Sem emoções para os espanhóis, inovações turísticas e loucuras relativas: ó, penso tanto em ti, Vanessa Amaro

Os Elbow são daquelas bandas que, como os Doves, vivem numa terra de nenhures: são demasiado comerciais para merecerem o reconhecimento do universo indie e excessivamente adultos para singrarem no mainstream. Apesar de os sucessivos fracassos comerciais somados com a indiferença da crítica já terem dado cabo de muitas bandas, os Elbow têm prosseguido uma carreira brilhante que terá em Março um novo capítulo intitulado The Seldom Seen Kid. Até lá, há o belo vídeo que Dan Sully realizou para o tema «Grounds For Divorce». Simples, belo, eficaz. Numa palavra: Elbow.

Igualmente digno de nota, se bem que ligeiramente mais sofisticado, é o último vídeo dos The National realizado por Scott Cudmore para um dos grandes temas de 2007: «Fake Empire». Já passei horas a ver e a ouvir esta maravilha em loop e vêm-me sempre à memória (vejam lá o estado de loucura a que um gajo pode atingir) filmes de Wenders, John Cassavetes e PT Anderson. Podem vê-lo aqui (Quick Time).

13 comentários a “Sem emoções para os espanhóis, inovações turísticas e loucuras relativas: ó, penso tanto em ti, Vanessa Amaro”

  1. joão,
    A julgar pela escolha de hoje, manteremos o nosso casamento de gostos (com dissonâncias, claro, que casamento não as tem?). No gounds for divorce here.

    (já os tíntalos estão a empobrecer um nadita, sai dessa, vanessa)

  2. Primito, eu sabia que ias ser sensível ao título. :-)

    rvn: também és fã de elbow? Ando há anos à procura dessa estirpe na blogosfera. Em vão.

  3. o vídeo é muito lindo: um rectângulo negro com um círculo interrompido por um bico a pulsar lá dentro. pena não dar música.
    o título é perfeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *