8 thoughts on “Pacheco Pereira na sua coterie

  1. Com tudo o que já se disse sobre o assunto das coteries ainda não vi ninguém defender a isenção e qualidade das criticas literárias que se fazem. Que disparate! Isso agora não interessa para nada. Vamos mas é bater todos uns nos outros a ver se ninguém repara no verdadeiro problema.

  2. E que dizer das muitas entrevistas que o PPM deu nos últimos dias a propósito da revista Atlântico, nomeadamente nos jornais económicos que, por acaso…, fazem publicidade na dita revista? Por acaso, nesses jornais tb há jornalistas que escrevem na revista? Será amizade???

  3. E que dizer das muitas entrevistas que o PPM deu nos últimos dias a propósito da revista Atlântico, nomeadamente nos jornais económicos que, por acaso…, fazem publicidade na dita revista? Por acaso, nesses jornais tb há jornalistas que escrevem na revista? Será amizade???

  4. Sei de alguém que se deve estar a rebolar a rir com a unanimidade que provocou em certa blogosfera: José Pacheco Pereira.
    Por sua causa, todos citam e linkam todos e estão lançados dois concursos: o do que mais se autolinka e o do que mais comenta.
    É bonito ver tanta unanimidade e amizade, tão bons sentimentos, tanta camaradagem, tanto júbilo, tanta gente boa junta!
    Uma nota no Abrupto, e é vê-los a espernear. A blogosfera entorpecida e acomodada agora fervilha.
    É a retoma! É a retoma!

  5. Sim que dizer, Luís, ao insistente anónimo? Que eu saiba, dei uma (1) entrevista a um diário económico com o mesmo nome. O anónimo anda muito atento e interessado nas minhas entrevistas: até já escreveu o mesmo no meu blogue. Não tendo sido eu a a atirar pedras aos telhados alheios, peço ao anónimo para questionar o diário económico sobre as razões editoriais que o levaram a fazer-me a referida entrevista – que era mais um artigo, mas enfim.
    Não sei se serão as mesmas que levaram o Indy, o DN, o “Público” e o “Correio da Manhã” a darem também notícias – mais ou menos alargadas – sobre a nova direcção da revista “Atlântico”. Ou alguns diários digitais. Nenhum destes jornais, esclareça-se o insistente anónimo, têm ou tiveram anúncios na revista.

    Abraço (para o Luís Rainha),

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *