Sucedeu no Sheraton

Sheraton.jpg

Há-de julgar-se que não, mas as coisas passaram-se exactamente assim.

Eu queria escrever uma charla (esta mesma) sobre um texto contido num site que descobri, do jornalista Joel Neto (o link vai aí não tarda), onde ele reúne trabalhos que publica, e onde vi referido «NS», que supus (e bem) ser a revista onde ele agora escreve. Não tendo ainda a certeza disso, digito no Sapo «joel neto ns», e que vejo eu logo a oferecer-se? Isto do Nuno Ramos de Almeida, a cuja leitura o destino me havia poupado.

Tinha agora uma certeza que não tivera, a de que «NS» era a revista onde o Joel Neto actualmente escreve, e tinha também um problema: a opinião sobre ele do meu prezado colega aspirínico. Como acho o Joel um magnífico jornalista (mas eu sou suspeito, porque não sou do métier, e sou ainda por cima amigo dele), fiquei desolado com o que o Nuno escreveu e em que vocês entretanto ficaram (e bem) entretidos, deixando-me aqui a falar sozinho.

Tudo isto é tortuoso? É. E porquê? Porque eu não queria falar da «NS» (que nunca vi, de resto, pois não chega cá tão longe), nem do Nuno, nem propriamente do Joel, nem sequer, imagine-se, do site dele que aduzi. Que queria eu então? Só isto: recomendar-lhes o texto «Lisboa vista de cima», um retrato de Vasco Graça Moura como tão depressa não o verão, já que, em entrevistas, ele diz só o que pretende passar e, quando retratado, fascina o jornalista.

Ora, pela primeira vez, alguém, o Joel, faz a VGM um retrato despido de reverência. Resultado: saem os dois a ganhar.

8 comentários a “Sucedeu no Sheraton”

  1. Fiz o link, caguei no Joel e voto na Soraia Chaves (o nome podia ser melhor, mas a menina não, mesmo que se ponha a ler o Bulgakov em vez de tirar partido das suas vantagens competitivas).

  2. Eh pá, mas vocês hoje é só problemas de ortografia com os anglicismos… E a coisa vai desde o alho Rugoff até ao Sharaton…
    E é isto a Aspirina B, qualquer dia crio o blogue «Genérico da Aspirina B»…

  3. Também li o excelente trabalho feito por Joel Neto com VGM, (não lhe chamarei entrevista porque o resultado desagua em algo diferente)e concordo perfeitamente com o que diz, saíram mesmo os dois a ganhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *