapassaram os 500. E já vão em 7 os suicídios de Policias por crises de stress devido a dificuldades financeiras para sustentar a família… O Comandante em Chefe das Forças Armadas (incluindo Policias) ainda não foi visitar nenhuma das Famílias desses Policias e levar-lhes uma Palavra e ajudas para conforto…. O populismo frenético conduz sempre a alguns exageros e incoerências. Porta-te como Presidente do País, isento, e não de muleta que começa a parecer ter apostado em levar o seu PSD ao colo… O Partido não chegou lá contigo como Presidente e não precisam. Têm capacidade para lá chegar sem a tua ajuda…. E agora TANCOS tantas vezes lá foste… ? Afinal é um problema a esclarecer pelo Governo (civil) ou pelo Comandante em Chefe das Forças Armadas ?!?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *