Maus alunos

Os que agora responsabilizam o anterior Governo pela actual situação económica do País, o que teriam feito em 2008 e 2009 para fazer face à crise internacional? Nada.
Nessa altura, tempos de pânico, convém lembrar, em que se temia o pior para a economia mundial, de tal forma que as instituições europeias autorizaram e incentivaram os Estados membros, incluindo Portugal, a adoptarem medidas para reduzir os efeitos da crise, e consequentemente a aumentarem os respectivos défices, se PSD e CDS estivessem no Governo teriam mandado os senhores dar uma volta. Por cá, ao contrário do que sucedeu nos outros países, contra tudo e contra todos, não se teriam adoptado quaisquer medidas de apoio às empresas e às famílias. Previdentes como são e adivinhando o que ainda ninguém adivinhava para 2010, teriam dado logo início aos planos de austeridade. Remando contra a maré, e orgulhosamente sós, teriam cortado nos salários, reduzido as prestações sociais, aumentado os impostos, os transportes e por aí fora. Apesar de fazerem sempre questão de ser os bons alunos da Europa, nessa altura, teriam mandado os professores à fava e as medidas de combate à crise às urtigas. Provavelmente, entre outras coisas, até lhes chamariam criminosos.
E, claro, o BPN teria falido, o Alberto João teria sido impedido de gastar à maluca e até os submarinos seriam devolvidos à procedência.
É isto, não é?

44 comentários a “Maus alunos”

  1. Nem mais. O drama foi terem corrido com Santana Lopes, porque seria exactamente isso que ele, sob a severa supervisão de Manuela Ferreira Leite e o rigor de Cavaco Silva, teria feito. Nisso não há a mais pequena dúvida, ou não estivéssemos a falar do partido da “gente séria”. E hoje seríamos não os bons alunos da Europa, mas os respeitados professores.

  2. E foi por isso mesmo que a Manela, em 2009, se fartou de falar da crise das dívidas soberanas. Não se calava com o exemplo da Grécia e da Irlanda, coitadinha.

  3. O buraco que temos que pagar nos próximos anos não é só buraco contraído pela crise de 2008/2009, mas também; os devaneios para ganhar as eleições de 2009, as parcerias publico privadas, o buraco astronómico das empresas públicas, a irresponsabilidade pela multiplicação dos institutos públicos e fundações, obras faraónicas….. Estes são alguns exemplos onde se gastaram milhões, mas pior que isso, são exemplos de despesa que vamos ter de pagar por muitos anos, e que aliás já antes da crise de 2009 já se falava que nesta década tínhamos uma elevada factura a pagar pelas obras que andávamos a fazer, nomeadamente as PPP´s, e o que fez o sr eng ao longo dos 6 anos? Conseguiu aumentar esses compromisso futuros. E não é que parece que vamos ter que os pagar isso e os custos de uma crise que parece que entretanto está a chegar, sim, porque parece que isto se vai agravar e muito e não é só aqui.

  4. Tem toda a razão Guida. Esta é a verdade, o resto é a habitual demagogia da direita que só sabe fazer política assim, aproveitando-se do total controle dos media, e da ignorância do povo que eles vão fazendo aumentar com os programas embrutecedores que passam nos seus media. Itália é um bom exemplo, um país que foi destruído por esta estratégia, aliás, como os EUA. Agora vêm com a estória da criminalização. Se querem incriminar alguém, podem começar pelo jardim, e pelo portas que tudo leva a crer que recebeu dinheiro dos alemães para comprar submarinos, quando o défice era de 6%!!!!!!!!E em relação ao presidente também há bons motivos para investigarem.

  5. É estranho que muita gente pensa que os políticos governantes já sabem qual é a nossa dívida, e se sabem que a denuniam ao povo.

    Mas que povo inculto é sem memória que nós somos!

    Ainda a missa não vai no adro! porra!

  6. (eh guida, podemos adivinhar como esses marmanjos iriam enfrentar a crise internacional quando deixaram, sem crise externa, o défice nos 7%, a economia estagnada, a segurança social nas lonas e encargos com créditos fiscais e submarinos. além disso nem um investimento de jeito atraíram ao país)

    oh azevedo, deixa-te de tretas pá. dá-nos os números correspondente ao que tu chamas “os exemplos” senão ainda acabas de boca aberta, tal como aconteceu àqueles quando ficaram a saber (por um tipo liberal!) que a velha manela foi muito mais gastadora que o socras.
    então antes do socras não houve ppp’s, não houve scuts? (já agora dá um exemplo de uma scut da responsabilidade do socras?). os buracos das empresas de transporte foram criados em 6 anos ou foram criados em décadas? por acaso, sabes de algum ano em que essas empresas dessem benefícios? de que obras faraónicas falas? da expo, do ccb?
    tudo verbo de encher para enganar tolos. mentiras repetidas não passam aqui, ouviste?!
    porque não falas tu do bpn e dos biliões engolidos? porque não falas tu da madeira?
    e porque não falas da redução do número de funcionários públicos durante a era sócrates? e da racionalização na saúde e no ensino? (aposto que chamastes “economicistas”, como tantos outros, a essas reformas).

  7. Alguém ouviu Cavaco lançar um alerta sobre o agravamento do défice incentivado pela UE para combater a crise?
    Calou-se, o profeta! Alguém o ouviu dizer que era um crime económico nacionalizar o BPN?
    Esta gente sabe que pode enganar um povo infantilzado por 48 anos de ditadura. Por isso usa e abusa.

  8. É isso mesmo. Não sei se é do charro matinal, mas já estou a ver a troika Marques Mendes/Cavaco/Manela, aí por 2005, 2006 ou 2007, a aprovarem a ida à falência do banco laranja (com devolução das mais valias obtidas por vendas maradas de acções BPN), a meterem o Jardim nos eixos e a encarregarem o Portas de devolver os submarinos que ele próprio comprou. O Tavares Moreira pediria uma audiência ao Vítor Constâncio no Banco de Portugal para pedir maior rigor na supervisão do BPN, BPP e BCP, aproveitando para denunciar as falcatruas do Banco Insular. O Oliveira e Costa, o Dias Loureiro, o Joaquim Coimbra e o Arlindo Carvalho, lavados em lágrimas, entregar-se-iam à justiça, encarregando o advogado Duarte Lima de fornecer à instrução todos os dossiers comprometedores. De seguida, como o governo laranja e o PR já sabiam que ia haver uma crise internacional a partir de 2008 – o Cavaco recebera uma mensagem da virgem de Fátima na Travessa do Possolo – elaboravam um duríssimo e rigorosíssimo plano de salvação nacional que, sob um céu azul e um sol faiscante, ia ser muito bem compreendido e entusiasticamente acolhido não só pela população, como especialmente pelos barões e baronetes do partido laranja que tinham ficado de fora do governo. O Pedro Marques Lopes seria encarregado pelo governo de explicar as oportuníssimas medidas draconianas à população. O prof. Martelo coibir-se-ia de arrasar o plano de salvação nacional nas suas conversas em família da RTP. O Meneses daria pulos de contente, pagaria as quotas atrasadas do partido e proporia a imediata suspensão das obras do Metro em Gaia e da linha de TGV para a Galiza. O Rui Rio vestiria uma túnica esfarrapada e iria descalço a Lisboa oferecer um corte de 20 por cento no orçamento camarário. O Santana, depois de consultar o Jardim, aplaudiria tão clarividente política de austeridade, desistindo do seu plano de criar o verdadeiro partido sacarneirista. Os comentadores de economia da SIC, sobretudo o Gomes Ferreira, iam achar oportuna e adequada a política draconiana de contenção orçamental, mesmo à custa de uns anitos de recessão.

  9. pois claro que é isso, guidinha. aliás, foi por esse conjunto de medidas implicitas e visionárias, já a pensar em 2011 e neste governo, que se deu o nome à crise internacional de 2008 de subprimes. já nessa altura o mundo girava em torno deste governo: em torno era primavera.

    (agora lembrei-me que talvez o Jorge Amado, também ele, terá sido, a certa altura, nisso que pensou)

  10. o que eu sei é que a manuela avisou para os problemas de endividamento. Não é que concorde com as medidas dela,mas a verdade é que esse probelma veio a acontecer, tendo ela avisado, e o governo tomou as medidas restritivas

  11. oh terminação! tens toda a razão, a velha chamou a atenção para o problema que nunca mais chegava e quando chegou já ela tinha mudado de opinião. tamém acho que vai chover, só não sei quando, mas fica a declaração para memória futura. manda os papéis, que a s. caetano continua a recrutar imbecis.

  12. anonimo, para imbecis e mentecaptos já basta o largo do rato.A val e a penelope que o digam, pois nao teem feito outra coisa que fustigar o seguro, que é mais um inseguro xD

  13. e de outra maneira vou repetir aquilo que disse, ou melhor vou dizer aquilo que a minha mãe diz por vezes: Casa Arrombada, trancas na porta. É isso que acontece e que sempre acontecerá

  14. er, pois, a Ferreira Leite não se cansa de fazer avisos, continua a fazê-los. Mas a preocupação com o endividamento tem dias. No tempo de Sócrates era péssimo, mas quando passou pelo Governo não a preocupou o endividamento que resultaria do contrato que assinou com os espanhóis respeitante a quatro ou cinco linhas de TGV, nem a aquisição dos submarinos. Isto numa altura em que, segundo os próprios, o País estava de ‘tanga’, sem dinheiro para nada, portanto. Ou seja, para a senhora mais poupada do Planeta, há alturas em que ‘depois de casa roubada, portas escancaradas’.

  15. Quando comecei a lê-lo, pensei que o anonimo tinha ganho 50 euros na lotaria, mas não, era apenas mais uma manifestação da animalidade do costume. Quando é que este defensor do estilo e do método Sócrates começa compenetrar-se que é má vizinhança para os seus correlegionários, felizmente quase todos com o bom senso de não ligarem aos seus pontapés de pantufa cardada?

  16. 2 notas guida: a primeira é que ela tal como muitos antigos governantes desde dos consulados de cavaco e guterres, também cometeu uns certos pecados,e carece de alguma legitimidade para falar. Mas isso, é uma questão de legitimidade não tirando portanto a razão que contem as suas palavras. Porque legmitimidade e razão são conceitos diferentes e não mistos.ou seja, independentemente de ela ter ou não ter rabos de palha, aquilo que ela disse era verdade.
    2ºponto: essa desculpa de os outros também terem feito não serve para justificar os mal actos.Se o ps achasse qu e ela estivesse errada com o tgv, devia ter logo cancelado o projecto em 2005, assim que tivesse chegado ao poder.É que o facto de um estar errado não quer dizer necessariamente que o outros es´tará certo.
    E último ponto: tão ou mais graves que uns submarinos, parecem-mo ser a louca nacionalização do bpn, e os contratos ruinosos das ppp.

  17. oh terminação! boa tese de imbecilidade, estás perto da perfeição e se esmerares cretinice ainda preenches os míninos para uma profissão de vitor gaspar.

  18. Vocês vejam este vídeo. E quando alguém chamar Sócrates de aldrabão mandem-no ver este video. É o máximo. Como se pode mentir tanto e com tanta desfaçatez sem corar.

    http://youtu.be/gNu5BBAdQec

    Pedro Passos Coelho – Best of 2010-2011

    É tanta mentira, tanta mentira que não dá para acreditar.

  19. Aconteceu por essa altura que; quer a dívida francesa quer a alemã sofreram um desvio colossal, uma derrapagem gaspariana. Os respectivos défices dispararam em relação ao orçamentado, era uma coisa enorme. Mas maior era e é o pau que esses senhores têm na mão. Vai daí o que é que aconteceu? O sr Cavaco Siva sabe? Ele sabe, não fala porque tem medo de levar com o pau no lombo; aquilo é só pele e osso.

  20. quero ver o que a corja do ppd/psd vai inventar daqui a um ano quando estivermos renegociar toda a dívida com a economia de tanga…veremos certamemente o morcego das finanças a dizer que face aos colossais buracos encontrados na fossa de mindanau o melhor é rapar os 13+14 meses a todos até à eternidade e blablablabla….depois falamos…

  21. “um e outro são aldrabões.pelo menos este nao promete 150.000 postos de trabalho”

    tens razão, o socras prometia aumentar e o coelho promete reduzir. não diz quantos, mas promete ser em grande, a maior de sempre.

  22. “…veremos certamemente o morcego das finanças a dizer que face aos colossais buracos encontrados na fossa de mindanau o melhor é rapar os 13+14 meses a todos até à eternidade…”

    naõ promete a eternidade, mas o que era transitórito e para o próximo ano, já alargou para vários anos, é conferir as últimas declarações do cabrãozinho das finanças.

  23. Oh er ou és estúpido ou estás a brincar. Promete não cortar o 13º. mês e muitas muitas outras promessas. Então de não aumentar impostos e IVA não faz outra coisa desde o ano passado. Portanto, não sejas burro!

  24. portuga, burros são aqueles que nao percebem que ambos, á semelhança de todos os governantes em geral c«incumpriram promessas: foi assim em 2005, e 6 anos depois a historia repetiu-se. O coelho incumpriu e socrates fez o mesmo.E cuidado com os insultos

  25. Esse vídeo do aldrabão Coelho é para ver e rever, Portuga. Maior vendedor de banha da cobra é difícil de imaginar. Tudo o que disse fez o exacto contrário, em poucos meses.

    E tu, er, terminação de foder ou de lamber, mete a viola no saco que metes dó. Pareces um papagaio entornado. Sonhas muito com o Sócrates? Vê lá no que te metes, um dia acordas com o cu rebentado. Se isso acontecer, vai-te queixar ao rex, que tem umas pomadas que aliviam.

  26. Kalamitoso, andas aqui a tentar fazer proselitismo do teu atraso mental, mas olha que mais valia telefonares ao rex a marcar um encontro romântico. Toma o comprimido, não te esqueças.

  27. Kolossal,

    És um culasso. E diz aí ao Peidolas do teu amigo anonimo que vá à caixa do correio da ignorância. Saudações ao carapau miudo socialista.

  28. oh bufa matinal! quando é que te descoses com as maravilhas do sistema de saúde líbio. googla kalimatanos ignorante a ver se ainda estás no top 10.

  29. Ó Peidolas, aqui tens a teu mijadela do costume e depois a minha resposta.

    anonimo (aka Peidolas ou jaquinzinho socialista) 17th, 2011 at 10:54

    olha meu! é só googlares “kalimatanos ignorante” e vais ver a quantidade de citações, algumas delas verdadeiros tratados de ignorância com citações na academia da bloga.

    V. KALIMATANOS (aka the well-informed) 17th, 2011 at 13:13

    Provaste, como eu calculava sem azedumes preconcebidos ou intenção de te ofender, porque a tua imunidade à ofensa e beliscão é colossal, ser o tal Zero. Mais, publicitaste a minha obra sem eu ter que te pagar. E, mais mais, até me lembraste duma coisa que já tinha esquecido – que usei, durante alguns comentários nesta mesma enfermaria, o engraçado pseudónimo de SUBSTANTIA NIGRA, que é, como sabes, a parte da cabeça onde estás a braços com dificuldades.

    Agota estás autorizado a “pastares” aqui os aviltamentos que sofri sem os endireitar com uma resposta adequada. Plonker.

    E quanto à Líbia, pois, vê lá se percebes este último relatório.

    http://www.youtube.com/watch?v=7nlKAdYetOI

  30. oh bio merdas! já não te chega papagueares os argumentos alheios como ainda fazes copia & pasta, celulosa com certeza, da merda que produzes. deve ser para te veres ao espelho como a paneleira dos sapatos que se vinha com a ignorância que debitava.

  31. Cala-ta, Maria paneleirota, carapaua socialista de recados. Continua assim e não vais receber aumento.

    E Viva a Líbia! (repete comigo, grunho).

  32. O governo vai cair no próximo ano. E a situação em Portugal não vai ser pior, mas muito mais imprevista, do que a da Grécia. As coisas estão a compor-se. E a decompor-se.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *