Silvia Alberto

dodos.jpg

Os Dodos são um duo formado por Meric Long (voz e guitarras) e Logan Kroeber (bateria e percussões) que produz uma sonoridade que se situa algures entre a psycho-folk dos Animal Collective (é já prá semana, malta) e um country-blues que tanto me faz lembrar os Wilco como os Led Zeppelin circa 1970. Também haveria algo a dizer sobre a batida afro-metal da banda e as descargas de adrenalina que me provoca ouvir aos berros esta musiquinha, mas, infelizmente, está a começar o Desafio Verde na RTP2 e a apresentadora (está-se mesmo a ver) não é rapariga para esperar por mim, seu incansável e dedicado fã. Portanto, fiquem lá com este super viciante «Walking / Red & Purple» que é o dois em um com que arranca aquele que é, para já, o melhor disco que ouvi este ano. Oh yeah.

11 thoughts on “Silvia Alberto”

  1. hum, já conhecia. como podia eu já conhecer isto? não é coisa que dê na radar, pois não?
    gosto e não gosto, que agora ando muito dual. não gosto dos coros. muito fixe a mudança de tempo.

  2. Os Dodos e os Fuck Buttons fizeram, até ao momento, os dois discos-surpresa do ano. Isto na àrea do “exprimenta-qualquer-coisa”, porque no pop, os Cut Copy merecem, sozinhos, esse prémio. Se bem que não devia ser surpresa nenhuma, já que é o segundo disco que editam.

  3. Quanto à apresentadora, só tenho a dizer que, tendo em conta a publicidade que corre aí pelos nossos lcd’s e afins, nunca um empréstimo à habitação rendeu tanto. Viva os novos “spreads” da SA!

  4. João Pedrinho:
    Julgavas que nos tinhas perdido? Longe disso! Temos andado «na estrada» (no bom sentido, é claro!).São concertos atrás de concertos e tudo graças a ti, Joãozinho: pela publicidade que nos fizeste ao dizer de nós «esses grandes senhores» da música portuguesa. Bom gosto não te falta, Pedrinho. E dedinho para a música, então! Nós continuamos a agradecer.Mas não nos venhas com essas musiquetas estrangeiras. Olha que a tua tia Esperança não havia de gostar. «Deus tenha em paz a sua alma» como escreveste no meu blogue. Já agora, não esqueças de lhe levar um raminho de rosas cor de laranja, a sua cor preferida, como muito bem lembraste.
    Teus devedores para sempre

    Joaquim Bastos e Manuela Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *