Mereceremos nós isto?

Almanaque1906-2005_76.jpg

FCP_76_Tenis1.jpg

CamisolaPrincipal0506_76.jpg

Segundo consta, tudo está em aberto no campeonato. Tudo. Agora mais que nunca. Acredite-se: não é que tal coisa me tire o sono. O meu mundo gira, ou emperra, sem futebol. Mas não posso ignorá-la, a essa modalidade de desporto. E aí está um lado precário, e estranho, da minha existência.

Tenho gente próxima, e querida, que desvaira pelo Sporting. Tenho gente próxima, e que estimo, que sofre do Benfica. E este sofrimento, e este desvaire, tornam-se, por vezes, meus. (Também tenho gente estimada, e mesmo querida, que adormece e acorda com o Porto. Mas já me chegam dois problemas). Por tudo isso, quereria eu tanto que o Sporting ganhasse o campeonato. Por isso, eu seria tão feliz se o Benfica tivesse tal dita. Mas não pode ser, e um lado de mim ficará ovante, enquanto outro romperá chorando. (E não venham dizer-me que, se ganhar o Porto, um lado qualquer se consola. As coisas não são assim tão lineares).

Em momentos de lucidez, penso que, se não houvesse futebol, as pessoas andariam mais contentes. (Se não houvesse sexo, também, mas isso já nos leva muito, mas muito longe). Terei, pois, de aceitar que o meu mundo se divida entre os dum clube e os do outro. É um factor de desordem, num universo que eu supunha tão aprimorado.

Daqui a uns meses saberemos mais. Saberemos tudo. Tudo? Não. Em Setembro, vai renascer a desordem. E o desvaire. E o sofrimento.

Nós merecemos isto?

6 comentários a “Mereceremos nós isto?”

  1. Talvez nos queiram fazer querer que o “mundo se divida entre os dum clube e os do outro”.Com o contributo das TV’s, Radios, Jornais e agora também da Internet, só se fala de futebol, claro que as audiencias são importantes…mas na TV publica?? Por acaso alguem viu a RTP transmitir algo(salvo resumos na :2), digno do nome Transmissão, durante os Jogos Olimpicos de Inverno? Por acaso existe algum programa com comentadores ditos residentes, sobre…Natação?Atletismo?(Nesta ultima modalidade Portugal até é forte!)

    Como exemplo fica aqui a descrição de um programa da RTPN (acho que também é reposto na RTP1), “Trio d’ataque”
    “Um debate televisivo sobre o mundo do futebol, moderado por Carlos Daniel” e mais à frente “Jorge Gabriel(Sporting), António Pedro de Vasconcelos (Benfica) e Rui Moreira(Porto), formam o painel do “Trio d¿ataque”, um programa em formato de debate sobre futebol.
    Semanalmente, ao longo de uma hora, vão estar em discussão os principais acontecimentos dos jogos”

    Sem mais comentários….

    P.S.-Desculpem a pontuação.

  2. “Se não houvesse sexo, também, mas isso já nos leva muito, mas muito longe”
    Mais felizes sem sexo??!!! Eu cá dispenso essas sugestões, mas o FV lá saberá onde isso leva. Que um post sobre esse assunto dá pano para mangas, isso dá.

  3. Questiono-me constantemente do porquê dessa fixação. Porque precisam as pessoas de se preencher com aquilo?
    Acerca deste tema diz o antipro no desantagonismos :

    “O futebol apareceu para que os broncos tivessem tema de conversa. O pior é que os “não broncos”, com medo que ninguem lhes prestasse atenção, se versaram tanto no tema que agora temos esta treta toda a entupir as interacções sociais.”

    Se calhar a sociedade não pode existir coesa sem estes lugares comuns, estas quadriculas por onde vemos a vida, por onde vivemos.

  4. Fernando, se não houvesse futebol, o mundo, para mim, era igual. Agora, meu amigo, se não houvesse sexo… olha, pensando bem, também era igual, mas com muito menos… ansiedade.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *