Pato Donald

Rumsfeld60105a.jpg

Agora que saiu de cena, entrou directamente para o panteão dos políticos norte-americanos que prestam inestimáveis serviços à comédia; lugar onde ainda é rei Dan Quayle, mas só até à chegada do Bush filho, marcada para 2008.

Rumsfeld hilariante.

2 comentários a “Pato Donald”

  1. Desculpem lá, mas compará-lo com o Quayle é uma afronta. Dan Quayle é como o sujeito daquele tango famoso: no habrá ninguno igual, no habrá ninguno…:

    “If we don’t succeed, we run the risk of failure.”

    “What a waste it is to lose one’s mind. Or not to have a mind is being very wasteful. How true that is.”

    “I have made good judgments in the past. I have made good judgments in the future.”

    “We are ready for any unforeseen event that may or may not occur.”

    E a melhor e mais presciente de todas:

    “People that are really very weird can get into sensitive positions and have a tremendous impact on history.”

  2. A 20 de Agosto de 1940, Ramon Mercader, agente do «Departamento de Missões Especiais», uma unidade especial do NKVD, atinge Leão Trotski na cabeça com uma picareta. Trotski morre no dia seguinte. Estaline confiou pessoalmente a missão de eliminar o chefe da IV Internacional a Pavel Sudoplatov, que nessa época dirigia então o NKVD.

    Katyn (Rússia), Abril de 1943. Os Alemães descobrem em valas os cadáveres de 4500 oficiais Polacos. Uma comissão da Cruz Vermelha concluiu que tinham sido executados pelos Soviéticos, na Primavera de 1940 (ao todo houve 25.000 desaparecidos). Símbolo do homicídio em massa, Katyn é igualmente símbolo da MENTIRA: até 1989, o governo comunista da Polónia e os comunistas do mundo inteiro atribuíram o CRIME aos Alemães.

    As FARC (Organização Terrorista), foi recebida de braços abertos na festa do avante. Diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és.

    Em 1979, durante a guerra com o Iraque, Khomeini criou a Milícia Basij Mostazafan (Mobilização dos Oprimidos). Mandou importar de Taiwan 500.000 chaves de plástico e distribuiu-as por crianças, dizendo-lhes que eram da Porta do Paraíso. A seguir ordenou-lhes para marcharem, em formação, através dos campos de minas iraquianos.
    Antes disto tentou levar a cabo a operação com cavalos, cães e burros, mas após as primeiras explosões os animais fugiram, porque não queriam morrer.
    Mais de 450.000 crianças (algumas com menos de 12 anos) foram enviadas para a frente de combate e mais de 100.000 morreram. Chegaram ao ponto de dizer aos miúdos para se enrolarem no momento de pisarem as minas, para assim entrarem completos no Paraíso.
    Ahmadinajad, o Presidente actual, está há muito ligado a esta milícia, que está agora em franca expansão e cuja acção foi decisiva para a sua eleição.
    Um homem deste calibre, que nem as suas próprias crianças respeita, nunca terá problemas em lançar bombas atómicas quando as tiver!
    Os americanos nunca fizeram isto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *