Evil Gates?

bill-gates-mugshots-01-03.jpg

Antes que os mantras que compõem a hagiografia de S. Bill Gates sejam repetidos as vezes suficientes para que o homem desate a levitar, há que relembrar pelo menos uma verdade histórica: ele não inventou o MS DOS. Apenas o comprou aos incautos colegas da Seattle Computer Products, que longe estavam de imaginar que ele já revendera o sistema à IBM. O único golpe de génio neste episódio foi mesmo a ideia de pedir royalties, em vez de uma verba fixa, ao gigante do hardware. Outros mitos desmontados andam por aqui.

13 comentários a “Evil Gates?

  1. Camaradas, a inveja é uma das principais características dos adeptos da esquerda inteligente.
    As outras são a mentira e a soberba.

  2. Luís, em todo o caso há que reconhecer que é obra fazer o que Gates fez, num curto espaço de tempo e num país ferozmente competitivo e concorrencial (não estamos a falar de um país de cegos onde quem tem um olho – Belmiro, por exemplo – é rei)…

  3. Francisco,

    Claro que o homem tem carradas de mérito. Mesmo a história do contrato com a IBM tem o seu quê de genial. Mas convém não o transformar num Einstein/Edison/Ghandi dos computadores…

  4. Agora é que os hackers vão poder atacar os computadores da judiciária (equipados com XP), a menos que à entrada da rede haja uma maquinita com uma firewall em linux.

  5. O Gates sabe gerir um monopólio como poucos… faz-me lembrar a PT, com produtos/serviços normalmente abaixo do que a concorrência oferece, mantêm quotas de mercado superiores a 90%. Só de pensar que um dia se acreditou na liberalização dos mercados…

  6. Pois é, Katraponga, amalta acredita no Pai Natal e depois…
    IE? 7? porque não esperar pela 7C já com os bugs e as actualizações de segurança.
    Fire! (be Fox)

  7. acresce que formar 60 milhões de pessoas por 20 milhões de euros dá 3 euros por pessoa… ou são cursos muito rascas, ou não estão mesmo a contar a história toda. Enfim…

  8. Melhor seria que o mestre de cerimónias condecorasse os portugas, que andam a desenvolver aplicações Linux.
    O caixa mágica é um excelente sistema operativo, desenvolvido por portugueses e disponível sem pagar direitos de engorda ao Bill Gates.

  9. Também confesso que não percebo este culto que se gerou à volta do homem. O MST na TVI disse que o admirava muito, não por ele ter dinheiro, mas por nós hoje usarmos o Excel, o Explorer, o Windows…
    Que ele não tenha sido inventado os formatos dos mesmos programas não é novidade nenhuma, apenas lhe juntou uma estrategia de mercado canibal e muitas vezes, como provam os processos judiciais, ilegal. Um salva de palmas para Bill Gates e uma condecoraçãozinha se faz favor. Ainda por cima, toda a gente aplaude as notícias que vão aparecendo “Microsoft dá formação a 1 milhão de pessoas”. Ainda ninguém percebeu que ele veio vender os produtos dele?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *