Boa sorte, senhor Kúman

encampnoupeq.jpg

No excelente site do Ciberdúvidas da Língua Portuguesa, acaba de ser corrigida uma informação (que me era atribuída) sobre a pronúncia do sobrenome KOEMAN do treinador que esta noite… bom, não se trata de futebol, sim de fonética.

A grafia OE designa, em holandês, o som U. Por exemplo, «vaca», que em holandês se escreve KOE, diz-se «cu». Tal e qual como o pescoço francês e o nosso traseiro. E a palavra KOEMAN quer dizer qualquer coisa como «vaqueiro». E lê-se «Kúman», com o «n» articulado.

Portanto, senhores radialistas: deixem-se de «Kóman», de «Kôuman», de «Küman», de «Köman» e outras tentativas de evitar incómodas sugestões, e chamem esta noite o homem pelo seu simpático nome, «Kúman».

E boa sorte, benfiquistas.

3 comentários a “Boa sorte, senhor Kúman”

  1. Está explicado!

    Agora é que percebi uma estatística que atribuía uma percentagem elevada de “sexualidade alternativa” à população portuguesa.

    A confusão vem daqui:
    «em holandês se escreve KOE, diz-se «cu». Tal e qual como o pescoço francês e o nosso traseiro»
    , provavelmente, os entrevistados (sondados?) referiam-se ao treinador holandês, que gostavam e tal e os entrevistadores (sondadores?) pensavam que eles se referiam ao traseiro.

    Obrigado, Fernando… em português nos entendemos.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *